Abertura coronária é um procedimento feito por endodontistas

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui como o procedimento de abertura coronária é realizado na área da odontologia

Algumas alterações na nossa cavidade bucal comprometem a vitalidade e funcionalidade da polpa dentária. Como tratamento para evitar consequências perigosas nessa região, os profissionais indicam a abertura coronária.

O tratamento da abertura coronária é realizado nos dentes incisivos e caninos superiores e inferiores, no 1º molar superior e inferior, no 1º e 2º pré-molar superior e no 2º pré-molar inferior.

A abertura coronária é uma técnica cirúrgica de cuidado e preparo cavitário. Esse procedimento também é conhecido como protocolo de abertura coronária.

Nesse artigo tiraremos todas as suas dúvidas sobre a abertura coronária. Vamos começar?

Profissionais indicados para realizar o protocolo

Como a abertura coronária é realizada na polpa, os profissionais mais indicados para o procedimento são aqueles que estudam esse elemento da cavidade bucal.Por isso, os endodontistas são os responsáveis por esse tratamento.

Eles são especializados em endodontia, que é a área da odontologia responsável pelo estudo da polpa dentária, de todo o sistema de canais radiculares e dos tecidos periapicais.

Assim, a abertura coronária endodôntica é realizada para tratar a polpa dentária, que pode estar inflamada, infectada e até perdendo a sua vitalidade.

Passo a passo da abertura coronária

Para você entender como o procedimento é realizado, fizemos o passo a passo abertura coronária.

  1. Ponto de eleição – é a primeira etapa do procedimento. Nesse passo, os profissionais escolhem qual área será escolhida para a abertura. Assim, o profissional consegue acessar a câmara pulpar. Mas, é preciso lembrar que cada dente tem a própria anatomia. Por isso, cada acesso será diferente. Os instrumentos mais utilizados nesse processo são: ponta diamantada esférica compatível com a anatomia dental. Importante: o profissional saberá qual instrumento utilizar graças as radiografias iniciais periapicais.
  2. Direção de trepanação e remoção do teto – nessa etapa, o profissional com uma linha  tenta alcançar, a partir do ponto de eleição, a câmara pulpar e o canal radicular. Além disso, é feita a remoção do teto da câmara pulpar. Os instrumentos mais utilizados nesse processo são: ponta diamantada esférica compatível com a anatomia dental, broca esférica e sonda exploradora.
  3. Desgaste compensatório e forma de conveniência – nessa etapa, o profissional remove a projeção interna do cíngulo. Com isso, o profissional terá benefícios com a visualização e instrumentação das paredes do canal radicular. Os instrumentos utilizados nesse processo são: broca endo-z e ponta diamantada.
  4. Forma de contorno – nessa etapa, é realizado o contorno final do procedimento de abertura coronária. Como cada dente tem a sua própria anatomia, cada um deles terá um formato diferente.

Cuidados durante a abertura coronária

Quando o protocolo de abertura coronária é realizada, os profissionais realizam a limpeza da câmara pulpar. Assim, os profissionais esvaziam essa área.

Com a limpeza, os profissionais localizam as entradas dos canais de forma mais eficiente. Os instrumentos mais utilizados nesse processo são curetas compatíveis com a anatomia.

Também, durante todo o processo, o esmalte e a dentina remanescentes são preservados para evitar fraturas.

Além disso, o assoalho da câmara pulpar também é preservado. Assim, os endodontistas manuseiam com cuidados os instrumentos para evitar qualquer perfuração durante a abertura coronária.

Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira é cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Possui especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Também é professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilofacial e Harmonização Orofacial e voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil). Com o registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 52860, Valdir integra a equipe odontológica do Instituto Bernal e Oliveira, que está localizado na Avenida dos Imarés, 572A - Indianópolis, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.