Importância da anatomia dental para dentistas e pacientes

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira como a anatomia dental é importante para a sua saúde bucal

Conhecer a anatomia dental é o básico para iniciar qualquer diagnóstico ou tratamento. O dentista aprende sobre as estruturas do dente logo nos primeiros meses da faculdade.

No caso dos pacientes, também é importante conhecer a anatomia dental. Afinal, a limpeza diária é de sua responsabilidade. Por isso, neste artigo vamos destrinchar pontos importantes desses elementos.

A anatomia dental é uma área especializada no conhecimento da estrutura de todos os dentes. Ela é essencial na odontologia e ajuda o paciente a entender mais sobre a saúde bucal.

Quer entender mais sobre a anatomia odontológica? Então, fique ligado neste artigo.

Estrutura dos dentes

Anatomia dentária é dividida em cinco classificações

A anatomia dentária é dividida em:

  • Coroa: é a parte visível e superior do dente. O formato dita qual a função dos dentes. Por exemplo, os mais afiados servem para rasgar alimentos;
  • Linha de junção dentária e gengival: é o espaço onde os dentes se encontram e se alinham;
  • Raiz: é responsável por ligar o dente com o osso;
  • Polpa: é o local onde os vasos sanguíneos e nervos do dente passam dentro da boca;
  • Esmalte: é a camada externa que reveste e dá coloração ao dente. Ela é mineralizada e dura; e
  • Dentina: é a camada interna debaixo do esmalte.

Dentes decíduos

Dentes decíduos na anatomia dentária

Os dentes de leite são os 20 primeiros dentes a nascerem, ou seja, são o primeiro conjunto dentário existente. Eles começam a aparecer por volta dos seis meses.

E, é apenas com seis anos de idade que todos eles crescem e, então, começam a cair. Desse modo, o processo continua até a adolescência.

Os dentes decíduos são temporários. Eles servem como marcadores de posições para o futuro conjunto dentário permanente, que é mais forte.

O crescimento e queda dos dentes acontece de forma natural. Por isso, é preciso manter a calma e ficar sempre em dia com as visitas ao seu dentista para ver se o processo está ocorrendo de forma correta.

O processo dos nascimentos do dente do bebê acontece da seguinte maneira: os quatro incisivos superiores são os primeiros dos dentes de leite a nasceram.

Os dois incisivos superiores e inferiores crescem, normalmente, entre o 6º e 16º mês. Eles são seguidos pelos dois caninos, logo no mês seguinte, e crescem até 22 meses.

Os molares nascem entre os 13º e 33º mês. São oito molares, quatro no canto superior e quatro no canto inferior.

É a partir dos 6 anos de idade que os dentes de leite começam a cair. Mas, em alguns casos, as crianças podem apresentar dentes caídos aos 5 anos de idade.

Mas lembre-se, o processo do nascimento do dente da criança varia de criança para criança.

Entre os 6 e 8 anos, os incisivos são os primeiros a caírem. E entre os 10 aos 12 anos, os caninos e molares também caem de forma espontânea.

Logo depois da queda, os permanentes já começar a crescer, justamente porque são eles que empurram os de leite para fora.

Dentes permanentes

Morfologia dental dos dentes permanentes

Quando nos tornamos adultos, os nossos dentes se desenvolvem. Assim, a nossa arcada dentária fica formada por 32 dentes. A morfologia dental, então, classifica os dentes em:

  • Incisivos: temos 4 superiores e 4 inferiores. Eles são os primeiros dentes que vemos quando sorrimos. Eles são chapados e afiados. Servem para cortar alimentos
    Incisivo Superior Central;
    Incisivo Superior Lateral;
    Incisivo Inferior Central: e
    Incisivo Inferior Lateral.
  • Caninos: temos 2 superiores e 2 inferiores. Eles são pontudos e servem para rasgar alimentos.
    Dois Caninos Superiores; e
    Dois Caninos Inferiores.
  • Pré-molares: temos 8 dentes pré-molares. Eles se localizam entre os caninos e os molares. Servem para triturar os alimentos.
    Quatro Pré-Molares Superiores; e
    Quatro Pré-Molares Inferiores.
  • Molares: temos 8 dentes molares. Eles se localizam no fundo da nossa boca. Eles são lisos e servem para triturar e mastigar os alimentos.
    Quatro Molares Superiores; e
    Quatro Molares Inferiores.
  • Sisos: algumas pessoas apresentam os dentes do siso, mas não é regra. No total, são 4 dentes, mas o crescimento varia de pessoa para pessoa. São os últimos a nascerem e normalmente são extraídos por atrapalharem a posição dos outros dentes na boca.
    Dois Sisos Superiores; e
    Dois Sisos Inferiores.

Cuidados bucais

Anatomia odontologica exige cuidados bucais

Dar atenção à higiene oral é essencial para manter a saúde bucal e evitar problemas futuros. Assim, separamos algumas recomendações para você seguir e ter uma vida saudável.

Escove os dentes depois de acordar, depois das refeições e antes de ir dormir. Mas, lembre: faça movimentos suaves e circulares em torno de todos os dentes.

Use escovas de cerdas macias ou escovas elétricas. Além disso, use cremes dentais branqueadores.

Lembre de sempre escovar a língua também, porque ela também tem bactérias bucais que podem fazer mal a saúde. Mas, fique atento: é importante tentar não passar a escova bruscamente.

O uso do fio dental pelo menos uma vez ao dia é recomendado pelos dentistas. Não precisa passar o fio de forma bruta, mas é preciso que você limpe toda a área ao redor do dente e perto da gengiva.

O seu dentista também pode passar algum enxaguante bucal ideal para você manter e completar a limpeza bucal todos os dias.

Na hora da alimentação, também é preciso ter uma dieta regulada. Por isso, consuma bastante vitaminas e nutrientes. Não esqueça de se manter hidratado sempre que puder.

Além disso, fique atento para evitar o consumo de alimentos e bebidas que mancham os dentes, como refrigerantes e cafés.

Com uma saúde bucal em dia, você se previne e garante um sorriso perfeito! Faça visitas regulares ao dentista para checar se está tudo certo com a sua anatomia dental e tire todas as dúvidas!

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.