Úlceras bucais incomodam e causam desconfortos

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Úlceras podem se apresentar de diferentes maneiras, algumas mais inofensivas e outras mais graves

Úlceras bucais podem surgir sem aviso prévio ou causas aparentes. Apesar de normalmente serem inofensivas, incomodam e geram desconfortos. Essas lesões costumam sumir espontaneamente depois de algum tempo.

Caso você note úlceras bucais recorrentes no interior da sua cavidade oral, o melhor é procurar um dentista. Vamos conhecer um pouco mais sobre elas?

Úlceras bucais são lesões brancas ou cinzas, de contorno vermelho, que acomete as mucosas da boca. Essas pequenas lesões podem se desenvolver na boca, bochechas ou na base da gengiva.

Tipos de úlceras

Existem dois tipos de úlcera bucal: a traumática e a estomatite aftosa recorrente. A úlcera recorrente se subdivide em 3 tipos, que dependem do seu tamanho, contorno e gravidade.

  • Úlcera bucal traumática: está relacionada a um trauma. Na maioria dos casos, há uma razão conjunta para seu desenvolvimento, seja física, química ou térmica. Também são conhecidas como aftas.
  • Úlcera aftosa menor: é mais frequente que as demais e pode se manifestar como uma única afta ou várias úlceras. Se desenvolve nos lábios e bochechas, mas também pode surgir na gengiva, palato e sulco vestíbulo. Medem entre 2 e 3 milímetros e nem sempre são notadas.
  • Úlcera aftosa maior: se manifesta de maneira mais severa. Geralmente, tem mais que um centímetro e possui contorno irregular. São dolorosas e mais profundas, por isso demoram mais para sumir. Além disso, podem deixar cicatrizes.
  • Úlcera herpetiforme: pode ser confundida com herpes primário, mas não causa estomatite gengival. Costumam se desenvolver em grande número. É a manifestação mais rara de úlceras, e corresponde a cerca de 5% dos casos.

Causas de úlceras bucais

Não existem razões específicas para o surgimento de úlceras orais, mas listamos aqui alguns fatores que podem contribuir. São eles:

  • Feridas causadas por fio dental, escovas, lesões esportivas ou mordidas no interior da bochecha;
  • Pastas de dente ou enxaguantes bucais que contenham laurel sulfato de sódio;
  • Sensibilidade a alimentos ácidos;
  • Resposta alérgica a bactérias da boca;
  • Falta de vitaminas;
  • Mudanças hormonais;
  • Estresse e ansiedade;
  • Infecções bacteriana, virais ou fúngicas.

Tratamento de úlceras orais

O mais comum é que as úlceras desapareçam sem a intervenção do cirurgião-dentista ou do paciente. Nos casos mais simples, as lesões se curam de 5 a 15 dias.

Em casos mais graves ou que demoram para sumir, o profissional pode indicar bochechos com corticoide ou uso do gel de fluocinonida.

Bicarbonato de sódio e leite de magnésia também podem ser usados como tratamento, assim como os suplementos e vitaminas, quando a causa estiver relacionada à falta de nutrientes.

Úlceras podem preocupar?

Como mencionamos anteriormente, geralmente as úlceras bucais são inofensivas para a saúde bucal. Mas, em alguns casos, elas podem ser sintomas de doenças mais grave e necessitam de tratamento médico adequado.

Alguns exemplos de patologias que se manifestam através de lesões bucais como as úlceras:

  • Doença celíaca;
  • Doença inflamatório no intestino;
  • Doença de Bechet;
  • Problemas no sistema imunológico;
  • HIV.

Fumantes que estão tentando parar com o consumo de cigarros também costumam apresentar úlceras orais com mais frequência. Medicamentos como analgésicos comuns, beta-bloqueadores e outros podem causar úlceras bucais.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.