Tratamento caseiro para mau hálito: saiba como acabar com o problema

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Todas as pessoas, sem exceção, em algum momento da vida já tiveram mau hálito. Não é novidade para ninguém  também que existe tratamento caseiro para mau hálito.

Seja ele matinal, ou quando passamos muito tempo sem comer, ou até mesmo durante a noite, esse inoportuno problema sempre insiste em aparecer. No entanto, o tratamento caseiro para mau hálito frequentemente costuma aparecer como solução para esse contratempo.

O tratamento caseiro para mau hálito consiste em técnicas e artifícios simples, executáveis com produtos e ferramentas encontradas em casa, de forma fácil e eficaz na maioria das vezes.

Antes de começarmos, é importante ressaltar que o tratamento caseiro pode não ser a solução para você, se o seu mau hálito provém de doenças gastrointestinais ou não tem uma causa aparentemente comum.

Dessa forma, não deixe de consultar sempre um especialista!

O que causa o mau hálito?

Antes de partimos para a solução do problema, é necessário entender o que desencadeia o mau hálito ou a halitose, como também é conhecida.

Na maior parte das vezes, o mau hálito origina-se da língua. Isso porque entre as papilas da língua pode haver o acúmulo de bactérias que, quando fermentadas, liberam substâncias que desencadeiam a halitose.

Algumas das causas do mau hálito incluem:

  • Má higienização dos dentes;
  • Restos de alimentos entre os dentes;
  • Menor produção de saliva (causa do odor matinal, por exemplo)
  • Desidratação;
  • Inflamação na gengiva;
  • Estresse;
  • Uso de medicamentos específicos

Como tirar o mau hálito

Para eliminar o mau hálito, primeiramente deve ser identificado se você possui algum dos sintomas e problemas acima.

Por exemplo, se dedicar mais na limpeza dos dentes, tomar mais água, entre outros.

A seguir, alguns cuidados e tratamentos caseiros podem ajudar a manter esse inconveniente longe por mais tempo.

Tratamentos caseiros para acabar com o mau hálito

Alimentação

Para se ver longe da halitose, o primeiro cuidado a se tomar é o que se come. Alguns alimentos, como frituras, podem piorar ainda mais o hálito, portanto uma nutrição adequada é essencial no combate à halitose.

As frutas são eternas aliadas no quesito saúde, assim não poderia ser diferente quando se trata de halitose.

As frutas cítricas, em especial, estimulam a salivação, o que inibe a proliferação de bactérias e promovem o melhor funcionamento do sistema digestivo.

Seu consumo é recomendado em forma de suco, sem adição de açúcar. Veja algumas frutas que podem auxiliar no combate à halitose:

  • Abacaxi
  • Kiwi
  • Morango
  • Limão
  • Maracujá
  • Laranja

O consumo de frutas como a maçã e a pera também funcionam muito bem após as refeições, pois possuem pouco açúcar e limpam os dentes. Mas não se esqueça da escovação nem do fio dental.

Use o Limão

Não apenas a ingestão do limão pode ser efetiva no combate ao mau hálito, mas seu uso para umedecer a boca pode ser uma ótima solução. Afinal, uma das causas da halitose é a desidratação.

Portanto, usar algumas gotas de limão na língua aumentará a salivação da boca e evitará o mau hálito.

Cravo-da-índia

Tenha sempre um cravo-da-índia na manga!

O cravo-da-índia pode ser um método poderoso na hora desse contratempo, pois ele possui propriedades antissépticas que auxiliam no combate das bactérias.

O cravo pode ser diretamente mastigado ou consumido em forma de chá.

Hortelã

A hortelã, é claro! A irmã da menta (famosa por estampar embalagens de creme dental).

A hortelã pode ser consumida em forma de chá  ou pode ser utilizada no preparo de enxaguantes bucais naturais, usando óleo essencial de hortelã e água.

Eucalipto

Temos aqui outra propriedade famosa por estampar as embalagens de produtos de higiene bucal, o eucalipto.

Sua ação refrescante pode ser uma ótima opção para acabar com o mau hálito. Sendo assim, ferva suas folhas na água, coe e use seu próprio enxaguante bucal caseiro.

Outros tratamentos caseiros

Esses remédios naturais para mau hálito são eficazes e práticos, mas não são os únicos métodos para acabar com a halitose. Veja algumas dicas para ajudar na prevenção desse problema:

  • Confira algumas dicas:
  • Evitar jejuns longos
  • Beba muita água
  • Evite alto consumo de café
  • Evite dietas que cortam o carboidrato
  • Não masque chicletes ou balas com açúcar
  • Troque a escova de dentes com frequência

Lembre-se, para manter a saúde bucal sempre em dia, é preciso mais do que remédios caseiros para o mau hálito. Então, é preciso ter consultas de rotina com o dentista.

E, claro, a dica mais importante e caseira de todas: escove bem os dentes! Não pule nenhum passo da higienização dos dentes. Use fio dental, limpe o céu da boca, escove a língua e limpe bem o aparelho. Afinal, uma boa higiene é o mais eficaz método de tratamento caseiro para mau hálito.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.