Resina termoplástica: qual é seu uso na odontologia?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Saiba mais sobre o uso da resina termoplástica dentro da odontologia

Dentro da odontologia existem alguns tratamentos que contam com mais de uma opção de composição dos materiais, como é o caso das próteses dentárias, que também podem ser feitas com resina termoplástica.

Contudo, é válido pontuar que a resina termoplástica não é usada apenas dentro da odontologia. Afinal, esse tipo de plástico pode ser moldado conforme a necessidade.

Sendo assim, a resina termoplástica é o nome dado a um tipo de plástico que, quando colocado sobre uma alta temperatura, se torna mais pastoso, permitindo então ser moldado e conformado.

E alguns exemplos desse tipo de plástico são:

  • Polipropileno, material que também é utilizado em outros procedimentos, como as barreiras odontológicas por exemplo;
  • Poliestireno;
  • Polietileno;
  • Polimetilmetacrilato, também conhecido como acrílico;
  • Etileno Acetato de Vinila, ou EVA;
  • Policloreto de vinil, o famoso PVC
  • PET.

De tal forma, essa resina plástica é um material polimérico sintético que, conforme citamos anteriormente, se deforma devido ao calor e se adapta a nova estrutura a qual ele é remodelado.

Neste artigo falaremos mais sobre esse tipo de plástico para poder conhecer melhor e entender qual o papel dele dentro da odontologia. Vamos lá?

Para Que Serve a Resina Termoplástica?

Quando falamos sobre o uso das resinas plásticas de uma maneira geral, a informação é um tanto quanto difusa.

Afinal, por se tratar de mais do que um tipo de produto, é possível afirmar que cada um possui uma finalidade diferente.

Mesmo assim é difícil determinar precisamente qual é o uso final de cada um dos aqui citados na indústria como um todo. Todavia, ainda assim é possível ter uma noção, mesmo que pequena e superficial sobre isso.

Veja abaixo o que normalmente contêm esse tipo de material na composição:

  • Brinquedos de crianças;
  • Peças automotivas;
  • Embalagens de alimentos;
  • Produtos de higiene;
  • Tanques;
  • Tubos e tubulações para produtos químicos;
  • Utensílios de uso doméstico;
  • Filmes;
  • Cosméticos;
  • Tampas em geral;
  • Potes;
  • Vasilhas;
  • Sacos plásticos;
  • Revestimento de latas;
  • Seringas;
  • Embalagens industriais;
  • Eletrônicos;
  • Eletrodomésticos;
  • Calçados;
  • Cartões magnéticos;
  • Papel;
  • Papelão;
  • Mangueira;
  • Espuma de colchão;
  • Capas de celulares e smartphones;
  • Argamassa;
  • Revestimento para móveis;
  • Cabos de panelas.

É necessário lembrar que aqui nós englobamos os possíveis usos de todos os tipos de resinas plásticas. Desse modo, alguns são fáceis de serem identificados por essa lista, enquanto outros não.

Em geral, é possível dizer que todos eles são produtos que hoje o ser humano está habituado a ver no seu cotidiano. E sendo assim, não há então muito espanto quando falamos sobre esse assunto.

Existe Alguma Diferença Entre os Tipos de Plástico?

Existe uma diferença entre os tipos de plásticos, apesar de normalmente ser falado de maneira conjunta, abrangendo ambos.

Essa distinção se dá justamente no quesito de qual é a reação do plástico quando entra em contato com fogo. Sendo assim, temos:

  1. Resinas termofixas, ou termorrígidas;
  2. Resinas termoplásticas.

No primeiro caso, ele endurece quando colocado sobre o calor, de maneira irreversível.

Já no segundo, que são os tipos mais conhecidos, ele se torna maleável, permitindo então uma moldagem conforme o objetivo desejado.

Qual é a Sua Aplicação na Odontologia?

Agora, quando se trata da utilização de resina termoplástica na odontologia, se torna um pouco mais fácil de entender.

Afinal, como citamos anteriormente, normalmente esse tipo de plástico é utilizado para tratamentos odontológicos por meio de prótese.

Quando falamos nesse procedimento odontológico, esse material é utilizado para produzir a  prótese dentária flexível, dependendo do caso que o paciente apresenta.

E a prótese flexível, por sua vez, possui uma série de benefícios para quem realiza o tratamento por meio dela.

Afinal, além de ter um efeito estético melhor do que as demais, ela também auxilia os implantes dentários, é mais fácil de limpar e possui também uma maior durabilidade quando comparada às demais próteses.

Contudo, é necessário que o paciente realize os cuidados devidos com esse tipo de aparelho, e realize consultas periódicas.

Gostou de ficar sabendo mais sobre o que é a resina termoplástica e qual é a sua aplicação? Acompanhe o nosso site para ficar por dentro de mais temas relacionados à odontologia!

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!