Protetor de cerdas: quais os perigos e benefícios de usá-lo?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Apesar de ser um aliado na proteção, é preciso tomar cuidado com as bactérias

Muito usado principalmente em viagens e necessaires, o protetor de cerdas faz jus ao seu nome quando falamos em cuidados com a escova.

Porém, o que muitos adeptos ao protetor de cerdas não sabem, é que por abafar a região, acaba se tornando um ótimo local para que fungos e bactérias se proliferem.

O protetor de cerdas é um acessório que envolve a parte principal da escova de dentes, ajudando a conservá-la e evitar o contato com substâncias lançadas no ar.

Benefícios do Protetor de Cerdas

Muitas pessoas costumam levar uma escova de dente para o trabalho ou outros compromissos durante o dia. Porém, deixá-la solta na bolsa ou necessaire, pode facilitar o contato com sujeiras que estão no mesmo local.

Dessa forma, em casos como este, o uso de um protetor é essencial para evitar a contaminação com esses outros resíduos.

No banheiro, muitas bactérias se proliferam por ser o ambiente perfeito, com luz, temperatura amena e umidade. Além disso, outro agente extremamente colaborador para o surgimento dessas bactérias, é o vaso sanitário.

É fundamental então que a tampa do vaso esteja fechado no momento em que a descarga for dada.

Caso contrário, com o impacto da água, coliformes fecais juntamente com outros resíduos são lançados para fora, podendo atingir a escova de dentes. O protetor de cerdas evita esse contato.

Higienização e cuidados com o Protetor de Cerdas

Algumas medidas de higiene ajudam a manter o protetor livre de bactérias, como por exemplo:

  • Lavar diariamente com água abundante;
  • Deixar secar ao ar livre de preferência fora do banheiro;
  • Nunca colocá-lo ainda molhado na escova;
  • Desinfetá-lo com enxaguante bucal.

É fundamental também que o protetor não seja completamente fechado, permitindo então um respiro para a escova. Ainda assim, só deve ser usado após ambos estarem secos, tanto a escova quanto o protetor.

Sob todos esses cuidados, o principal ainda assim é trocar o protetor de no mínimo três em três meses, garantindo um acessório completamente limpo.

Cuidados com a Escova de Dente

Preservar a limpeza da escova dental é algo importante para evitar a contaminação e manter a saúde bucal perfeita.

Por isso, ter atenção para certas medidas e saber quais cuidados tomar, é essencial para que a escovação seja totalmente efetiva e livre de riscos. Como por exemplo:

  • Certificar-se de que ela estará sempre seca entre uma escovação e outra;
  • Guardá-la em pé, na vertical, para que os restos de água escorram e não se acumulem na base das cerdas;
  • Evite deixar várias escovas juntas. Caso não seja possível, evite o contato entre elas;
  • Troque de escova no mínimo de três em três meses, ou assim que as cerdas se deformarem;
  • Após quaisquer doenças virais como gripes, resfriados, infecções e inflamações na garganta e até mesmo surgimento de herpes, é também recomendada a troca;
  • Borrife as cerdas pelo menos uma vez ao dia com antisséptico bucal;

Muitas doenças periodontais surgem a partir da proliferação de fungos e bactérias na boca, dessa forma, manter a escova em boas condições de uso é essencial, independente do uso do protetor de cerdas ou não.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!