Planejamento estratégico é fundamental para dentistas

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Planejar nunca é demais, certo? Na área da saúde e odontologia é um processo valioso

Após se formar na sua faculdade de odontologia, ou até mesmo depois de já estar atuando em seu consultório, você já se questionou sobre a importância de ter um planejamento estratégico?

Dessa forma, é fato que, independente do setor, para que qualquer empreendimento tenha sucesso, é preciso que ele seja muito bem pensado. Ou seja, tenha um criterioso planejamento estratégico.

O planejamento estratégico consiste basicamente em analisar como está a sua clínica atualmente e ter em mente como você quer vê-la no futuro. É o ato de pensar em médio e longo prazo para agir no presente de acordo com os seus objetivos. Ficou confuso? Continue lendo que este artigo, iremos explicar melhor sobre isso.

O que é um planejamento estratégico?

O planejamento estratégico, que acontece tanto antes da abertura de um novo empreendimento como durante suas atividades, é uma ferramenta administrativa.

Por isso, por meio dele são definidas as características de sua empresa, como:

  • Sua área de atuação;
  • Seu público-alvo;
  • Sua visão, missão e seus valores.

Além disso, esse planejamento engloba também estudar mercados, dados passados e perspectivas futuras de boas oportunidades. Todas essas informações servem para amparar cada passo que você der.

Assim, você desenvolve sua jornada de forma mais elaborada e não se baseia apenas em suposições ou instintos pessoais, mas em dados sólidos e seguros.

Planejamento estratégico do consultório

Falando agora em aspectos mais relacionados ao local de trabalho, pacientes, colaboradores e coisas que envolvem todo o ambiente da clínica, iremos citar algumas diretrizes estratégicas.

Conheça seu público

Se você não souber como é o seu público. Ou seja, os pacientes que pretende atender em seu consultório, não saberá como fazer com que eles cheguem até você.

Para isso, talvez você precise gastar um tempo tentando entender que tipo de procedimentos você oferece e quem poderia se interessar por eles.

Uma ferramenta importante para isso é a de definição de personas. Nela, a partir de pesquisas e seus conhecimentos, você define um perfil ideal de seu público.

Você deverá obter o máximo de informações possíveis sobre ela. Por exemplo, seu gênero, idade, escolaridade, poder aquisitivo, necessidades, medos e anseios.

Isso ajudará com que você enxergue exatamente como ela é qual a melhor maneira de ajudá-la.

Assim, quando um paciente que tiver essas características encontrar sua clínica, irá sentir que ela foi feita para ele. Aumentando então as chances de escolhê-la e continuar o seu tratamento lá.

Analise os concorrentes

É importante se lembrar e ter sempre em mente que você não é o único consultório odontológico da região.

Por isso, o que seus concorrentes fazem irá afetar diretamente na procura dos pacientes pelos seus serviços e as expectativas que terão com você.

Principalmente, é importante analisar a concorrência para identificar o que eles fazem de certo, de errado e quais são as oportunidades que eles estão deixando passar.

Então, o que funciona para ele pode funcionar para você também ou ter adaptações para isso. O que está errado, você pode analisar e fazer certo e o que ainda não praticam é sua oportunidade de destaque.

Faça uma análise SWOT

A análise SWOT, também conhecida em português como FOFA, é uma ferramenta que busca examinar uma organização tanto internamente quanto sua posição no mercado. Nela você deverá identificar:

  • Forças – elementos internos do seu consultório que representam uma vantagem competitiva. Como uma sólida formação técnica, equipe capacitada e ambiente bem localizado.
  • Fraquezas – elementos internos que precisam ser melhorados e podem prejudicar seu negócio. Como um local pequeno e falta de equipamentos.
  • oportunidades – são possibilidades externas que podem afetar positivamente o seu consultório e representar uma oportunidade de crescimento, como uma nova técnica odontológica, um curso, o lançamento de um equipamento inovador.
  • Ameaças – são elementos externos que podem acontecer e prejudicar o seu negócio, Como a diminuição do poder aquisitivo dos seus pacientes devido à crise e entrada de concorrentes no mercado.

Dessa forma, com o que for absorvido desse exercício, você terá muito mais embasamento na hora de estabelecer a estratégia e os planos de seu consultório.

Defina missões e valores

Definir missão, visão e valores está diretamente ligado com fazer um planejamento estratégico para consultório e de qualquer empresa de uma forma geral.

Essas são importantes diretrizes que identificam então quem é seu negócio, no que ele acredita e onde ele quer chegar.

Estabeleça metas e indicadores

Agora que você já sabe como definir exatamente como é o seu consultório, o público que pretende atingir e qual seu objetivo ao longo prazo, é hora de definir metas e indicadores para monitorar o seu sucesso.

Uma das melhores maneiras de se fazer isso é propondo metas S.M.A.R.T.:

  • Específicas – é preciso que ela diga respeito a algo específico e não geral. Por exemplo: aumentar o número de pacientes nos procedimentos de ortodontia;
  • Mensuráveis – necessário ter uma maneira de medir se as metas estão sendo alcançadas. Por exemplo: aumentar o número de pacientes nos procedimentos de ortodontia em 15%;
  • Alcançáveis – as metas devem ser desafiadoras, mas possíveis de ser alcançadas. Caso contrário, elas provavelmente ficarão de lado, por serem muito difíceis e, provavelmente, serem desmotivadoras;
  • Relevantes – precisam ser metas relevantes para seu negócio e os seus objetivos, para que se faça um esforço real para atingi-las;
  • Temporizáveis – sem um prazo específico para as metas serem concluídas, é muito fácil deixá-las para depois.

Depois de estabelecer as metas, é o momento de definir indicadores de acompanhamento. São eles que vão permitir que você acompanhe sempre se o seu consultório está alcançando seus objetivos.

Além disso, é preciso que o planejamento estratégico seja revisado periodicamente. Assim, será possível verificar se as metas estão sendo alcançadas, se elas ainda fazem sentido e quais mudanças devem ser feitas.

Ferramentas que auxiliam planejamento estratégico

Existem diversas ferramentas que irão te ajudar a responder as seguintes perguntas: onde estamos, para onde queremos ir e como chegar lá?

Uma delas é o software odontológico, que ajuda no registro das contas da sua clínica e do número de pacientes e consultas que você tem hoje, para estabelecer as metas para o futuro.

Além das básicas, como Infogram, para a criação de gráficos e visualização de dados, o Canva, para criar apresentações bem feitas, o Trello, para anotar tudo o que for relevante fazer a gestão, entre outras.

O importante é acompanhar sempre! Afinal, um planejamento estratégico é um trabalho que deve ser feito constantemente.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!