Tratamentos da microdontia e suas possíveis causas

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Descubra quais as principais causas e tratamentos para essa anomalia

As anomalias de tamanho e forma dentárias são bastante comuns no meio odontológico. Entre elas, podemos observar a microdontia.

A microdontia, como a maioria dessas disfunções, pode afetar tanto um grupo de dentes quanto se limitar a um único órgão dental. Mas você sabe quais são as características dessa doença?

A microdontia, como o próprio nome sugere, é uma condição na qual os dentes se desenvolvem com tamanho inferior ao normal.

Logo, a pessoa apresenta dentes muito pequenos, o que pode desencadear a aparição de diversos problemas na cavidade bucal.  Os dentes mais comumente afetados são os incisivos laterais superiores e os terceiros molares.

Uma vez que são extremamente pequenos, esses dentes são chamados por especialistas de microdonicos ou microdões.

Essa anomalia dentária pode ter causas multifatoriais. A explicação se dá tanto por fatores genéticos quanto ambientais. Porém, na maioria dos casos ela não é identificada.

Tipos de microdontia

Existem três principais tipos de microdontia. Aqui iremos detalhar como a anomalia nos dentes se manifesta em cada um dos casos:

Microdontia verdadeiramente generalizada

Esse é o tipo de microdontia em que todos os dentes aparecem menores do que o tamanho normal. É muito rara e comumente relacionado ao nanismo pituitário.

Microdontia generalizada relativa

Nesse caso, todos os dentes aparecem em tamanho normal, mas parecem menores do que os maxilares aumentados. Normalmente, isso é resultado de mandíbulas grandes geneticamente modificadas.

Microdontia localizada

O último tipo é a microdontia localizada, que também é chamada de microdontia pseudo ou focal. Nela, um dos  dentes é menor do que outros dentes com tamanho normal.

Quais problemas a microdontia pode trazer?

Como a doença propicia a aparição de dentes pequenos e menos desenvolvidos que os outros, pode ser que a pessoa portadora encontre dificuldades na hora de realizar a higienização bucal.

Problemas de oclusão também são bastante comuns, uma vez que os dentes afetados ficam muito diferentes dos outros. Assim, a pessoa pode enfrentar problemas de mastigação, fala e até mesmo respiração.

A estrutura óssea facial também pode ser afetada por essa má oclusão, causando deformidades no rosto do indivíduo.

Além disso, não podemos deixar de citar a questão estética. A doença afeta a harmonia de seu sorriso, o que pode diminuir a confiança e autoestima das pessoas.

Como é o tratamento para os dentes pequenos

Primeiramente, você deve procurar o seu dentista de confiança para que seja realizado um diagnóstico. Esse, normalmente é realizado através de um exame clínico, auxiliado por radiografias.

Assim são observados os principais problemas apresentados pela disfunção, como o diastema (espaçamento entre os dentes) e a má oclusão e desalinhamento dentário.

Com isso, é possível escolher entre alguns tratamentos, sendo eles:

  • Ajustar o dente esteticamente. Pode ser preciso cobrir todo o dente com materiais restauradores, como a resina e a porcelana;
  • Acertar a oclusão, buscando evitar a extração de dente e o uso de aparelhos ortodônticos em situações mais simples;
  • Usar o aparelho ortodôntico para retificar as imperfeições geradas pelo dente microdonico.

O interessante é sempre estar atento ao seus dentes e sua saúde bucal.

Qualquer alteração no formato ou tamanho dental pode indicar uma microdontia ou diversos outros problemas. Por isso, não deixe de consultar o seu dentista.

Ramiro Murad
Ramiro Murad
Ramiro Murad Saad Neto, cirurgião-dentista com registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 118151, é graduado pela UNIC e residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Possui habilitação em Harmonização Orofacial e também é gestor de clínicas e franquias odontológicas. Além disso, é integrante da equipe Bucomaxilofacial da Clínica da Villa, que está na Rua Eça de Queiroz, 467 - Vila Mariana, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.