Meloxicam pode ser utilizado em tratamentos de implante

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Entenda tudo sobre o medicamento anti-inflamatório e sua atuação na odontologia

Tanto os dentistas quanto os mais diversos profissionais da área da saúde estão em contato frequente com os mais diversos medicamentos. Entre eles, é possível citar o meloxicam.

O meloxicam é indicado no alívio sintomático da inflamação e dor de intensidade ligeira a moderada, em doenças reumáticas e outras afecções musculosqueléticas.

Meloxicam, em sua forma ativa, é um anti-inflamatório pertencente à família dos não-esteroides. Normalmente, é utilizado no combate de dores e inflamação.

Como usar o meloxicam?

Como o potencial para reações adversas aumenta com a dose e com o tempo de exposição, deve-se utilizar a menor dose diária eficaz durante o menor tempo possível.

Os comprimidos de Meloxicam devem ser ingeridos com água ou algum outro líquido, juntamente com alimentos.

A dose total diária de Meloxicam deve ser administrada como única. O recomendado, independentemente da formulação, é 15 mg.

Qual é a ação do meloxicam?

O meloxicam apresenta propriedades anti-inflamatórias contra dor e febre. Ele age inibindo preferencialmente o funcionamento da enzima responsável pela inflamação, COX-2, e da COX-1 em menor extensão.

O tempo médio para o início da ação do medicamento é de 80 a 90 minutos após a ingestão.

Já quando falamos de uma atuação mais específica do meloxicam na odontologia, é possível dizer que alguns profissionais consideram o uso do remédio em reparos ósseos de pacientes com implantes de titânio recentes.

Isso ocorre pois, segundo alguns estudos, os anti-inflamatórios não esteroidais podem promover alterações no metabolismo do tecido ósseo, influenciando no processo de reparo de fraturas.

Contra-indicações do medicamento

O meloxicam é contra-indicado para pacientes:

  • Possuam alergia ao medicamento ou aspirina;
  • Tenham asma sensível à aspirina;
  • Sofram de insuficiência renal avançada;
  • Estejam em período de gravidez.

Reações adversas do medicamento

Como já dissemos, o potencial para reações adversas aumenta com a dose e o tempo de exposição ao medicamento.

Assim, é possível dizer que de acordo com o contato do paciente com a substância, podem existir:

Reações comuns

  • cefaleia;
  • dor abdominal;
  • dispepsia;
  • diarreia;
  • náusea;
  • vômitos.

Reações incomuns

  • anemia;
  • hipersensibilidade imediata;
  • tontura;
  • sonolência;
  • vertigem;
  • aumento da pressão arterial;
  • rubor facial;
  • hemorragia gastrintestinal oculta ou macroscópica;
  • gastrite;
  • estomatite;
  • constipação;
  • flatulência;
  • eructação.

Reações raras

  • alteração da contagem de células sanguíneas;
  • leucopenia;
  • trombocitopenia;
  • alteração do humor;
  • distúrbio visual inclusive visão turva;
  • conjuntivite;
  • zumbido;
  • palpitações;
  • asma;
  • úlcera gastroduodenal;
  • colite;
  • esofagite;
  • necrólise epidérmica tóxica;
  • urticária.

Reações muito raras

  • perfuração gastrintestinal;
  • hepatite;
  • dermatite bolhosa;
  • eritema multiforme;
  • insuficiência renal aguda.

Estudos ainda indicam que existe algumas reações que podem ocorrer com frequência desconhecida, o que pode dificultar bastante o trabalho dos profissionais da área da saúde ao identificar.

Entre elas, é possível citar uma reação anafilática, reação anafilactoide, estado confusional, desorientação, reação de fotossensibilidade, infertilidade feminina.

Ainda durante o tratamento você poderá apresentar reações indesejadas, relacionadas ao sistema nervoso, como visão borrada, tontura, vertigem ou sonolência.

Portanto, você deve ter cautela ao dirigir veículos ou operar máquinas e evitar tais tarefas potencialmente arriscadas, caso você apresente estas reações ao meloxicam. Assim é possível evitar maiores complicações.

Silmara Alves Rozo Ducatti
Silmara Alves Rozo Ducatti
Silmara Alves Rozo Ducatti é cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS). Possui registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 121811 e integra a equipe odontológica da RD Design Oral, que fica na Alameda Grajaú, 98 - sala 1207 - Alphaville, Barueri - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.