Implante zigomático é indicado em casos de atrofia óssea

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Entenda um pouco mais sobre as vantagens desse procedimento

Pacientes que utilizam dentadura por muito tempo acabam perdendo ossos da região maxilar, o que pode acarretar uma atrofia óssea. Para eles, uma alternativa pode ser o implante zigomático.

Em casos como esses, a prótese não se estabiliza na boca, não se fixando de forma adequada e causando bastante desconforto e dificuldade a mastigação e fala. Aí, a necessidade do implante zigomático.

O implante zigomático, como o próprio nome já diz, é um implante de titânio fixado no osso zigomático por um acesso intrabucal. Esse tipo de implantes tem como função servir de ancoragem para próteses dentárias.

Quando bem executada, essa técnica apresenta um índice alto de sucesso nos pacientes.

Quando o tratamento é indicado?

A partir de exames de raio x analisados criteriosamente, o dentista pode indicar esse tratamento.

O conveniente, é que ele seja efetuado quando existe a ausência severa de ossos maxilares do paciente e a reconstrução a partir de enxertos é complicada ou o paciente não deseja essa opção.

O detalhe é que esses implantes só podem ser realizados na parte superior da arcada dentária, onde fica localizado o osso zigomático.

Como é realizado o implante

Os pinos de titânio são ancorados e fixados ao osso zigomático, que se localiza acima do maxilar.
Esse osso é responsável pela projeção facial, popularmente conhecida como nossa “maçã do rosto”.

Após dois ou três dias da cirurgia, a prótese é colocada. Em casos de enxertos de grande porte, deve-se utilizar uma prótese provisória móvel por, aproximadamente, seis meses. O procedimento é realizado em hospital.

Os implantes de titânio são longos e podem variar, normalmente, de 3 a 5 centímetros, diferente dos convencionais que medem de 1 a 1,5 centímetros.

A técnica, que foi proposta por um professor doutor, o sueco Branemarck em 1998, quando bem empregada apresenta elevados índices de sucesso.

A indicação dos implantes zigomáticos obedece a um rigoroso critério de avaliação, devendo a sua utilização restringir-se a casos específicos.

Vantagens do implante zigomático

Tratamentos realizados com implantes de titânio apresentam uma série de vantagens ao paciente, tais como:

  • É muito rápido. Após o procedimento, a prótese pode ser colocada em até 72 horas;
  • Também é bastante seguro. Quase 100% dos tratamentos acabam com sucesso;
  • O tratamento é bastante simples e viável economicamente;
  • Cirurgia menos invasiva, se comparada às cirurgias com enxertos ósseos retirados de outras regiões do corpo do paciente;
  • Reabilitação mais rápida, exatamente por dispensar enxertos ósseos;
  • Em muitos casos, estes são os únicos implantes capazes de resolver o problema específico do paciente.

Quando não é aconselhável realizar o procedimento?

É importante ressaltar que os implantes são indicados para substituir dentes perdidos ou, eventualmente, que não se formaram.

Assim, em todas as idades pode haver indicação para instalação de implantes.

Entretanto, a recomendação mais conservadora sugere que os implantes sejam instalados somente após o término do crescimento corporal ,ou seja, a partir do final da adolescência, quando a pessoa já está bastante desenvolvida.

Quanto às demais idades, toda pessoa tem condições de receber tratamento com implantes, incluindo-se nessa categoria os mais idosos.

Condições locais, situações sistêmicas, hábitos comportamentais, etc serão importantes na tomada de decisão. Mas sabe-se que a idade avançada não é um fator limitador da colocação de implantes.

O especialista fará uma avaliação personalizada e analisará, com o apoio de exames médicos, as particularidades de cada caso, definindo se o uso do implante zigomático é possível.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.