Deixe a hepatite B longe de seu consultório odontológico

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Saiba qual é a relação dessa doença com a odontologia

Hepatite B é um dos tipos da doença existentes comuns, mas que pode ser facilmente evitadas por meio da vacina. Ela também pode ser classificada A, C, D e E.

Em nosso país, estima-se que quase 15% da população já foi contaminada e ainda 1%  é portadora do vírus da hepatite B.

A hepatite B é uma doença transmitida pelo vírus HBV, e costuma causar irritação e inflamação do fígado do indivíduo afetado.

Uma vez que o HBV está presente no sangue, no esperma e no leite materno, esse tipo de hepatite é considerada uma doença sexualmente transmissível.

Sintomas da Hepatite B

A manifestação dos sintomas da hepatite B costumam acontecer entre dois a quatro meses após o primeiro contato da pessoa com o vírus. A sua intensidade varia bastante de pessoa para pessoa.

Aqui iremos apresentar os principais sintomas da doença, sendo eles:

  • Dor abdominal;
  • Urina escura;
  • Febre;
  • Dor nas articulações;
  • Perda de apetite;
  • Náusea e vômitos;
  • Fraqueza e fadiga;
  • Amarelamento da pele, também chamado de icterícia.

Embora a hepatite B seja uma doença extremamente grave, sendo muitas vezes fatal, alguns pacientes não chegam sequer a apresentar algum sintoma.

Ainda que muitas pessoas consigam se curar, eliminando o vírus do corpo, uma pequena parcela dos infectados tendem a se tornar portadores crônicos da doença.

De modo geral, esses indivíduos não apresentam nenhum sintoma, mas correm o risco de desenvolver doenças hepáticas mais graves, como cirrose ou câncer primário do fígado.

Hepatite B x Profissionais da Odontologia

É inevitável que os profissionais, não apenas da odontologia mas da saúde no geral, sejam mais suscetíveis a infecções pelo vírus da hepatite B.

Portanto, quando mais tempo de profissão o dentista tiver, maior a chance dele já ter entrado em contato com o vírus HBV.

Isso por que no passado as medidas de prevenção e imunização eram extremamente escassas. Assim, cresce a importância do profissional se imunizar o mais cedo possível.

Ainda é importante ressaltar que o profissional sempre deve trabalhar utilizando equipamentos de proteção individual.

O profissional pode se contaminar ao tocar secreções de saliva ou sangue de um paciente contaminado. Assim, é fundamental que ele utilize esses equipamentos de proteção.

Outros riscos da hepatite B na odontologia

Ao atender um paciente com hepatite B, o profissional deve ter alguns cuidados com os seguintes aspectos:

Degradação de fármacos

A infecção viral no fígado acaba comprometendo os hepatócitos do indivíduo afetado. Assim, é necessário ter atenção redobrada ao se receitar um remédio para o paciente.

Isso por que algumas drogas receitadas podem ter potencial hepatotóxico, prejudicando ainda mais o fígado da pessoa.

Outras doenças sistêmicas

Pacientes com hepatites virais apresentam, muitas vezes, outras doenças sistêmicas,como hipertensão, diabetes mellitus, cirrose hepática e insuficiência renal crônica.

Essas requerem atenção especial quanto ao atendimento odontológico. Logo, é ideal questionar o paciente antes de qualquer consulta.

Lesões intrabucais

Aqui observamos a ligação direta entre a hepatite b e a saúde bucal. Algumas alterações bucais têm sido muito relacionadas com a hepatite, especialmente a hepatite c.

Podemos citar a xerostomia, o líquen plano, a sialadenite, a gengivite e a síndrome de sjögren. Assim, é necessária a realização de um exame intrabucal bastante específico para descobrir a origem dessas doenças.

Se for o caso, o encaminhamento ao profissional especializado deve ser recomendado, uma vez que a hepatite b não é tratada por cirurgiões-dentistas clínicos.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.