Frutas tropicais causam alterações na saúde bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui quais são as principais frutas tropicais que comprometem a saúde bucal

Manter uma vida saudável e equilibrada é o objetivo de muitas pessoas. Para isso, elas fazem exercícios, bebem bastante água e mantém uma alimentação regrada. Por isso, muitas consomem as frutas tropicais.

Garantir a pele jovem, ganhar nutrientes e manter o sistema imunológico forte são algumas das vantagens promovidas pelas frutas tropicais. Mas é preciso ficar atento à acidez delas!

As frutas tropicais são alimentos que trazem muitos benefícios para a nossa saúde. No entanto, por serem ácidos, também podem causar algumas alterações na saúde bucal.

Se você ficou interessado pelo assunto, então fique ligado neste artigo. Isso porque vamos tirar todas as suas dúvidas e mostrar curiosidades sobre as frutas tropicais e a saúde bucal. Vamos começar?

Principais Frutas Tropicais

Nós já sabemos que existe uma variedade muito grande de frutas. Assim, as mais conhecidas e populares são:

  • Manga;
  • Abacaxi;
  • Açaí;
  • Acerola;
  • Cajá;
  • Caju;
  • Coco;
  • Graviola;
  • Goiaba;
  • Papaya;
  • Maracujá;
  • Limão;
  • Kiwi;
  • Romã;
  • Banana;
  • Lichia;
  • Pêssego;
  • Cereja;
  • Damasco;
  • Amora; e
  • Abacate.

Benefícios das Frutas Tropicais

As frutas são essenciais para a manutenção da nossa saúde. Dessa form, um dos principais benefícios delas é o alto valor nutritivo. Na sua maioria, elas são ricas em:

  • Vitaminas;
  • Nutrientes;
  • Minerais;
  • Substâncias antioxidantes;
  • Proteínas; e
  • Fibras.

Além disso, grande parte delas geram energia e ajudam a manter a estética e saúde do nosso corpo. Curiosidade: as frutas são essenciais para cuidar do cabelo, unha e pele, por exemplo.

Outro benefício é que alguns desses alimentos ajudam a manter o nosso organismo saudável.

  • Ajudam com a prevenção de gripe e resfriado;
  • Ajudam no combate de inflamações;
  • Controlam os níveis de colesterol e triglicérides;
  • Controlam a circulação sanguínea; e
  • Auxiliam na saúde do sistema imunológico.

Quais São as Consequências Para a Saúde Bucal?

As frutas tropicais são bastante ácidas. E a acidez pode comprometer a saúde bucal. Os principais vilões da saúde bucal são os sucos de frutas tropicais. Isso porque o líquido contém uma grande quantidade de ácidos.

Dessa forma, a dieta líquida ácida traz alterações na cavidade bucal, principalmente por ter um potencial erosivo elevado. Assim, o principal risco das frutas tropicais é a erosão ácida.

Ele é caracterizada por promover a perda do esmalte dentário. Com isso, a superfície do esmalte se deteriora.

Curiosidade: o esmalte é a camada dura e externa do dente. Esse componente é muito mineralizado e por isso é considerado o tecido mais forte de todo o corpo humano. As suas principais funções são:

  • Proteção do dente;
  • Impede a formação da cárie;
  • Impede a sensibilidade dos dentes;
  • Proteção contra as mudanças bruscas de temperaturas;
  • Protege contra o desgaste do dente;
  • Proteção contra bactérias;
  • Proteção contra a erosão dental;
  • Dar coloração ao dentes; e
  • Dar força e resistência ao dente.

O impacto da acidez de frutas tropicais é impulsionado quando:

  • Bebemos em grandes goles;
  • Retemos a bebida na boca; e
  • Bochechamos o líquido na boca antes de engolir.

Principais Sintomas da Erosão Dentária

A erosão dental pode ser sentida de diferentes maneiras. A maioria dos pacientes sente uma sensibilidade nos dentes. Isso acontece porque quando o esmalte vai se desgastando, a dentina fica exposta.

Dessa forma, os dentes pedem a camada de proteção e ficam mais sensíveis. Inclusive, beber líquidos gelados gera muito incômodo.

Outro sintoma é a coloração amarelada dos dentes. O nosso esmalte é esbranquiçado, no entanto, a dentina é mais puxada para o tom do amarelo ou marrom. Com a dentina exposta, os nossos dentes ficam mais escuros.

Além disso, os pacientes podem achar que os dentes estão ficando arredondados. Isso acontece porque o ácido das frutas deixa o dente com o aspecto mais áspero e modifica o formato da sua borda.

Devemos lembrar que a coloração da borda do dente tende a ficar transparente. E, por último, algumas lesões podem se manifestar na superfície oclusal do dente.

Essas lesões são conhecidas como lesões em forma de taça. Assim que você notar algum desses sintomas, procure pela avaliação do profissional da área da odontologia.

Diagnóstico

Para ter certeza de que o paciente manifesta a erosão dentária, o dentista fará o diagnóstico.

E, como ele é realizado? Bom, a resposta é simples: por meios de exames. O principal exame a ser feito é o exame clínico, que é dividido entre anamnese e exame físico.

Na anamnese o profissional avalia o histórico odontológico do paciente, além de fazer perguntas sobre os sintomas. Durante o exame físico, o dentista analisa toda a cavidade bucal.

Assim, caso seja necessário, o profissional pode pedir por exames complementares.

Tratamento

Depois de estabelecido o tratamento, o profissional consegue, em conjunto com o paciente, estabelecer o melhor tratamento. Na maioria dos casos, os profissionais indicam a restauração do dente comprometido pela erosão.

Dessa forma, é possível realizar a correção da superfície dental.

Importante: dependendo do quadro clínico da lesão, o profissional pode indicar a colocação dos implantes.

Além disso, quando a estrutura do dente não puder ser recuperada por estar totalmente comprometida, a extração dentária é recomendada. Após a retirada do dente prejudicado o profissional coloca uma prótese.

Curiosidade: a prótese dentário é um meio para substituir e recuperar a funcionalidade e estética do dente.

Equilíbrio é Essencial!

Agora ficou a dúvida: devo parar de consumir esse tipo de fruta? A resposta é não!

Nós já vimos sobre os benefícios delas e o quanto elas são essenciais para manter o nosso organismo saudável. Por isso, não é ideal que você interrompa o consumo delas.

Ao invés disso, você pode mudar o modo como você realiza essa alimentação. Dessa forma, os profissionais indicam que você não deve ficar com o líquido (suco) por muito tempo na boca e nem ficar fazendo bochechos.

Além dessas recomendações, você precisa tomar cuidado com a higiene bucal. Só assim você evita a erosão.

Por isso, escove os dentes, passe o fio dental e o enxaguante bucal. Por último, marque visitas ao dentista para ver como anda a sua saúde bucal, além de entender mais sobre a relação entre saúde bucal e frutas tropicais.

Silmara Alves Rozo Ducatti
Silmara Alves Rozo Ducatti
Silmara Alves Rozo Ducatti é cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS). Possui registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 121811 e integra a equipe odontológica da RD Design Oral, que fica na Alameda Grajaú, 98 - sala 1207 - Alphaville, Barueri - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.