Fratura de côndilo mandibular é grave e bastante dolorosa

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Entenda quais são os principais causas e tratamentos para a lesão

Dentre as diversas fraturas faciais existentes, podemos citar a fratura de côndilo mandibular. Ela é uma das mais frequentes em ossos mandibulares, representando entre 30% e 45% dos casos.

Portanto, trata-se de uma lesão extremamente recorrente nos consultórios odontológicos. Segundo estudos, a fratura de côndilo mandibular ocorre principalmente em jovens e adultos.

Fratura de côndilo mandibular é uma lesão que atinge a região lateral da mandíbula, muito próxima da articulação temporomandibular. É uma lesão extremamente dolorida e que gera discussões sobre seu tratamento.

Causas para Fratura no Côndilo Mandibular

A mandíbula é o único osso móvel de nossa face, sendo responsável pelas funções básicas e essenciais. Por exemplo, a mastigação, deglutição e fala.

Por conta de sua anatomia e por se localizar no terço inferior da face, a região da mandíbula está mais suscetível a sofrer traumas, fraturas ou qualquer outro tipo de lesão.

O diagnóstico dessas lesões é realizado através da história clínica e pelos sintomas apresentados pelo paciente. Além disso, são realizados exames complementares de raio x, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Assim, as fraturas na mandíbula podem ter diversas causas. Dentre as principais, podemos citar:

  • Trauma direto;
  • Queda;
  • Acidentes automobilísticos;
  • Remoção de dentes;
  • Agressões físicas;
  • Acidentes esportivos;
  • Doenças metabólicas, como por exemplo um tumor ou câncer.

Principais sintomas da Fratura de Côndilo Mandibular

É claro que os sintomas podem variar bastante de pessoa para pessoa. No entanto, os principais nesse tipo de situação são:

  • Dor local;
  • Dor ao mastigar e ao deglutir;
  • Edema;
  • Deformidade facial;
  • Sangramento;
  • Crepitações ósseas (estalos);
  • Travamento da boca;
  • Alterações de oclusão dentária;
  • Alteração da articulação temporomandibular (ATM).

A lesão é extremamente próxima da ATM. Por isso, a principal preocupação dos profissionais é que essa articulação tão importante do nosso organismo sofra danos muito agressivos, dificultando o tratamento.

Como é o tratamento da Fratura de Côndilo?

Existem duas maneiras de se realizar um tratamento para o problema, sendo uma conservadora e outra cirúrgica.

Desse modo, o tratamento conservador engloba, entre outras técnicas:

  • Uso de analgésicos e anti-inflamatórios;
  • Compressas de gelo;
  • Alimentação deve ser líquida e pastosa;
  • Imobilizar a região;
  • Tratamento fisioterápico;
  • Tratamento osteopático (osteopatia craniana).

Já o tratamento cirúrgico é indicado em casos mais graves, como:

  1.  Deslocamento do côndilo para a fossa craniana média;
  2.  Impossibilidade de uma adequada oclusão pela técnica fechada;
  3.  Deslocamento extra-capsular lateral do côndilo;
  4.  Presença de corpos estranhos dentro da cápsula articular;
  5.  Obstrução mecânica impedindo a função da articulação temporomandibular;
  6.  Fraturas expostas que requerem tratamento imediato.

Assim, a cirurgia pode variar bastante. Quando ocorre a luxação do côndilo é indicado tratamento por meio da fixação de placas.

Em outras ocasiões, pode-se efetuar o tratamento aberto. Nele, os procedimentos realizados são:

  • Colocação de barra de Erich em maxila e mandíbula;
  • Colocação de elásticos para bloqueio maxilo mandibular trans-operatório;
  • Abordagem para fratura de côndilo (redução e fixação);
  • Uso de elásticos classe II pós-cirúrgico, caso o paciente não consiga retornar a oclusão prévia;
  • Fisioterapia pós-operatória agressiva.

Assim, é possível curar uma fratura de côndilo mandibular. O profissional deve escolher o melhor tratamento a ser seguido para que os resultados sejam satisfatórios.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!