Fios de polidioxanona: quais as vantagens e desvantagens?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Saiba o que são os fios de polidioxanona e como são usados na odontologia!

Com o objetivo de eliminar rugas, marcas de expressão e obter uma aparência mais jovem, o procedimento cirúrgico conhecido como lifting facial se tornou bastante popular. Contudo, com o avanço tecnológico, outras alternativas no setor estético tornaram o procedimento menos invasivo, caso do uso dos fios de polidioxanona.

Mas, você sabe o que são os fios de polidioxanona?

Os fios de polidioxanona, também chamados de fios de PDO, são tipos de fios bioestimuladores menores usados em procedimentos estéticos para a suspensão dos tecidos da face e do corpo. Seu principal efeito é o estímulo da produção de colágeno.

O Que São Fios de PDO e Como Agem?

Os fios de PDO, feitos de polidioxanona, são fios sintéticos biodegradáveis e compatíveis com o organismo. Isto é, com baixos riscos de alergia.

Seu principal objetivo é o rejuvenescimento da pele por meio do estímulo de colágeno no local onde é aplicado.

Os fios são aplicados sob a pele por meio de agulhas de acupuntura. Somente o trauma ocasionado na pele pela agulha já é capaz de iniciar o estímulo de colágeno.

Porém, uma vez que os fios estão sob a pele, o organismo inicia um processo de degradação do fio, conhecido como hidrólise.

A partir daí, os fios de sustentação passam a perder o seu volume externo, sendo reabsorvidos e fazendo com que as células do fibroblasto, produtoras de colágeno passem a trabalhar mais.

Elas estão localizadas na derme e, após o procedimento, o novo colágeno se desenvolve no local onde antes estava o fio.

Dessa forma, o colágeno novo amadurece e aumenta a sustentação da pele, melhorando a flacidez e produzindo o efeito de lifting facial.

Como os Fios de Polidioxanona Podem ser Usados na Odontologia?

Os fios de PDO também podem ser recomendados na odontologia estética, um procedimento chamado de cosmiatria orofacial.

Assim, por meio dessa abordagem, é possível realizar inúmeros tratamentos e corrigir diversos “problemas” estéticos. Dentre os benefícios do uso dos fios de sustentação PDO, podemos citar :

  • Otimização no contorno do lábio perioral;
  • Correção de flacidez em região submentoniana;
  • Corrigir sorriso assimétrico;
  • Correção dos sulcos nasolabiais e rugas de marionete persistentes após recuperação de DV;
  • Rítides labiais de fumante;
  • Casos de bruxismo intenso e apertamento;
  • Casos de perda do suporte dentário;
  • Sequelas de traumatismos em região perioral (mordeduras, traumas avulsivos parciais);
  • Reposicionamento dos tecidos, a fim de melhorar a tonacidade da pele e suavizar marcas de expressão, como o sulco nasogeniano (bigode chinês);
  • Otimização da estética orofacial, após reabilitações dentárias extensas;

Quais as Suas Vantagens e Desvantagens?

Uma das principais vantagens do tratamento com os fios de polidioxanona é o seu efeito imediato.

Além disso, constitui-se um processo muito menos invasivo, não sendo necessário o uso de anestesias complexas, apenas a anestesia local.

O procedimento é realizado de forma rápida, com cerca de 40 minutos de duração.  O pós-operatório também é considerado muito simples, sem grandes restrições de atividades.

Por outro lado, o procedimento também apresenta desvantagens.

Isto é, apesar de promover o efeito de Lifting facial, ele não interrompe o processo de envelhecimento natural do corpo, o que quer dizer que possui um efeito passageiro.

Também é possível que o paciente apresente alguns efeitos colaterais dos fios de PDO, como dores, vermelhidão ou leves edemas.

Já o valor do fio de PDO pode variar conforme a região e o profissional escolhido para realizar o tratamento.

Por ser um processo pouco invasivo e com uma produção de colágeno natural, os fios de polidioxanona podem ser muito vantajosos não apenas para a pele, mas, como vimos, também para procedimentos da odontologia estética.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!