Exodontia de terceiro molar é motivada por diversos fatores

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Exodontia de terceiro molar é um dos procedimentos mais realizados na odontologia

Muitas vezes, durante as consultas de rotina, o dentista identifica distúrbios em nossa saúde bucal que, no futuro, poderão causar problemas mais graves. Um deles está relacionado com o nascimento do siso. Assim, é necessário efetuar a exodontia de terceiro molar.

Mas fique tranquilo. A exodontia de terceiro molar é umas das intervenções cirúrgicas mais realizadas na odontologia e normalmente não gera complicações.

A exodontia de terceiro molar acontece quando o dentista verifica que a presença desse dente pode prejudicar a saúde bucal. O procedimento pode ocorrer com os dentes ainda inclusos ou já erupcionados.

Motivações que levam à exodontia

A permanência desse dente frequentemente afeta a saúde bucal do paciente. Por isso, é necessário retirá-lo. Veja as principais motivações que levam à exodontia de terceiros molares:

  • Posição da coroa do terceiro molar;
  • Posição da raiz;
  • Quantidade de tecido ósseo ao seu redor;
  • Comportamento do terceiro molar com o segundo molar ao seu lado;
  • Relação do terceiro molar inferior com o nervo alveolar inferior;
  • Por conta do seu posicionamento muito encoberto, leva ao acúmulo de placa bacteriana;
  • Pressão no restante da arcada, desalinhando-a;
  • Má oclusão;
  • Fonética comprometida;
  • Sisos inclusos por falta de espaço ou por mal posicionamento;
  • Surgimento de dor em outros lugares do rosto, como na mandíbula ou perto dos ouvidos.

Sobre os sisos inclusos

Os dentes inclusos são aqueles que não conseguem erupcionar por algum motivo.

Dessa forma, não atingem sua posição ideal na arcada dentária. Isso implica em problemas para os outros dentes, pois o seu mal posicionamento os compromete.

De todas as motivações citadas acima, a exodontia de terceiro molar incluso é a que merece maior atenção, já que é a mais habitual.

Sintomas de inflamação no terceiro molar

Quando o terceiro molar inicia seu processo de erupção, facilmente pode inflamar o tecido gengival do local. Confira os sintomas:

  • Mau hálito;
  • Vermelhidão na área da boca onde ele está localizado;
  • Dor aguda no dente, no rosto e na cabeça.

Extração do terceiro molar

É comum que os dentistas peçam que os pacientes tomem alguns medicamentos dias antes da operação. Isso favorece a cicatrização e a amenização da dor pós-operatória.

A exodontia de terceiro molar não erupcionado  é feita a partir da administração de uma anestesia local. Em seguida, o dentista faz uma incisão na gengiva que envolve o dente do siso.

Ele a desloca e efetua sua retirada utilizando os instrumentos odontológicos adequados. Por fim, o profissional remove os resíduos do dente que possam ter ficado para trás, limpa a cavidade e sutura o tecido.

O tempo de procedimento varia de acordo com a posição do dente e com a facilidade em extraí-lo. Em situações mais fáceis, a cirurgia é feita em cerca de 30 minutos. Em mais complexas, podem exceder uma hora.

Pós-operatório da exodontia

É importante que o paciente cumpra à risca as recomendações do pós-operatório para não ter complicações.

  • Fazer compressas de gelo para reduzir o inchaço e o incômodo;
  • Comer alimentos pastosos ou líquidos nos primeiros dias depois da operação;
  • Ingerir os medicamentos prescritos pelo dentista;
  • Evitar ao máximo fumar;
  • Não consumir bebidas alcoólicas;
  • Efetuar uma boa higiene bucal;
  • Voltar ao consultório após uma semana para verificar a cicatrização.

Em resumo, é fundamental realizar a exodontia de terceiro molar porque ele pode gerar outros problemas para a cavidade bucal. Além disso, seguir as orientações do dentista fazem o pós-operatório ser muito mais simples.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.