E-caderina e sua relação com o câncer na boca

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Molécula está relacionada com a adesão celular

O desenvolvimento de uma lesão tumorosa causa diversas alterações no organismo humano. Uma delas está associada à E-caderina.

Conheça mais sobre a E-caderina e sua relação com a saúde bucal neste artigo!

E-caderina é uma glicoproteína que tem importante participação na adesão celular do tecido epitelial.

Ela é uma das principais entre o grupo das caderinas. Ou seja, a classe de moléculas que expressa a adesão celular, podendo estar em forma de E-caderina positiva ou E-caderina negativa.

Um desenvolvimento tumoral pode causar quedas na taxa de adesão celular por parte dessa molécula. Inclusive, essa adesão pode ser perdida em casos mais avançados da lesão.

Esse acontecimento facilita o processo de metástase do tumor. É nesse ponto que ocorre a associação entre E-caderina e odontologia.

Isso porque essa molécula pode estar relacionada com algumas lesões tumorais bucais, como o carcinoma espinocelular oral, podendo servir como um marcador de prognóstico.

O que é o carcinoma espinocelular oral?

Essa patologia representa a grande maioria dos casos de patologias tumorais que afetam a boca.

Dessa maneira, por conta da frequência, é comum que, quando falamos em câncer de boca, estejamos nos referindo a essa patologia específica.

Este tipo de câncer na boca se inicia em formas primitivas de células escamosas. Em geral, essas células são responsáveis por formar o revestimento da boca e da garganta.

Causas do carcinoma espinocelular oral

Estudos revelam que, além da predisposição genética, o hábito de fumar e a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas estão diretamente relacionados ao desenvolvimento dessa lesão.

Além disso, a exposição à radiação solar e a ação do papilomavírus humano, responsável pela ocorrência de HPV, também podem ser motivadores do problema.

Características facilmente controláveis, como a má higiene bucal e a falta de vitamina C na dieta, também podem servir como catalisadores para o desencadeamento de um câncer bucal.

Em contrapartida, a ingestão de alguns alimentos, como frutas e vegetais, representa uma forma de reduzir o risco de ocorrência da patologia.

Sintomas do câncer de boca

Entre alguns dos sintomas da patologia, podemos citar:

  • Alterações na fala;
  • Dificuldade para mastigar e para engolir;
  • Perda de sensibilidade ou sensação de dormência em diferentes regiões da boca;
  • Desenvolvimento de caroço ou inchaço na bochecha;
  • Dor ou sensação de ter algo preso na garganta;
  • Ferida nos lábios, gengiva ou no interior da boca, com a presença de sangramentos e melhora demorada;
  • Desenvolvimento de manchas brancas ou vermelhas na gengiva, língua ou qualquer outra parte da boca;
  • Inchaço que impossibilita a adaptação correta da dentadura.

Contudo, nem sempre é possível identificar os primeiros sinais que indicam a existência do câncer na boca.

Por isso, é importante que o paciente realize exames de rotina periódicos junto a um profissional qualificado, como meio de prevenção.

Tratamento do câncer na boca

Em geral, o tratamento para esse tipo de patologia consiste em uma cirurgia seguida de tratamentos mais agressivos. Exemplos são a radioterapia ou a quimioterapia.

A identificação do câncer na boca, inclusive aquela que se baseia na E-caderina, normalmente é realizada pelo dentista. Já cirurgia e outros procedimentos posteriores são gerenciados por um cirurgião de cabeça e pescoço (CCP).

Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira é cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Possui especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Também é professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilofacial e Harmonização Orofacial e voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil). Com o registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 52860, Valdir integra a equipe odontológica do Instituto Bernal e Oliveira, que está localizado na Avenida dos Imarés, 572A - Indianópolis, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.