Dentes superiores são maiores e proporcionam encaixe

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Os dentes superiores começam a nascer a partir dos sete meses, quando decíduos, e dos sete anos, quando permanentes

Cada um dos dentes em nossa arcada tem sua função e auxiliam na mastigação e fonética. Por isso, para manter a harmonia da boca, os dentes superiores tem papel fundamental.

Em geral, os dentes superiores são maiores que os inferiores, proporcionando o encaixe ideal. Se a proporção entre as duas arcadas for irregular, resultam na má oclusão.

Os dentes superiores são os que estão aderidos à maxila. Sua divisão e estrutura é a mesma que a da estrutura inferior.

Estrutura do dente

Estruturas dos molares superiores

A anatomia dentária é dividida em:

  • Coroa: é a parte visível e superior do dente. O formato dita qual a função dos dentes;
  • Linha de junção dentária e gengival: é o espaço onde os dentes se encontram e se alinham;
  • Raiz: é responsável por ligar o dente com o osso;
  • Polpa: é o local onde os vasos sanguíneos e os nervos do dente passam dentro da boca;
  • Esmalte: é a camada externa que reveste e dá a coloração ao dente. Ela é mineralizada e dura;
  • Dentina: camada interna que encontra-se debaixo do esmalte.

Função dos dentes

Função dos incisivos superiores

Durante a mastigação, cada dente possui sua especialidade.

  • Incisivos superiores: dentes situados na parte da frente da boca que servem para cortar alimentos;
  • Caninos superiores: são em formato pontiagudo e tem como função rasgar os alimentos;
  • Pré-molares superiores e molares superiores: possuem o objetivo de triturar os alimentos. Estão localizados do meio para o fundo da boca.

Nascimento dos dentes

Nascimento dos caninos superiores

Existem dois tipos de dente: os decíduos, popularmente conhecidos como dentes de leite, e os permanentes.

Confira a cronologia de ambos:

Dentes de leite

  • Incisos centrais inferiores: 4 a 7 meses;
  • Incisos centrais superiores: 8 a 12 meses;
  • Incisos laterais superiores: 9 a 13 meses;
  • Incisos laterais inferiores: 10 a 16 meses;
  • Primeiros molares superiores: 1 ano a 1 ano e 7 meses;
  • Primeiros molares inferiores: 1 ano e 2 meses a 1 ano e 6 meses;
  • Caninos superiores: 1 ano e 4 meses a 1 ano e 10 meses;
  • Caninos inferiores: 1 ano e 5 meses a 2 anos;
  • Segundos molares inferiores: 2 anos a 2 anos e 5 meses;
  • Segundos molares superiores: 2 anos a 2 anos e 9 meses.

Dentes permanentes

  • Incisos centrais inferiores: 6 a 7 anos;
  • Incisos centrais superiores: 7 a 8 anos;
  • Incisos laterais superiores: 8 a 9 anos;
  • Incisos laterais inferiores: 7 a 8 anos;
  • Primeiros molares superiores: 10 a 11 anos;
  • Primeiros molares inferiores: 9 a 11 anos;
  • Caninos superiores: 11 a 12 anos;
  • Caninos inferiores: 9 a 11 anos;
  • Segundos molares inferiores: 11 a 12 anos;
  • Segundos molares superiores: 10 a 12 anos;
  • Terceiros molares superiores: 17 a 21 anos;
  • Terceiros molares inferiores: 17 a 21 anos.

Tipos de oclusão

Oclusão dos pré-molares superiores

Há três tipos de oclusão. Confira como agem:

  • Classe I

Esse tipo de oclusão é considerado o mais comum e correto. É caracterizado pela presença de dentes superiores levemente maiores que os inferiores. Portanto, a mordida ocorre de maneira normal.

  • Classe II

É considerado um tipo de má oclusão.

Na oclusão dentária de classe II, a parte superior da arcada dentária é muito maior quando comparada com a parte inferior, sendo acompanhada do avanço do maxilar.

  • Classe III

Dessa vez, a diferença de tamanho é relacionada aos dentes inferiores. Nesse tipo de má oclusão, os inferiores se apresentam extremamente menores do que os dentes superiores. Dessa forma, ocorre o avanço da mandíbula.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.