Importância de levar a criança no dentista com regularidade

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Profissionais podem criar ambientes mais atrativos para as crianças

A saúde bucal deve ser acompanhada desde os meses iniciais de vida, principalmente a partir do nascimento do primeiro dente. A partir daí, os pais estar ainda mais atentos e levar a criança no dentista.

As crianças no dentista devem se sentir confortáveis e cientes do que será feito. Os pais não devem ameaçá-las para que elas se comportem porque só as deixará mais aflitas e com medo.

Levar a criança no dentista logo no início de sua vida é importante pois, previne complicações futuras. Se o odontopediatra identificar qualquer disfunção, ele poderá corrigi-la rapidamente, especialmente se for ortodôntica.

Isso evita que as crianças tenham de usar aparelhos fixos, por exemplo.

Por que a escolha de um odontopediatra?

O odontopediatra é o profissional preparado para cuidar de crianças desde cedo, com conhecimento técnico e abordagem psicológica adequada ao atendimento de bebês, crianças e adolescentes.

É importante que os pais, as crianças e o especialista tenham a relação mais transparente possível. Isso possibilita que o tratamento flua tranquilamente, sem maiores problemas quando os pais forem levar as crianças ao dentista.

Portanto, os pais devem conversar com odontopediatra sobre os medos da criança e as experiências ruins que ela já teve. Dessa forma, o profissional saberá contornar a situação e promover um ótimo tratamento.

Além disso, o consultório também deve ser atrativo, ajudando a criança a se sentir confortável, confiante e descontraída.

Principais atividades do odontopediatra

Para propiciar uma boa saúde bucal, a odontopediatria tem como base educar os jovens desde cedo para que se conscientizem dos problemas que uma má higienização da boca pode acarretar.

Nas visitas, as medidas tomadas pelo profissional evitarão:

  • Erosão dental: desgaste acentuado do dente;
  • Cárie dental;
  • Doença periodontal;
  • Oclusopatias: alteração no encaixe dos dentes e/ou arcadas;
  • Traumatismos orais.

Normalmente, os procedimentos mais comuns que ele realiza são:

  • Aplicação de flúor;
  • Aplicação de selantes;
  • Ortodontia;
  • Educação e higiene.

Dicas para distrair a criança

Algumas crianças ficam inquietas quando vão ao dentista. Por isso, é importante mantê-las distraídas.

Confira algumas dicas de como distrair as crianças no dentista:

Decoração atrativa

Com uma decoração atrativa, a criança pode ficar mais familiarizada. Isso minimiza os medos das consultas.

É importante que o consultório tenha uma decoração que agrade os meninos e as meninas.

Uniformes

Os jalecos podem ser sem graça e impor um tom gélido, nada aconchegante para o pequeno. Uniformes que saem do padrão, com desenhos animados e cores fortes, por exemplo, acabam cativando mais a criança.

Brinquedos

Durante os procedimentos, é comum a criança querer ver os objetos com as próprias mãos. Assim, acaba retardando os processos e atrapalhando o dentista.

Ter brinquedos que se assemelhem aos aparelhos faz com que a criança se distraia, conheça os instrumentos e deixe que o profissional realize o tratamento.

Além desses brinquedos odontológicos, o dentista pode ter os convencionais também, pois ajudam a entreter as crianças.

Diversão

É interessante que o dentista coloque sempre um ar de diversão durante a consulta. Com todos aqueles aparatos, ele tem tudo para fazer que as crianças interpretem aquilo da forma mais recreativa possível. Mas é claro: sem deixar a seriedade do trabalho de lado.

Motivação

Depois de realizar todo os procedimentos, o dentista pode dizer como a criança está sendo corajosa e finalizar entregando uma lembrancinha, o que irá serve como motivação.

Se no presente tiver algo que remeta à consulta, será melhor ainda. Isso fará com que ela possua uma boa recordação do local, facilitando a volta da criança no dentista.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.