Coagulação é importante em procedimentos odontológicos

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui como a coagulação pode alterar a saúde bucal

Em muitos procedimentos odontológicos, os cirurgiões-dentistas mexem com os nossos vasos sanguíneos. Cirurgias e extrações dentárias são apenas alguns dos exemplos. Por isso, o processo de coagulação é importante.

Afinal, é ele que impede perdas sanguíneas em excesso. Nesse artigo iremos tirar todas as suas dúvidas sobre a coagulação e como ela pode influenciar na nossa saúde bucal.

A coagulação é um processo biológico que impede que o nosso corpo perca sangue em excesso. Ela é responsável pelo estancamento sanguíneo quando nos machucamos ou rompemos algum vaso.

O que causa problemas na coagulação?

Os agentes hemostáticos, responsáveis pelo processo de coagulação, são de extrema importância para evitar a perda excessiva de sangue.

No entanto, algumas doenças indicam que a coagulação sanguínea está alterada. Isso causa um distúrbio que pode ser chamado de coagulopatia.

As doenças que pacientes com coagulopatias podem apresentar são:

  • Hemofilia;
  • Trombofilias;
  • Distúrbios plaquetários;
  • Coagulação intravascular disseminada;
  • Púrpuras; e
  • Doenças de von Willebrand.

Conhecendo mais sobre a doença hemofílica

A hemofilia é uma doença crônica que afeta o processo de coagulação sanguínea. Assim, isso afeta no tempo de resposta que o nosso corpo tem para parar um sangramento.

Esse distúrbio é hereditário. Por isso, ele é transmitido de pais para filhos.

Quando os pacientes apresentam alterações na hora de coagular o sangue, o cirurgião-dentista precisa ter uma atenção redobrada para evitar perdas excessivas de sangue.

Por isso, o profissional precisa tomar medidas cuidados antes de começar qualquer procedimento.

Cuidados pré-cirúrgicos e a coagulação

Antes de qualquer processo invasivo, o profissional precisa:

  • Fazer um exame clínico;
  • Descobrir se o paciente tem histórico de sangramento excessivo;
  • Analisar o histórico familiar;
  • Ver se o paciente toma algum remédio que possa interferir na coagulação; e
  • Descobrir se o paciente tem doenças que interferem na coagulação.

Só após essas análises que o profissional pode indicar o melhor procedimento odontológico.

Procedimentos odontológicos

Dentro da odontologia, como já vimos, alguns procedimentos mexem com os nossos vasos sanguíneos. Isso porque os tecidos da boca e dos maxilares são muito vascularizados.

Assim, pode ocorrer a hemorragia. Ela é perda excessiva de sangue. Nesse cenário, o sangue não coagula e a hemostasia, que mantém o sangue no vaso, não funciona.

Por isso, os profissionais precisam estar muito atentos com pacientes que apresentam um distúrbio na coagulação, como os pacientes hemofílicos.

Alguns dos procedimentos que merecem destaque quando falamos da hora de coagular são:

  • Colocação de implantes
    O procedimento é realizado muito perto de vasos sanguíneos dentro da boca. Ele envolve cuidados pós-operatórios e sutura da ferida cirúrgica.
  • Extração dentária
    A retirada de um dos dentes em um paciente com coagulopatia é diferenciado.
    O profissional deve traumatizar o mínimo possível a região de onde o dente é retirado.
    Além disso, ocorre o tampeamento local com cola ou selante de fibrina.
    Esses materiais de fibrina são coágulos prontos, ou seja, completam a última fase da coagulação e evitam sangramentos excessivos.
  • Tratamentos para doenças periodontais
    As doenças periodontais têm como principais características a ocorrência de sangramento nas gengivas.
    Essas doenças afetam os tecidos que dão suporte aos dentes. As mais comuns são a gengivite e a periodontite.
    Sem uma coagulação rápida, esse sangramento frequente e em grande quantidade acarreta problemas para a saúde da pessoa, incluindo risco de hemorragia profunda.

Cuidados pós-cirúrgicos e a coagulação

As cirurgias são os procedimentos mais comuns da odontologia em que a perda excessiva de sangue ocorre. Por isso, é importante ficar atento se o paciente está sofrendo com a hemorragia.

Alguns dos métodos para parar com a perda excessiva de sangue são:

  • Compressões: é importante fazer pressão forte na área com intenso sangramento para estancar o sangue. Para isso, é necessário o uso de gazes esterilizadas;
  • Hemostáticos locais: eles são absorvíveis e colocados no local de sangramento intenso com a função hemostática. Eles podem ser: esponja de fibrina, celulose oxidada e esponja de gelatina absorvível;
  • Processo hemostático por meio de cirurgia: pode ser pela pinçagem, que aperta os vasos até o estancamento do sangue; pela ligadura, que faz um nó no local de intenso sangramento para parar o sangue; e pela sutura, que “costura” o local afetado, protege e faz o estancamento e cicatrização; e
  • Medicamentos de coagulação: são métodos locais que promovem o estancamento do sangue;

Em casos mais graves em que a hemorragia fez o paciente perder muito sangue, o profissional pode indicar uma transfusão de sangue. Isso para que o volume adequado de sangue circulando no organismo volte ao normal.

Vida saudável

Para manter a coagulação sanguínea estável, opte por alimentos ricos em vitamina K. Além disso, se mantenha hidratado. Por isso, carregue sempre uma garrafa de água na sua bolsa!

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.