Classificação de angle é método para avaliar as má oclusões

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui como é o método da classificação de angle

Na ortodontia, os profissionais estudam a posição dos dentes. Além disso, também estudam se há alguma alteração no posicionamento da arcada e na mordida. Para isso, há o sistema da classificação de angle.

Ela é tradicional e é usada na maioria das vezes pelos profissionais da área. Assim, com a classificação de angle, eles começam a lidar com os quadros clínicos dos pacientes  e estabelecer os melhores tratamentos.

Classificação de angle é um método para avaliar a oclusão dentária do paciente. Assim, quando o paciente apresenta uma má oclusão, os profissionais utilizam o sistema de angle para definir a gravidade e o tipo da oclusão.

Conhecendo mais sobre a Classificação de Angle

Antes de descobrir sobre as classes dentro do método, devemos saber que o sistema se baseia em princípios específicos.

Um deles determina que a arcada dentária, junto com o conjunto mandibular, deve estar em um posicionamento normal quando comparados à anatomia craniana.

O arco dentário maxilar deve estar estável quando comparado à anatomia craniana, e o primeiro molar superior é o ponto escolhido para analisar a relação do arco dentário inferior.

Como é feita a classificação?

A classificação das má oclusões é feita da seguinte forma: classe I, classe II (com divisões e subdivisão) e classe III.

Classe I

A classe I de angle é chamada de neutroclusão. Ela tem as seguintes características:

  • Relação anteroposterior da maxila e da mandíbula está normal;
  • Relação anteroposterior dos primeiros molares superiores e inferiores está normal; e
  • Má oclusão se encontra em outros dentes, provavelmente os anteriores.

Classe II

Essa classe também é chamada de distoclusão. As características são:

  • A arcada superior está com uma relação distal em comparação com a arcada inferior.

Ela é dividida em:

  • Divisão 1: os dentes incisivos estão projetados, o arco superior é estreito e alargado, o lábio superior é mais curto e o lábio inferior é mais achatado, o paciente tem o perfil mais retrognato. Além disso, pode apresentar obstrução nasal; e
  • Divisão 2: os dentes incisivos estão mais retroinclinados ou verticais, o arco superior é menos estreito, o lábio superior e inferior são normais, o paciente tem um perfil menos convexo, por isso é mais harmonioso. Além disso, não há obstrução nasal.

Os molares podem apresentar características da classe I de um lado e da classe II no outro lado.

Quando isso acontece, os profissionais fazem a subdivisão direita (chave de oclusão da classe II do lado direito) e a subdivisão esquerda (chave de oclusão da classe II do lado esquerdo).

Classe III

É também chamada de mesioclusão. As características são:

  • A arcada inferior está a frente da arcada superior.

Vantagens e desvantagens do Sistema de Agle

A classificação é, como já vimos, bastante utilizada na ortodontia. Um dos pontos positivos desse método é que ele é prático e simples.

Assim, o profissional consegue explicar com precisão para o paciente qual é o diagnóstico exato. Ou seja, esse método é didático e claro.

Mas, mesmo facilitando a comunicação entre o paciente e o profissional, ainda encontramos alguns pontos negativos nesse método.

A primeira desvantagem é que o método só avalia os casos de dentição permanente. Assim, os dentes decíduos, por exemplo, não conseguem ser analisados.

Além disso, o método não estabelece qual é o grau da má oclusão. Isso dificulta no tratamento. Importante lembrar também que a classificação não leva em consideração alterações nos ossos e nos músculos.

Assim, os problemas que interferem na dentição são desconsiderados. Outra desconsideração é em relação ao primeiro molar superior.

O método considera que esse dente não sofre nenhuma alteração, o que é uma constatação precipitada. Ainda, o método desclassifica as relações verticais e transversais na hora de analisar a má oclusão.

Não esqueça de conversar com o seu profissional de confiança para entender se a classificação de angle é ideal para o seu quadro.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.