Câncer de garganta pode ser causado por má higiene bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O câncer é uma doença que exige atenção e cuidado de pacientes e profissionais da saúde

Existem diversas neoplasias que se desenvolvem no corpo humano, algumas malignas e outras benignas. E algumas atacam a laringe, faringe ou amígdalas, gerando o que chamamos de câncer de garganta.

Nesse artigo, vamos conversar mais sobre o câncer de garganta. O que é, seus sintomas, tratamento e cuidados preventivos!

O câncer de garganta é uma neoplasia maligna que pode se desenvolver na faringe, laringe, amígdalas ou qualquer outro tecido da garganta. Não é o tipo mais comum de câncer, mas tem desenvolvimento rápido e o paciente sente uma série de sintomas.

Causas do câncer de garganta

Como todo câncer, não há um fator exato para ser apontado como causa. No entanto, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e tabagismo são dois fatores recorrentes nos pacientes com câncer na garganta.

Outro fator recorrente é o HPV, que é transmitido pelo sexo oral. Ter uma má higiene bucal também é considerado um fator que leva ao câncer.

Sintomas do câncer de garganta

Como estamos falando de uma região ampla, os sintomas podem variar. No entanto, a maior parte dos pacientes com câncer na garganta e no pescoço apresentam, pelo menos, um desses sintomas que listamos aqui:

  • Feridas na boca sem cicatrização;
  • Perda da voz ou dificuldade para falar, sem motivo aparente e por mais tempo do que o “normal”;
  • Tosse frequente, sem motivo aparente, que pode ser seguida por sangue;
  • Dor na garganta constante;
  • Dor de ouvido constante;
  • Dor ou dificuldade para engolir;
  • Dificuldade para respirar;
  • Nódulos ou caroços no pescoço ou na boca;
  • Perda de peso;
  • Mal hálito.

Se você apresenta um ou mais desses sintomas, procure um dentista ou oncologista para fazer uma avaliação clínica e os exames necessários.

É importante que se identifique qualquer doença, mas principalmente o câncer, na fase inicial para aumentar as chances de cura e facilitar o tratamento!

Estágios do câncer de garganta

Como essa neoplasia maligna da garganta é complexa, assim como outros tipos de câncer, há uma divisão de estágios de evolução da doença.

Essa divisão ajuda o profissional da saúde responsável a traçar o plano de tratamento, com os procedimentos mais eficazes para casos naquele estágio.

Os estágios vão de 0 a 4. Os dois primeiros estágios (0 e 1) são as mais fáceis de tratar, já que o câncer está limitado a uma pequena área, facilmente retirado com cirurgia ou com um tratamento de baixa intensidade.

A partir do estágio 2, o tratamento precisa de técnicas combinadas. Normalmente, os médicos optam por fazer uma cirurgia e continuar o tratamento com quimioterapia.

O estágio 4 é, sem dúvida, o mais complexo. Isso porque o câncer se espalha para outros órgãos e partes do corpo. As chances de cura ficam mais baixas, mas ainda há tratamentos que podem ser oferecidos para o paciente.

Qual o tratamento para câncer na garganta?

O tratamento para câncer de garganta costuma envolver cirurgia para retirada do tumor e um tratamento secundário, como quimio ou radioterapia. Tudo depende do estágio da doença e do local onde o tumor se encontra.

Algumas cirurgias podem deixar alguma sequela, dependendo do lugar e do tamanho do tumor. Por exemplo, uma cirurgia na laringe pode causar alteração permanente da voz, já que é onde se encontram diversas cordas vocais.

O câncer de garganta é um problema sério, mas tem alta chances de cura se for diagnosticado no início. Por isso, não ignore os sinais do seu corpo e procure um profissional da saúde!

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.