Bolhas na boca podem ser sintoma de diversas patologias

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Conheça quais são as principais causas dessa disfunção e seus tratamentos

Apresentar alguma anomalia bucal é algo que ninguém deseja ter, não é mesmo? Principalmente quando essas patologias causam dor, incômodo e até mesmo uma desarmonia estética, como é o caso das bolhas na boca.

A verdade é que muitas pessoas sofrem com essas bolhas na boca. Elas podem ser encontradas em todas as faixas etárias e ocorrem em qualquer região interna da boca ou até mesmo nos lábios.

Bolhas na boca podem ser sinal de várias doenças. Herpes labial e mucocele são as patologias que mais apresentam esse sintoma. Ainda existem casos em que elas surgem em decorrência de alguma infecção viral na garganta.

Neste artigo iremos detalhar os principais processos responsáveis pelo aparecimento de bolhas dentro da boca. Então vamos conhecer cada um deles.

Bolhas na boca decorrentes de herpes labial

A herpes labial é uma doença contagiosa, que costuma afetar os lábios, a boca e a gengiva. Ela é causada pelo vírus herpes simplex tipo 1, também chamado de HSV-1.

A doença é caracterizada principalmente pelo surgimento de feridas e bolhas dolorosas nas regiões afetadas.

Acontece que boa parte das pessoas que têm contato com o vírus desenvolvem anticorpos, e acabam se tornando imunes a doença, não apresentando nenhum sintoma.

Contudo, existem pessoas suscetíveis a desenvolver a patologia, e nelas, a herpes se desenvolve em 3 estágios, sendo eles:

  1. Infecção primária: o vírus invade o seu corpo, entrando pela pele ou pela mucosa. Em seguida, começam a aparecer feridas bucais, em boa parte dos casos acompanhadas de febre e mal-estar. Como já foi dito, algumas pessoas podem apresentar uma infecção assintomática, não apresentando nenhum sintoma.
  2. Latência: aqui, o HSV-1 se move para uma massa de tecido nervoso em sua coluna chamada gânglio da raiz dorsal. O vírus se reproduz novamente e fica por lá, inativo.
  3. Recorrência: quando o infectado passa por um período de muito estresse ou está com a imunidade baixa, o vírus pode ser reativado, ocasionando novamente todos os sintomas da herpes labial citados nos itens anteriores.

A doença não possui uma cura. O seu controle pode ser realizado através da medicação por antivirais, que tendem a diminuir os sintomas da doença, controlando todo tipo de ferida na boca.

Bolhas na boca decorrentes de mucocele

A mucocele pode se apresentar na forma de uma bolha no lábio, assim como na língua, no interior das bochechas e até mesmo no céu da boca.

Outra característica desse cisto mucoso é o preenchimento de seu interior com saliva. Assim, é comum que o paciente acometido se queixe de bolhas de água na boca.

Essa particularidade acontece por causa da forte ligação da anomalia com as nossas glândulas salivares.

A avaliação de um dentista é de extrema importância para esses casos, uma vez que os sintomas do aparecimento de um cisto mucoso são comuns a outras doenças.

Eles podem facilmente ser confundidos com um câncer na boca, que piora com o passar do tempo. Portanto, devem ser identificados o quanto antes.

Normalmente um cisto mucoso regride alguns dias após o seu aparecimento. Porém, em casos mais graves, onde a lesão demora para desaparecer ou apresenta um tamanho maior, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica.

Outras doenças que podem causar bolhas na boca

Ainda existem algumas anomalias que podem causar o aparecimento de uma bolha na boca. Vamos listar brevemente algumas delas:

  1. Herpangina, uma infecção viral na garganta;
  2. Doença mão-pé-boca, comum em crianças até 5 anos de idade;
  3. Carcinoma mucoepidermoide, um tumor maligno que acomete as glândulas salivares.

Apesar de toda a informação que possuímos, sempre que você identificar bolhas na boca, o ideal é que você consulte um profissional. Ele poderá te diagnosticar da melhor forma e buscar o tratamento adequado.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

One Reply to “Bolhas na boca podem ser sintoma de diversas patologias”

  1. Gostaria de saber tenho uma prótese removível. Na parte da frente hoje com dor de dente tirei e fui fazer um bochecho de água morna e sal quando fui colocar não conseguir pq tem uma bolha no céu da boca e tá doendo o que será estou sem dente e não tenho dinheiro pra ir no dentista no momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.