Bioética: conceito, discussões e aplicações do tema

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O termo bioética vem do grego e significa “respeito a vida”, mesmo que suas condições sejam contraditórias

A área da saúde passa, diariamente, por situações onde os profissionais se perdem nas regras da ciência. Essas regras, muitas vezes, passam por cima da vontade dos pacientes. Esse é um dos tópicos que a bioética discute.

Como a odontologia faz parte da saúde e essa discussão também atinge os dentistas, preparamos esse artigo completo sobre bioética. Para começar, vamos a definição:

Bioética é o um estudo transdisciplinar. Estão envolvidas nesse estudo: as Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Filosofia e Direito. O objetivo desse estudo é investigar as condições necessárias para uma administração responsável da vida humana, animal e ambiental.

Problemáticas da Bioética

A bioética implica em diversas divergências na área da saúde. Isso porque seu surgimento passou a questionar como a ciência deixava de lado a moral e a importância da vida humana em seus estudos, testes e aplicações.

No entanto, ao mesmo tempo, os princípios da bioética implicam com uma dezena de procedimentos médicos considerados necessários e justos.

Dentre os considerados procedimentos imorais pela bioética, podemos destacar:

  • A fertilização in vitro;
  • O aborto;
  • A clonagem;
  • A eutanásia;
  • Os transgênicos;
  • As pesquisas com células tronco.

Desde seu surgimento, em 1927, o estudo do “respeito a vida” vem causando polêmicas. Há quem concorde que é preciso haver uma humanização da saúde, mas que os termos impostos são absurdos.

A verdade é que, muitos dos termos imorais da bioética são baseados em valores cristãos. Por conta disso, muitos cientistas não aceitam as imposições dessa teoria.

Teorias a partir da Bioética

Se as imposições não agradaram a todos, significa que houve discussão. Na verdade, a discussão acontece até hoje.

Desde 1970, o assunto vem tomando cada vez mais corpo e mais teorias vão surgindo. O avanço da tecnologia e das possibilidades que a ciência oferece para o homem só vão deixando a discussão mais quente e necessária.

Por exemplo, há uma teoria forte no meio médico. Ela é chamada de teoria utilitarista.

Essa teoria coloca no centro da discussão a qualidade da vida humana, dispensando a sacralidade da vida humana. Ou seja,  é mais importante que o paciente tenha qualidade de vida e não apenas ser mantido vivo, em sofrimento, por conta da sacralidade de sua vida.

Assim, a ideia de que a vida deve ser colocada acima de tudo, inclusive do bem estar do paciente, é quebrada. No entanto, ainda não há um consenso geral da medicina sobre a discussão.

Isso significa que os médicos podem se identificar com certas vertentes de pensamento, mais ainda devem seguir o código ético ensinado em suas faculdades e exigido pelos hospitais.

O mesmo com os dentistas e demais profissionais da saúde. Assim, o que resta ser feito é implementar a discussão para que a realidade mude ou não um dia. O que se considera bioético hoje pode não ser mais ético em dez anos, por exemplo.

Gostou de saber mais sobre a discussão a cerca da bioética? Continue conferindo o site da Simpatio para ter contato com mais artigos desse tipo!

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.