Artroscopia da ATM: alternativa cirúrgica para as dores orofaciais

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui o que a artroscopia da ATM significa na odontologia

Os pacientes que apresentam alterações na articulação temporomandibular, conhecida como ATM, estão constantemente sofrendo com as dores orofaciais. Mas dentro da área odontológica surge uma alternativa para esse distúrbio: a artroscopia da atm.

O nome pode parecer estranho, mas nesse artigo iremos tirar todas as suas dúvidas sobre a artroscopia da ATM. É recomendado o tratamento clinico com um especialista em Disfunção Temporomandibular antes da indicação desta técnica.

A artroscopia da ATM é uma cirurgia que utiliza uma técnica endoscópica aplicada dentro da articulação. Apesar da cirurgia ser considerada minimamente invasiva, é preciso ficar atento aos possíveis riscos pós-cirúrgicos.

Apesar da cirurgia ser considerada minimamente invasiva, é preciso ficar atento aos possíveis riscos pós-cirúrgicos.

Conhecendo mais sobre a ATM e DTM

A ATM é uma articulação que faz a ligação maxilar ao osso temporal do crânio, que fica à frente das orelhas, nas laterais da cabeça.

Chamada de temporomandibular, essa articulação é uma das mais complexas do corpo humano. Por ser extremamente flexível, é responsável por todos os movimentos da mandíbula: para frente, para trás e para os lados.

Quando ocorre alguma disfunção da ATM, a anomalia recebe o nome de DTM. A disfunção temporomandibular é uma doença crônica. Ela pode impedir movimentos mastigatórios e fonéticos.

Mas, como eu sei se tenho essa disfunção? O profissional consegue um diagnóstico certeiro a partir do histórico médico e dentário completo do paciente. Exames clínicos e radiográficos também podem ser requisitados.

Os sintomas da doença podem passar despercebidos, como uma reação involuntária do corpo. Mas, é importante ficar atento à qualquer alteração para evitar problemas maiores.

Entre os sintomas comuns encontrados, estão:

  • Dor de cabeça crônica, enxaqueca;
  • Dor de ouvido e zumbidos;
  • Dificuldades na hora de abrir completamente a boca;
  • Inchaço na face;
  • Pressão atrás dos olhos;
  • Maxilar travado ao abrir ou fechar a boca;
  • Deslocamento da mandíbula;
  • Dificuldade na hora de mastigar; e
  • Sensação de que os dentes superiores e inferiores não encaixam.

A causa da disfunção temporomandibular é variada e, por isso, ela fica muitas vezes desconhecida. Mas, entre a mais comum, está o trauma na mandíbula.

Outros problemas na saúde também podem ajudar no desenvolvimento da DTM, como a artrite na ATM, efeitos da idade na articulação e até impactos.

Ranger os dentes (bruxismo), deformações faciais desde o nascimento, estresse e tensão muscular também são causas frequentes.

Como é feita a artroscopia da ATM?

A cirurgia artroscópica é feita com a anestesia geral e realizada dentro de um hospital. A artroscopia para problemas na ATM é realizada pelo cirurgião buco maxilofacial.

Além disso, o tempo de internação é, em média, 12 horas. No dia do procedimento, o profissional utilizará o artroscópio.

Ele é um instrumento que possibilita a visualização das estruturas orofaciais. Para a inserção do equipamento, o profissional deve:

  1. Fazer dois pequenos cortes na área da mandíbula;
  2. Em um corte, o profissional insere uma câmera para ver a articulação; e
  3. No outro corte, são inseridos os instrumentos para a operação.

Indicações

Os profissionais indicam a artroscopia nos seguintes casos:

  • Articulações comprometidas;
  • Fazer biópsia;
  • Adesões discos sinoviais;
  • Sinovite; e
  • Doença articular degenerativa.

Existem contraindicações?

Sim! Os profissionais não indicam a artroscopia no tratamento de DTM nos seguintes casos:

  • Cartilagem da articulação gasta ou deslocada;
  • Presença de tumores; e
  • Otites.

Benefícios versus riscos

Alguns dos benefícios da cirurgia são:

  • Cirurgia segura;
  • Cicatrização pouco evidente;
  • Boa visualização o campo operatório;
  • Pós-operatório rápido; e
  • Reduz a dor orofacial.

No entanto, também há riscos. Eles são:

  • Prejuízos aos tecidos moles e cartilaginosos;
  • Dor e inchaço;
  • Possibilidade de mudar o tratamento para a cirurgia aberta;
  • Infecção; e
  • Alteração na mordida.

É importante que você discuta com o seu profissional de confiança se a artroscopia da ATM é o melhor caminho. Fique tranquilo e converse com o seu cirurgião bicomaxilofacial.

Rodrigo Venticinque

Rodrigo Venticinque

Graduado pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e especialista em Prótese e Reabilitação Oral Integrativa, Biofísica Quântica, Biorressonância Aplicada e Ortomolecular. Pós-graduado em Estética Dental e Reabilitação Oral, com certificação em Remoção Segura da Amálgama e Odontologia Biológica pela Academia Internacional de Medicina Oral e Toxicologia. Professor da pós-graduação em Biofísica e Ortobiomolecular da QuantumBio. Também atua nas áreas de Ozonioterapia, Odontologia Sistêmica, Sedação Consciente com Óxido Nitroso e Hipnose. Diretor da clínica Venticinque Odontologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.