É comum sentir sensibilidade após clareamento dental?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O clareamento dental é um procedimento muito procurado, mas que pode causar alguns efeitos colaterais

Na busca pelo sorriso perfeito, um dos procedimentos mais procurados é o branqueamento dos dentes. No entanto, é necessário tomar uma série de cuidados para evitar problemas como a sensibilidade após clareamento.

Neste artigo, nós explicamos o que causa a sensibilidade após clareamento, sua recorrência e como reverter a condição.

Sentir sensibilidade após clareamento é a principal consequência negativa que algum paciente pode possuir depois de fazer o tratamento. Mas, para que isso ocorra, é necessário que o procedimento tenha sofrido algumas interferências enquanto era feito.

Mesmo que o paciente sinta a hipersensibilidade, reiteramos que isso não afeta o resultado do tratamento.

Se você quer entender por qual razão a situação acontece e como aliviar a sensação, acompanhe nosso artigo!

Por que o clareamento causa sensibilidade?

A primeira dúvida que fica quando tocamos nesse assunto é: por que o clareamento causa sensibilidade?

Para entender o que faz o problema surgir, é necessário entender como é feito o branqueamento dos dentes no consultório.

Antes de tudo, o dentista faz a limpeza dentária dos dentes usando uma cureta, removendo a placa bacteriana e o tártaro.

Depois, aplica um líquido protetor na gengiva e coloca o gel clareador sobre os dentes com uma seringa.

O gel, feito de peróxido de hidrogênio ou de peróxido de carbamida, penetra nos dentes, reagindo com as substâncias e quebrando as manchas em pedaços menores. Dessa forma, as manchas se soltam da dentina, sendo expelidas dentro de 20 a 30 minutos.

Agora, podemos falar sobre o que causa a situação.

Como citado anteriormente, esse problema normalmente está relacionado à interferência de fatores específicos, que possuem influência direta na sensibilidade após clarear os dentes.

Os motivos podem ser:

  • Alta concentração de peróxido de hidrogênio no gel clareador;
  • Aplicação de LED ou de laser sobre os dentes para acelerar o processo, já que a reação química é acelerada;
  • Tempo que o gel fica em contato com a superfície dentária. Quanto maior for a exposição, maior se torna a probabilidade gerar sensibilidade nos dentes.

Como aliviar a sensibilidade após o clareamento?

Após entender tudo o que pode gerar esse quadro, explicaremos como aliviar a sensibilidade após o clareamento por meio de algumas recomendações dadas por especialistas.

A principal indicação para que um paciente possa aliviar sensibilidade após clareamento é fazer a remineralização dos dentes com substâncias como o flúor ou o cálcio.

Mas essa não é a única forma de reverter o problema. Além disso, temos:

  • Uso de produto para clareamento dental com menor concentração da substância ativa na fórmula;
  • Reduzir o tempo de uso da moldeira para clareamento, quando se faz de maneira caseira;
  • Ampliar o intervalo entre os tratamentos de clareamento;
  • Efetuar um procedimento de dessensibilização dos dentes ou aplicar verniz cavitário no consultório;
  • Utilizar creme dental para sensibilidade dental;
  • Não utilizar excessivamente tratamentos branqueadores caseiros;
  • Fazer uso de produtos dessensibilizantes entre 10 e 30 minutos antes e depois de cada clareamento.

É válido lembrar que não deve ser feito um tratamento de clareamento dos dentes sem antes consultar um dentista.

Por isso, passe com o profissional e pergunte sobre o procedimento para que ele indique, de acordo com o quadro, se deve ser feito de maneira caseira ou no consultório.

Quanto tempo dura a sensibilidade após clareamento?

Por fim, resta entendermos por quanto tempo dura a sensibilidade após clareamento.

O paciente pode sentir a sensibilidade pós-clareamento por um período de 15 dias e um mês, quando o procedimento foi feito em consultório.

Em pacientes que fizeram em casa, os casos são menos frequentes. Porém, quando ocorrem, normalmente o tempo dessa sensação é o mesmo.

O recomendado é que o paciente siga uma série de recomendações para evitar problemas como esse. Para isso, basta seguir os passos:

  • Realizar a profilaxia e a remoção de manchas e de tártaro ao menos 48 horas antes de iniciar o clareamento dental;
  • Evitar a ingestão de alimentos com corantes artificiais, vinhos e sucos de uva por pelo menos sete dias;
  • Fazer uso de cremes dentais que tem como objetivo auxiliar contra sensibilidade dentária ou no clareamento;
  • Evitar ingerir alimentos muito quentes ou frios.

Se você sentir sensibilidade após clareamento dos dentes, comunique seu dentista.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!