Saúde bucal da mulher precisa de cuidados diários

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A saúde bucal da mulher é alterada de acordo com as fases da vida

Durante a vida, as mulheres passam por diferentes ciclos, como a puberdade, a menstruação e a menopausa, que interferem diretamente na saúde feminina, incluindo também a saúde bucal da mulher.

Mas por que isso? A resposta está associada aos diferentes níveis de hormônios em cada fase da vida feminina. Assim, a saúde bucal da mulher pode ser afetada. Por isso é ideal visitar regularmente o cirurgião-dentista de confiança.

A saúde bucal da mulher é a união de diversos fatores que juntos mantêm a higiene dos dentes e evitam a proliferação de doenças.

Como os hormônios afetam a saúde bucal?

Os hormônios têm uma função muito importante na nossa vida. Eles são responsáveis pelo controle do funcionamento do nosso organismo.

Por isso, quando há alguma alteração hormonal no sistema, todo o corpo é afetado, até mesmo a saúde bucal feminina.

Períodos e problemas bucais mais frequentes

Fizemos uma lista com as fases da vida mulher e as principais alterações na saúde bucal de cada fase.

Puberdade

A puberdade é caracterizada pelo período de transição da fase infantil para a fase adolescente. Durante a puberdade, os níveis dos hormônios ficam desregulados. Por isso, alguns dos problemas bucais mais comuns são:

  • Cárie: é uma lesão estrutural causada por bactérias no dente. Ela perfura o esmalte do dente e forma placas duras e com coloração escura. Se não for tratada, pode resultar em abcesso;
  • Placa bacteriana: película grudenta e incolor formada por bactérias;
  • Mau hálito: cheiro desagradável que sai da boca.

Menstruação

O período menstrual promove uma grande alteração hormonal, o que pode deixar a nossa boca mais sensível, facilitando o surgimento de alguma anomalia bucal. Normalmente, a região mais afetada é a gengiva.

As alterações mais frequentes são:

  • Afta: é uma pequena ferida que se forma dentro da boca. Pode ser identificada por sua forma arredondada, com centro amarelado ou esbranquiçado e vermelhidão ao redor;
  • Boca seca: é a diminuição da secreção salivar na cavidade bucal. Dessa forma, a boca fica desidratada;
  • Gengivite: é uma inflamação da gengiva devido ao acúmulo de placa bacteriana nos dentes. Seus sintomas envolvem dor, inchaço e sangramento. É a fase inicial da doença periodontal e, portanto, mais fácil de ser tratada. Se não for, progride para complicações mais severas.

Além disso, o uso de anticoncepcionais, uma pílula que contém hormônios e que funciona como contraceptivo, pode agravar ainda mais os problemas bucais.

Gravidez

Os problemas bucais mais frequentes que afetam a saúde bucal da gestante são:

  • Doenças periodontais: possuem três estágios, gengivite, periodontite e periodontite avançada. Representam alterações negativas na gengiva e nos ossos periodontais;
  • Boca seca;
  • Placa bacteriana;
  • Mau hálito.

Menopausa

A menopausa corresponde ao declínio dos hormônios reprodutivos de forma natural. A menopausa também equivale a data da última menstruação da mulher.

Entre os prejuízos bucais causados pelo declínios de hormônio são:

  • Doenças periodontais;
  • Síndrome da boca ardente: é causada pela alteração hormonal. A cavidade bucal fica com dor intensa e elementos como lábios, gengiva e palatos são afetados;
  • Boca seca;
  • Osteoporose: é uma doença que, na maioria das vezes, afeta pessoas do sexo feminino e da terceira idade. Ela atinge os ossos, consistindo na diminuição de sua densidade;
  • Distúrbios de alimentação: padrão de alimentação que traz prejuízos para a saúde do paciente. Podem ocasionar em lesões, traumas, erosão dentária e enfraquecimento dos dentes.

Como cuidar da Saúde Bucal da Mulher?

Para evitar problemas bucais sérios durante os diferentes período da vida, é ideal que você tome alguns cuidados básicos.

Em relação à saúde bucal, escove os dentes, passe o fio dental e o enxaguante bucal.

Mantenha uma alimentação balanceada cheia de nutrientes e vitaminas. E não se esqueça de se manter hidratada!

Além disso, faça visitas regulares ao profissional odontológico de confiança para checar como está a saúde bucal da mulher.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.