Ressecção radicular é alternativa de tratamento odontológico

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui como a ressecção radicular é feita na área da odontologia

Dentro da área da odontologia, os profissionais diagnosticam e estabelecem tratamentos para os pacientes. No entanto, alguns quadros clínicos demonstram complicações mesmo após tratamento. Por isso, é preciso realizar outra intervenção. Os casos que precisam da ressecção radicular se enquadram nesse cenário.

Ela é indicada nas situações em que há envolvimento de furca. Mas, afinal, o que é a ressecção radicular?

Ressecção radicular é um procedimento cirúrgico, considerado conservador, que trata os dentes molares afetados por complicações endodônticas.

Se você ficou interessado pelo tema, então fique ligado neste artigo!

Isso porque vamos tirar todas as suas dúvidas e mostrar curiosidades sobre a ressecção radicular na odontologia. Vamos começar?

Conhecendo Mais Sobre os Dentes Molares

Os dentes molares ficam localizados na parte posterior da mandíbula. Mas o que isso significa?

Bom a resposta é simples: significa que eles estão no fundo da boca. Se você passar a língua pela boca, você consegue facilmente ver onde estão e checar sua localização.

Os molares são considerados os dentes mais complexos entre todos os presentes na arcada dentária. Isso porque eles são caracterizados pela grande quantidade de sulcos e saliências em sua superfície.

Além disso, eles apresentam as cúspides (pontas). Os dentes molares podem ser divididos em:

  • Pré-molares;
  • Primeiros molares;
  • Segundos molares;
  • Terceiros molares.

Indicações Para o Procedimento Cirúrgico

O tratamento para molares é indicado nas seguintes situações:

  • Complicações endodônticas ligadas ao envolvimento da lesão de furca;
  • Casos de lesão de furca de grau II avançado e grau III;
  • Perdas ósseas que atingem uma ou mais raízes;
  • Casos de recessão grave em uma raiz; e
  • Dentes molares radiculares com raízes comprometidas.

No entanto, é preciso ficar atento para as contraindicações do procedimento, que são:

  • Casos de raízes que estão fusionadas;
  • Má higienização bucal; e
  • Fatores sistêmicos que impedem a cirurgia.

Como a Ressecção Radicular é Realizada?

Antes do procedimento o profissional responsável pelo caso analisará as condições bucais do paciente. Dessa forma, exames clínicos e radiográficos são realizados.

Depois dos resultados dos exames, o profissional determina a ressecção radicular como tratamento. Assim que o planejamento começa, o profissional e o paciente marcam um dia específico para realizar a cirurgia.

No dia do procedimento, o cirurgião-dentista remove a raiz comprometida dos dentes multirradiculares afetados. Essa técnica é chamada de amputação radicular.

Outra técnica, chamada de hemissecção, consiste na separação dos dentes multirradiculares e remoção das raízes.

Principais Benefícios do Procedimento

Muitos pacientes ficam com medo do procedimento por se tratar de uma cirurgia.

Mas pode ficar tranquilo! A técnica é muito realizada na área da odontologia.

Além disso, o procedimento, como já vimos, é considerado conservador. Dessa forma, não fique preocupado com uma intervenção muito invasiva.

Outro benefício do procedimento cirúrgico é que ele tem um custo baixo. E lembre: confira se o seu plano odontológico cobre todos os custos da cirurgia.

Por fim, o resultado é recuperar a funcionalidade e saúde dos molares. Assim, você consegue desempenhar funções básicas do cotidiano, como comer.

Agora, marque uma consulta com o dentista de confiança. Desse modo, você consegue tirar suas dúvidas e entender se a ressecção radicular é necessária no seu quadro clínico.

Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira é cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Possui especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Também é professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilofacial e Harmonização Orofacial e voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil). Com o registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 52860, Valdir integra a equipe odontológica do Instituto Bernal e Oliveira, que está localizado na Avenida dos Imarés, 572A - Indianópolis, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.