Princípios da oclusão auxiliam no tratamento ortodôntico

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui tudo sobre os princípios da oclusão estabelecidos na área da odontologia

Quando sorrimos ou mastigamos, é possível ver como as nossas arcadas se alinham. No consultório odontológico, o dentista utiliza os princípios da oclusão para examinar o contato entre os nossos dentes e checar o encaixe.

É a partir do uso dos princípios da oclusão que o profissional avalia e faz o diagnóstico de problemas como o alinhamento dos dentes. E assim, define se há ou não necessidade do tratamento ortodôntico.

Os princípios da oclusão são concepções estabelecidas para analisar o encaixe das arcadas superior e inferior dos pacientes. Dessa forma, é possível estabelecer se a oclusão é adequada ou inadequada.

Se você ficou interessado no tema então fique ligado neste artigo. Isso porque vamos tirar todas as suas dúvidas e mostrar curiosidades sobre os princípios e conceitos da oclusão. Vamos começar?

Quais são os Princípios da Oclusão?

O profissional da área da ortodontia, o ortodontista, é o mais indicado para diagnosticar e tratar problemas de oclusão dentária. No entanto, para isso, ele precisa entender os princípios e conceitos da oclusão.

Alguns dos princípios básicos de uma oclusão ideal são:

  • Forças oclusais são estáveis e balanceadas;
  • Dimensão vertical de oclusão adequada;
  • O contato dentário posterior é bilateral e simultâneo; e
  • Os caninos promovem os movimentos de lateralidade.

Se o paciente não mostra as mesmas características dos princípios de uma oclusão ideal, o ortodontista pode estabelecer o diagnóstico de má oclusão.

Classificação das Más Oclusões Dentárias

No caso de má oclusão, o profissional pode avaliar o tipo de oclusão a partir da Classificação de Angle. A classificação é dividida em: classe I, classe II (com divisões e subdivisões) e classe III.

Classe I

A classe I de Angle é chamada de neutroclusão.

Nesse caso, o paciente apresenta a relação anteroposterior da maxila e da mandíbula normal. Além disso, também está normal a relação anteroposterior dos primeiros molares superiores e inferiores está normal; e

Dessa forma, o profissional pode constatar que a má oclusão se apresenta em outros dentes. Na maioria das vezes, ela se encontra nos dentes anteriores.

Classe II

A classe II de Angle também é chamada de distoclusão. Aqui o paciente apresenta a arcada superior em uma relação distal em comparação com a arcada inferior.

Essa classe é dividida em duas divisões. Dessa forma, a divisão 1 tem as seguintes características:

  • Dentes incisivos estão projetados;
  • Arco superior é estreito e largo;
  • Lábio superior é mais curto e o lábio inferior é mais achatado;
  • O paciente tem o perfil mais retrognato; e
  • Pode apresentar obstrução nasal.

Enquanto isso, a divisão 2 tem as seguintes características:

  • Dentes incisivos estão mais retroinclinados ou verticais;
  • A arco superior é menos estreito;
  • Lábio superior e inferior são normais;
  • O paciente tem um perfil menos convexo, por isso é mais harmonioso; e
  • Não há obstrução nasal.

Curiosidade: os molares podem mostrar características da classe I de um lado e da classe II no outro lado.

Nesses casos, é feita a subdivisão direita (chave de oclusão da classe II do lado direito) e a subdivisão esquerda (chave de oclusão da classe II do lado esquerdo).

Classe III

A classe III também é chamada de mesioclusão. Nesta situação, o paciente apresenta a arcada inferior à frente da arcada superior.

Como vimos, os princípios de oclusão são uma orientação necessária do trabalho do ortodontista. Dessa forma, é essencial para o diagnóstico e definições de tratamentos ortodônticos.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.