Preenchimento gengival: solução para as gengivas retraídas

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O preenchimento gengival pode ser realizado por profissionais especializados em implantodontia

O avanço da odontologia permite quase toda a reconstrução da boca. Nos dias atuais, diversos materiais existentes têm como objetivo desempenhar a função original do dente e da gengiva. O preenchimento gengival, por exemplo, é uma das técnicas que está se tornando cada vez mais popular entre os pacientes.

Para garantir um sorriso impecável, o preenchimento gengival é um dos procedimentos mais indicados. Ele completa os espaços da gengiva, que encolhem com o passar dos anos.

O preenchimento gengival é um método que reconstrói os espaço retraídos que causam sensibilidade, pois a raiz passa a ficar exposta. Através de biomateriais, que são sintéticos ou de compostos naturais, é permitido a revitalização do espaço que sofreu recessão.

Dentre esses biomateriais, estão diversos componentes diferentes, com um amplo leque de possibilidades para que sejam facilmente aceitos pelo corpo humano.

Como funciona?

Para casos menores, como os pequenos espaços que ficam na junção de dois dentes com a gengiva formando um pequeno triângulo escuro, é usado o ácido hialurônico, preenchendo o local onde era para estar o tecido.

É aplicada uma injeção, cujo ácido funcionará como estimulante, fazendo com que a cavidade suma em pouco tempo.

É preciso ressaltar que o preenchimento gengival não é permanente. Com o tempo, o corpo decompõe o material, que deve ser retocado novamente. Em média, dura de 6 a 8 meses, mas a durabilidade pode ser alterada conforme as necessidades do paciente ou do material utilizado.

O ácido hialurônico está presente em todos os órgãos do nosso corpo, funcionando como um componente que completa os espaços entre as células. Quando somos jovens, as células apresentam mais elasticidade. Com o tempo, as rugas começam a tomar conta de nós.

Com a nossa boca não é diferente. Os tecidos gengivais passam a encolher. Mas caso a retração comece cedo, não pense duas vezes, consulte um especialista em implantodontia e faça um preenchimento de gengiva.

Retração da gengiva

Um dos problemas que essa retração acarreta é a chamada cárie cervical, que é uma espécie de cárie que afeta a raiz do dente. Por ser feita somente de dentina e ser menos resistente que o esmalte da coroa dentaria, a gengiva fica mais suscetível à formação desse tipo de cárie.

Uma das causas da retração da gengiva é o mau posicionamento dos dentes. Assim, eles podem se descolar com o passar do tempo e se comprimirem, forçando a gengiva, que acaba se afastando.

A hereditariedade também é um fator importante. Se alguém de sua família já teve gengiva retraída, é bem possível que você também apresente. Contudo, algumas pessoas possuem o tecido gengival fino, frágil ou insuficiente.

E já imaginou que a escovação também pode interferir? Pois é. Escovar os dentes com agressividade e excessividade, acaba gerando trauma nos tecidos. Isso faz com que a gengiva entenda que deve se recolher. Além disso, a robustez na hora de limpar o dente possivelmente ocasiona uma gengivite.

Em casos mais graves, quando o grau médico evolui exponencialmente, a estrutura do dente fica comprometida. Isso provoca desde a perda de um dente até a necessidade de um tratamento de canal. Por conta disso, o tratamento que seria mais suave passa a englobar outras especializações da odontologia, como a endodontia.

Agora que você já sabemos tudo sobre preenchimento gengival, caso note algo de diferente em sua boca, consulte um especialista. Quanto mais cedo o diagnóstico, mais fácil e rápido é o tratamento.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.