Paracetamol ajuda a minimizar efeitos da dor no dente

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O uso do paracetamol não pode ser combinado com outros medicamentos que contenham a mesma substância, já que poderia configurar superdosagem

Algumas dores incomodam e até chegam a atrapalhar o nosso dia a dia. Por isso, é necessário o uso de alguns medicamentos para minimizar os efeitos. Um exemplo de medicamento é o paracetamol.

O tratamento com esse remédio depende do quadro clínico do paciente. Então, é fundamental consultar um profissional da área da saúde para entender como será o tratamento. Mas, afinal, o que é o paracetamol?

O paracetamol é um fármaco com efeito analgésico e antipirético, ou seja, ele trata dor e febre, principalmente. É comercializado em comprimidos com 750 mg. Ele pode vir em embalagens de 20 a 200 comprimidos. O comprimido de paracetamol é alongado e tem a cor branca.

É preciso ressaltar que a dosagem, a quantidade de comprimidos no dia e o tempo de intervalo entre uma dose e outra dependerão da prescrição do profissional.

Indicações e contraindicações do Paracetamol

O remédio é indicado nas seguintes situações:

  • Redução da febre;
  • Cólicas menstruais;
  • Dor de cabeça;
  • Dor no corpo;
  • Dor muscular;
  • Dor nas costas;
  • Dor de garganta;
  • Dor relacionada à artrite.

Mas não podemos nos esquecer que o remédio é contraindicado em alguns casos:

  • Pacientes com alergia aos componentes do paracetamol;
  • Pacientes que apresentam doenças no fígado e rim;

Pacientes grávidas ou menores de 12 anos devem receber uma abordagem diferenciada. Por essa razão, o acompanhamento do médico ou do dentista durante o uso do medicamento é necessário.

Como o Paracetamol é usado na odontologia?

Vejamos agora como funciona seu protocolo medicamentoso na odontologia.

E algumas das situações que causam dores nos dentes são:

  • Cárie;
  • Escovação brusca e inadequada;
  • Desgaste do esmalte do dente;
  • Retração da gengiva;
  • Traumas dentários;
  • Pulpites;
  • Dente do siso;
  • Uso de aparelhos ortodônticos;
  • Extração dentária;
  • Implantes;
  • Cirurgias.

O paracetamol na odontologia não deve ser utilizado como método de tratamento. Ele é apenas uma suplementação do recurso terapêutico providenciado pelo dentista, evitando que o paciente sinta dores, por exemplo. Dessa forma, o profissional deve localizar o que está causando o problema e resolvê-lo.

Reações adversas do Paracetamol

As reações adversas ao medicamento podem se manifestar de forma diferente em cada paciente. No entanto, elas estão relacionadas com a quantidade ingerida e com a duração do tratamento.

Algumas das reações mais frequentes são:

  • Urticária;
  • Coceira;
  • Vermelhidão no corpo.

Ao sentir qualquer desconforto, o uso do paracetamol deverá ser suspenso e o médico ou o dentista deverá ser comunicado imediatamente.

Os profissionais indicam que esse fármaco não deve ser misturado com outros remédios que também contenham paracetamol em sua fórmula, já que isso poderia ocasionar em uma superdosagem da substância.

A superdosagem, por sua vez, traz consequências graves para o nosso organismo:

  • Danos ao fígado;
  • Perda de apetite;
  • Náusea;
  • Sudorese;
  • Palidez;
  • Fadiga;
  • Mal estar.

Além disso, o uso do medicamento combinado com bebidas alcoólicas é estritamente proibido.

Portanto, esteja atento às recomendações do seu profissional de confiança. Assim, você consegue ter um tratamento com o paracetamol de forma adequada e livre de consequências graves.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.