Palato ogival compromete a deglutição e a respiração

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Alteração no que chamamos de “céu da boca” prejudica a deglutição e respiração

A anatomia da boca influencia em muito mais do que apenas a estética. Alterações anatômicas resultam em uma longa lista de problemas. É o caso do palato ogival.

Nesse artigo, vamos conversar mais sobre o palato ogival e as consequências dessa alteração para o paciente. Para começar, vamos definir essa má formação:

O palato ogival é uma má formação do palato, o famoso “céu da boca”, que fica mais alto do que deveria. Essa alteração não permite, por exemplo, que a língua encoste no palato.

Esse problema gera consequências na respiração e deglutição.

Causa da alteração no palato

Os pacientes com palato alto nascem com essa alteração, que costuma ser diagnosticada após o parto ou nos primeiros meses após o nascimento.

Ele pode ou não vir associado a outros problemas de formação dos ossos da face. Não há uma causa definida para essa alteração, podendo ser uma complicação genética ou hereditária.

Como é o palato ideal?

O palato ideal é formado por duas “partes”: o palato duro e o palato mole. Ambas estão posicionadas em alturas específicas para facilitar a mastigação, respiração, deglutição e até a fala.

Para que você entenda melhor a anatomia, confira os detalhes de cada parte do palato:

  • Palato duro: é a parte anterior do palato. É formado pelo osso, ou seja, corresponde a parte esquelética. Por isso é “duro”.
  • Palato mole: é a parte posterior do céu da boca. É formado por músculos. Por isso é “mole”. Além disso, é aqui que a úvula palatina fica.

Consequências do palato ogival

Essa alteração oro-facial causa diversas consequências ao paciente. A primeira e mais visível é a alteração na arcada dentária e nos ossos da face. Mesmo sendo a mais aparente, ela não é a pior parte dessa alteração.

Quando o paciente não consegue tocar o céu da boca com a língua, ele tem dificuldades de deglutição.

Isso porque a língua deve encostar no seu da boca cada vez que engolimos, fato que acontece certa de 3 mil vezes durante um dia. Ou seja, o paciente encontrará dificuldade em um dos atos mais comuns do dia a dia.

Outro ponto que sai prejudicado é a respiração. O paciente com palato ogival costuma apresentar respiração bucal, fator que afeta muito a saúde bucal. Nós separamos algumas consequências de se respirar pela boca, confira:

  • Mal desenvolvimento dos ossos da face (principalmente quando a respiração oral se inicia na infância);
  • Má oclusão;
  • Dentes tortos;
  • Cáries;
  • Gengivite;
  • pH bucal ácido;
  • Desmineralização do dente;
  • Outros.

Tratamento para palato alto

O tratamento para palato ogival costuma se iniciar logo após o nascimento.

O pediatra que fará a primeira avaliação geral pode indicar uma série de profissionais para os pais procurarem: fonoaudiólogos, odontopediatras, otorrinolaringologistas, entre outros.

Isso acontece porque como o palato alto interfere em diversas questões do corpo, não pode ser tratado apenas por um profissional.

É preciso juntar especialidades, conhecimentos e técnicas para que tudo funcione bem e o tratamento seja o mais efetivo possível.

O tratamento pode envolver cirurgias, uso de aparelhos ortodônticos e uma série de técnicas da fonoaudiologia para colaborar que o paciente não tenha problemas antes ou depois de qualquer procedimento!

O mais importante é jamais deixar de procurar tratamento para o caso de palato ogival, não importa quando o diagnóstico for dado!

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.