Paciente acamado necessita de atenção odontológica especial

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Negligenciar a higiene bucal do paciente acamado pode causar diversas patologias indesejadas

O paciente acamado requer cuidados especiais e diferenciados. Esse suporte pode ser feito por membros da família ou até mesmo por acompanhantes contratados somente para isso, como enfermeiros.

No caso da saúde bucal do paciente acamado não é diferente. Alguns cuidados na hora da limpeza oral são fundamentais para mantê-los saudáveis.

A higienização da boca de paciente acamado deve ser realizada minuciosamente, mediante a debilidade da pessoa. Algumas irão necessitar de mais atenção que outras. Mas, no geral, é preciso manter uma rotina a fim de evitar infecções bucais que agravem o estado do paciente.

Como o paciente encontra-se exposto, todo cuidado ajuda a coibir possíveis problemas.

Negligenciar a limpeza bucal do paciente pode desencadear periodontites, gengivites, otites, rinofaringite crônicas e xerostomia, potencializando focos de infecções propícias à pneumonia nosocomial.

É importante ressaltar o responsável pela escovação e limpeza vai depender do estado de saúde de cada paciente.

Se a própria pessoa sentir-se confortável para fazê-la, deixe-o. Apenas dê o suporte necessário para que ela a realize corretamente.

Caso o paciente não tenha condições de realizar sozinho, o procedimento pode ser feito por um cuidador especializado ou pelo responsável, que será ensinado pelo especialista.

Higiene bucal do paciente acamado

Como dissemos, é necessário ter muita atenção quando for realizar a higiene bucal do paciente incapacitado.

Se possível, é aconselhado a escovação depois das refeições e do uso de medicamentos, pois ambos facilitam a proliferação de bactérias na boca.

Confira esse passo a passo:

  1. Coloque o paciente sentado para que ele não engasgue. Em seguida, prenda uma toalha no colarinho da roupa do paciente, para que não a molhe;
  2. Não utilize muito creme dental. Uma gota do tamanho de dois grãos de feijão já é o suficiente. Devemos levar em consideração que alguns pacientes terão dificuldade na hora de cuspir;
  3. Escove os dentes por fora e por dentro realizando movimentos circulares. Na superfície oclusal, faça movimentos de vai-vem. Não se esqueça de limpar as bochechas e a língua também;
  4. Sabemos que é muito difícil o uso do fio dental nesses casos. Por isso, prefira utilizar o fio dental com haste, ou mini flosser, como também é conhecido;
  5. Peça ao paciente que cuspa o excesso de pasta de dente que conseguir. Se preferir, pegue um copo com água e coloque um canudo, para que o paciente consiga enxaguá-la com mais facilidade;
  6. Se a pessoa não tiver dentes, enrole uma gaze umedecida com água ou enxaguante bucal na cerda da escova e a prenda. Depois, faça a limpeza da gengiva;
  7. Para os que fazem uso de dentadura: a dentadura deve ser retirada para que seja escovada com uma escova de cerdas, que pode ser de modelos mais duros. Enxague a dentadura com água corrente e devolva ela à boca do paciente.

Principais disfunções

Se não praticada como deve, diversas doenças podem acometer a pessoa incapacitada.

Veja quais são as principais disfunções:

  • Xerostomia;
  • Saburra lingual;
  • Candidíase oral;
  • Herpes;
  • Gengivite;
  • Periodontite;
  • Cárie;
  • Mucosite.

Portanto, é primordial a prática das atividades de limpeza no paciente acamado para evitar novos problemas, já que elas atuam de maneira preventiva.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.