Entenda tudo sobre o osso zigomático e sua importância

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Analisando a anatomia da face, encontramos uma estrutura repleta de elementos como tecidos, nervos, ossos e músculos. No entanto, ali está presente o osso zigomático, um dos componentes que possui grande importância.

Sendo assim, separamos neste artigo alguns pontos sobre o osso zigomático com o intuito de entender melhor o que ele é, qual a sua importância e os problemas que podem acontecer neste componente.

O osso zigomático é um osso do crânio presente em ambos os lados do rosto, formando a parte da órbita ocular.

Ele também é conhecido como osso da bochecha ou osso malar, sendo um dos sete ossos que constituem a região do crânio em forma de pirâmide, onde se encontram o bulbo do olho, os músculos, os vasos e o aparelho lacrimal.

Qual é o osso zigomático?

Entender qual é este osso não é algo muito complicado, afinal ele se encontra acima e lateralmente na face, formando a bochecha e consequentemente recebendo o nome de osso da bochecha.

No entanto, estruturalmente falando, ele apresenta três faces, quatro bordas e quatro ângulos, estando localizado na parte da parede lateral do assoalho da órbita ocular da face e das fossas temporal e infratemporal.

As separação das faces acontece da seguinte forma:

  • Malar: é convexa e possui um forame chamado forame zigomaticofacial que serve para que o nervo e os vasos zigomaticofaciais passem;
  • Temporal: é côncava;
  • Orbital: forma parte do assoalho e da parede lateral da órbita facial.

Agora, analisando por outro lado, ele não apenas se encontra próximo ao seio maxilar como também possui uma junção com este espaço localizado no interior do osso maxilar.

Contudo, ele também possui ligação com alguns outros ossos do crânio, estabelecendo uma relação de dependência entre todos.

Os elementos que recebem essa articulação no rosto são:

  • Maxilar;
  • Temporal;
  • Esfenóide;
  • Frontal.

Ele possui um aspecto pequeno, sendo um dos menores ossos da face, porém engana-se quem pensa que ele possui uma pequena importância devido ao seu tamanho.

Qual a importância do osso zigomático?

Como citado anteriormente, o também conhecido como arco zigomático é um dentre os sete ossos que sustentam a cavidade orbitária, estando ligado com outros elementos ósseos do rosto.

No entanto, ele possui uma grande importância principalmente no desenho facial uma vez que ele participa da saliência do rosto chamada de maçã do rosto.

Além de sustentar o tecido da face e de formar esta proeminência, este osso também serve como ponto para inserção do músculo masseter.

Este, por sua vez, é um dos quatro músculos responsáveis pela mastigação.

De tal forma, é possível entender que ele possui uma função maior do que apenas o quesito estético, possuindo funcionalidade em um ato importante para a obtenção de nutrientes.

Quais problemas podem acometer o osso zigomático?

Uma vez que este osso se encontra elevado em relação aos demais do rosto, é possível que ele esteja constantemente envolvido em traumatismos na face.

Ele possui uma anatomia complexa, fazendo com que a reparação cirúrgica deste elemento se torne mais difícil que dos demais.

De toda maneira, o zigoma é a segunda área do rosto que apresenta fraturas mais comumente, especialmente na apófise frontal esquerda do osso esquerdo.

Este problema, por sua vez, normalmente ocorre devido ao impacto de um acidente automobilístico ou então devido à força de um soco no rosto.

Dependendo da gravidade do deslocamento sofrido, o osso pode acabar se movendo junto às suturas ou então para direções anteriores (em direção à parte da frente do corpo), medial, lateral ou posterior (para trás do corpo).

No entanto, existem alguns sinais que podem auxiliar o paciente a entender se o que ele teve foi uma fratura ou não:

  • Dor;
  • Alteração no alinhamento da maçã do rosto;
  • Inchaço, chamado de edema;
  • Presença de hemorragia subconjuntival caracterizada por uma mancha vermelha brilhante que aparece na parte branca do olho, por baixo da conjuntiva, que é o revestimento ocular transparente;
  • Deslocamento ou mobilidade óssea;
  • Diplopia, que é quando o paciente possui visão dupla;
  • Sensação de formigamento no local, chamada de parestesia;
  • Rebaixamento da porção lateral da abertura das pálpebras causado pelo deslocamento inferior do ligamento cantal lateral e derramamento de sangue.

As fraturas no complexo zigomático não precisam ser necessariamente causadas por algum acidente de trânsito ou por pancada no osso zigomático.

Porém, juntamente com acidentes de esportes, estas são as três maiores causas de traumas faciais em adultos.

Agora, quando falamos em crianças, os principais pontos são quedas, acidentes domésticos e acidentes durante prática de esportes também.

De tal maneira, o aconselhado é tomar cuidado durante a prática de esportes, no trânsito e ao realizar atividades domésticas.

Como é feito o tratamento?

Por outro lado, o tratamento funciona de maneira complicada, tendo em vista que não é possível engessar a face em caso de traumas ou fraturas.

Assim, normalmente para estes casos é feito um tratamento cirúrgico para corrigir as fraturas presentes.

Uma vez feita a intervenção cirúrgica, o cirurgião bucomaxilofacial prescreve quais medicamentos devem ser tomados após o procedimento, tira dúvidas e orienta o paciente e os familiares sobre os cuidados necessários.

Porém, é válido pontuar que as informações aqui contidas não substituem o parecer, o diagnóstico e a opinião de um profissional da saúde.

Assim, caso sinta eventuais incômodos ou dores na região após uma queda ou possível trauma, consulte um médico o mais cedo possível para que ele analise sua face e diagnostique problemas caso existam.

Quanto antes for feita a descoberta, melhor e menos invasivo o tratamento pode ser.

Fraturas e implantes zigomáticos

Agora, dependendo da fratura apresentada pelo paciente, pode ser necessário um tipo de tratamento especial por parte do dentista.

Para este ponto, no entanto, não se trata a fratura zigomática, e sim os problemas, como de pacientes que fazem uso de dentaduras por muito tempo.

Afinal, em casos como este é comum que alguns ossos da região maxilar sejam perdidos, causando uma atrofia óssea.

Então, em situações como esta, a atitude tomada pelo profissional é realizar um implante zigomático.

Porém, ele nada mais é do que a colocação de um implante de titânio fixado sobre o osso zigomático através de um acesso intraoral.

A função dele é justamente a de servir de ancoragem para próteses dentárias.

Este processo, por sua vez, pode resolver problemas como a má fixação da prótese na boca do paciente, quadro que causa desconforto e problemas para realizar a mastigação e a fala.

No entanto, esse tipo de implante é indicado em casos de grande falta de ossos maxilares no paciente, causando uma dificuldade de reconstrução por meio de enxertos ósseos.

De toda maneira, ele só pode ser realizado na parte superior da arcada superior, onde fica localizado o osso.

Agora que sabendo mais sobre o osso zigomático e a sua importância, te convidamos a ler outros artigos da Simpatio para ficar por dentro de mais assuntos sobre a boca e a saúde bucal!

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.