Nomenclatura e classificação das cavidades dos dentes

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Nomes e classificações das cavidades dos dentes podem variar

O conhecimento da estrutura do dente é importante para qualquer profissional da odontologia. Isso inclui a nomenclatura e classificação das cavidades.

Dessa maneira, você conhece a nomenclatura e classificação das cavidades do dente?

Cavidade dentária é a lesão causada por algum dano na estrutura do dente. Desse modo, a nomenclatura e classificação das cavidades varia de acordo com seu formato, extensão e complexidade.

Existem diversos modos de categorizar a nomenclatura e classificação de cavidades.

Causas das cavidades dentárias

Em geral, cavidades nos dentes são causadas para o tratamento de cáries dentárias. A cárie é uma lesão estrutural dos dentes.

Ela é proveniente de uma infecção causada pela ação de bactérias que perfuram o esmalte dentário. Desse modo, ocorre a formação de placas de coloração escura.

Entre seus principais sintomas estão a dor e o desconforto e, em casos mais graves, o abscesso dentário.

Nomenclatura das cavidades dentárias

Os nomes recebidos pelas cavidades dentárias depende do número de faces do dente em que ocorre.

Dessa maneira, elas podem ser:

  • Simples, ocorrendo em uma única face. Além disso, ela pode ser oclusal ou mesial;
  • Composta, ocorrendo em duas faces. Além disso, ela pode ser mésio-oclusal;
  • Complexa, ocorrendo em três ou mais faces. Além disso, ela pode ser mésio-ocluso-distal ou mésio-ocluso-lingual.

nomenclatura das cavidades também pode variar de acordo com a forma e a extensão delas, sendo elas:

Intracoronárias

Essas são as cavidades que se encontram confinadas dentro da estrutura do dente.

Extracoronárias parciais

Esse tipo de cavidade conta com a cobertura de cúspides ou outras faces da estrutura dentária.

Extracoronárias totais

Esse tipo de cavidade é aquela na qual todas as faces do dente são envolvidas no preparo cavitário.

Classificação das cavidades dentárias

As cavidades dentárias podem ser classificadas de acordo com a sua finalidade.

Desse modo, elas são:

Cavidades terapêuticas

Esse tipo de cavidade é realizada em casos nos casos de lesões relacionadas à cárie dentária, abrasão dentária, erosão dentária, abfração dentária ou fraturas que comprometem a estrutura da coroa dos dentes.

A abertura de uma cavidade terapêutica é crucial para o processe de restauração funcional e estética do dente.

Cavidades protéticas

Sua função pode não estar associada ao tratamento de cáries nos dentes, servindo como apoio para a fixação de próteses dentárias.

Ainda, esse tipo de preparação pode ser realizado tanto em dentes saudáveis quanto em dentes cariados.

Classificações de Black

O autor Greene Vardiman Black determinou dois outros tipos de classificação das cavidades.

São elas:

Classificação etiológica de Black

É baseada nas áreas dos elementos da arcada dentária que são mais suscetíveis ao aparecimento de cáries. Desse modo, podem ser cavidades de cicatrículas e fissuras ou cavidades de superfície lisa.

Classificação artificial de Black

Já a classificação artificial inclui as cavidades que, posteriormente ao surgimento da cárie, podem ser tratadas pela mesma técnica de instrumentação e restauração.

Classe I

Cavidades que são preparadas em regiões de má união de esmalte dentário por cicatrizes ou fissuras.

Classe II

Cavidades que são preparadas nas faces chamadas de proximais, tanto em dentes pré-molares, quanto em dentes molares.

Classe III

Cavidades que são preparadas nas faces chamadas proximais, tanto nos dentes incisivos, quanto nos dentes caninos, sem contar com a remoção do ângulo incisal.

Classe IV

Cavidades que são preparadas nas faces chamadas proximais, tanto nos dentes incisivos, quanto nos dentes caninos, contando com a remoção do ângulo incisal.

Classe V

Cavidades que são preparadas na região do terço gengival nas faces chamadas vestibular e lingual dos dentes.

Conhecer a nomenclatura e classificação das cavidades é importante para o estudo dos casos de cárie dentária e a escolha dos tratamentos adequados.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.