Benefícios da laserterapia na odontologia moderna

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Você sabia que o uso da laserterapia na odontologia pode ajudar no combate à diversas patologias?

Os benefícios da laserterapia na odontologia são inúmeros. Mas, para que essa técnica seja eficaz nos tratamentos, é preciso que os dentistas tenham total conhecimento do equipamento.

Com praticidade, rapidez e eficiência, a laserterapia na odontologia é capaz de realizar inúmeras reparações. Algumas delas atuam na diminuição de dores, na retenção de inflamações e aceleração da cicatrização.

Talvez, a que mais estamos acostumados é quando o dentista precisa fechar alguma obturação ou finalizar a restauração de um dente. Ele coloca uma máquina na boca do paciente, que emite uma luz lilás ou avermelhada, e estimula a secagem da resina.

A laserterapia é uma fonte de luz com vários comprimentos de onda que oferecem qualidades terapêuticas. Por isso, apresentam atividade anti-inflamatória, analgésica e bioestimulante.

A luz que emite é absorvida pelas células mais fracas do corpo, o que aumenta a microcirculação local e normaliza a produção de energia celular, fortalecendo-as. Sendo assim, o uso do equipamento se tornou indispensável para os dentistas.

Tipos de laser odontológicos

É preciso saber que existem dois tipos de laser odontológicos.

Os de alta potência, para procedimentos cirúrgicos mais pesados e preparos na cavidade dentária, e os de baixa potência, que são os relacionados à laserterapia.

Sobre o procedimento

É indolor e seguro, necessitando somente o uso de óculos, pois a luz que emite é sensível aos olhos.

Não há efeitos colaterais. O tempo de duração da técnica pode variar de acordo com a demanda do tratamento e da complexidade.

Dentro da laserterapia existe uma modalidade denominada terapia fotodinâmica, que funciona a partir da união de três elementos: laser, oxigênio e corante.

Seu objetivo é viabilizar um efeito antimicrobiano. Este método pode ser usado na periodontia, endodontia, peri-implantite, pericoronarite e vesículas herpéticas.

Indicações para Laserterapia

  • Alívio da dor;
  • Hipersensibilidade dental;
  • Parestesia: são comumente causadas pela extração do siso, quando atinge um nervo, porque afetam a sensibilidade;
  • Paralisia: podem ser causadas por bactérias e vírus;
  • Alveolite;
  • Exodontia;
  • Herpes labial: o laser auxilia no aumento na imunidade, combater os vírus presentes e agilizar a cicatrização;
  • Aftas: ajuda na diminuição da dor por fortalecer a recuperação, agindo como se fosse um anti-inflamatório;
  • Neuralgia do trigêmeo: essa inflamação, que acomete o nervo do trigêmeo (faz uma ligação do crânio com a face), provoca intensas dores intermitentes. O laser, nesse caso, funciona como um analgésico;
  • Dores na articulação temporomandibular: O método confere uma ação de analgésico, de anti-inflamação e de relaxamento muscular. Melhora também a circulação sanguínea e as fibras prejudicadas.

Durante o clareamento dental, é habitual o surgimento de uma sensibilidade nos dentes. Para que isso não ocorra, os dentistas costumam utilizar o laser como prevenção.

Outro propósito também é empregá-lo para fomentar a eficiência dos produtos, fazendo-os funcionar com maior capacidade.

Preço do equipamento

No mercado, o preço do equipamento varia. Os mais básicos custam por volta de R$ 900,00. Os modelos mais elaborados estão na casa dos R$ 3000,00. Mas a qualidade no tratamento e a satisfação do paciente não se precificam.

Como vimos, a laserterapia na odontologia traz vantagens imensuráveis em tratamentos e na coibição de patologias. Agora que já sabemos, não precisamos mais ter receio daquela máquina cintilante que apita de tempos em tempos, ela está aí simplesmente para nos ajudar!

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.