Gestão financeira para consultório é realmente importante?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Influenciando diretamente nos gastos e lucros do profissional, a gestão financeira é essencial para o negócio

Existem diversas tarefas que precisam ser realizadas em clínicas e consultórios que vão além das funções tradicionais do dentista. Como exemplo, temos a gestão financeira – algo que deve ser levado à sério pelos profissionais.

Seria ótimo se o próprio dentista pudesse realizar tal tarefa. Porém, gestão financeira não está entre as disciplinas estudadas na faculdade de odontologia. Por isso, o ideal é contratar alguém para realizar o trabalho.

Gestão financeira do consultório ou clínica envolve toda a administração financeira e trata dos gastos, custos e lucros de empresas e organizações.

É com ela que planejamentos a curto ou longo prazo poderão ser feitos com sucesso!

Gestão Financeira do Consultório

Para os profissionais da odontologia, pode não ser muito simples fazer a gestão financeira do consultório odontológico.

Porém, é possível conhecer o básico sobre como esse método funciona e por quais caminhos é mais viável dar início nesse planejamento. Uma boa opção pode ser um curso de gestão financeira.

Por isso, preparamos algumas dicas que irão te ajudar a ter uma introdução ao assunto, sabendo ao menos do que se trata e os fundamentos da gestão financeira. Vamos lá?

Tenha Controle de Suas Receitas e Despesas

As demandas do consultório podem ser um bom caminho para começar a analisar, uma vez que é fundamental que estas estejam sob controle.

Para que isso consiga ser feito com sucesso, é preciso estar sempre bem organizado e com todas as contas em dia e arquivadas em ordem.

Esses documentos devem então estar em um local de fácil acesso, para que em caso de emergência, você os encontrem com facilidade.

Por mais que seja algo que irá tomar algum tempo da sua rotina, o segredo é pensar que esse é um bem maior e que, futuramente, irá te poupar de dores de cabeça desnecessárias.

Você pode achar que gastos pequenos não tem grande expressividade, porém, no orçamento final, eles podem somar quantias consideravelmente altas. Portanto, seja um bom gestor financeiro.

Saiba Como Usar a Tecnologia a Seu Favor

Você já conhece um software odontológico? Caso não conheça, está na hora de ser introduzido, pois eles mudam a vida de muitos dos profissionais da área.

Basicamente, eles se resumem em soluções de gestão automatizadas que servem para facilitar uma boa parte do tempo que os funcionários gastam administrando a clínica. Ele é capaz de:

  • Registrar transações do seu negócios;
  • Ajudar no fluxo de caixa;
  • Permitir um maior e mais simplificado controle das finanças;
  • Identificar quais são os pacientes inadimplentes;
  • Emitir boletos diretamente pelo sistema, online.

Por isso, buscar uma solução que seja a mais adequada para seu modelo de negócio e atenda às necessidades do seu consultório é um investimento e tanto.

Existem as mais diversas opções desses modelos de softwares que realizam uma gestão financeira aplicada às clínicas odontológicas com preços para todos os bolsos e muitos formatos diferentes.

Se Atente ao Valor da Hora Clínica

Ter conhecimento do preço da clínica é um dos mais importantes e principais pilares para um bom negócio.

Dessa forma, estudar e ter tudo bem calculado e certo, é fundamental para que o dentista consiga chegar assim a um valor médio de quanto cobrar os pacientes.

Isso não é algo complicado de se fazer, por mais que pareça. Ter controle e somar o valor de despesas fixas e mensais como água, luz, salários e aluguel, depois dividir tudo pelas horas de atendimento, irá chegar nesse número.

É dessa maneira então que se calcula um custo de sua hora clínica. A partir desse primeiro passo, fica muito mais fácil chegar a um valor adequado pelos seus serviços e que garanta que o consultório esteja sempre lucrando.

Cuidados e Atenção Com o Estoque

Para que o consultório odontológico esteja funcionando corretamente, um estoque organizado é indispensável.

Conseguir sempre coordenar todas as compras, o armazenamento e também a distribuição de materiais é fundamental para que nada falte na clínica.

Para que isso ocorra, é preciso então começar com um bom planejamento. Deixar para comprar os materiais de última hora não é nem um pouco vantajoso, pelo contrário, só irá trazer dores de cabeça.

Por isso, se possível, se adiante! Pense sempre a longo prazo e cuide também do desperdício de materiais, um uso feito sem cuidados pode influenciar negativamente no consultório.

É o principal motivo para que serve a gestão financeira.

Atenção às Suas Obrigações Financeiras

Apesar dos grandes impactos que isso tem no bolso do empreendedor brasileiro, os impostos têm que ser pagos de qualquer maneira.

Estar em dia com as obrigações tributárias, é fundamental para evitar que gastos desnecessários com multas e sansões consigam ser evitadas.

Isso já é de uma grande ajuda quando falamos de gastos excessivos. Uma inadimplência dessas é um dos principais motivos que podem prejudicar a imagem e o andamento financeiro do consultório.

O que costuma ocorrer com uma certa frequência, é que os pacientes acabem atrasando com os pagamentos de suas contas.

Por isso, contar com o recebimento no prazo para cumprir com suas obrigações financeiras não é o mais adequado.

Ter um controle rigoroso disso é então a melhor saída para evitar surpresas desagradáveis e que irão trazer consequências não muito boas. Existem plataformas online que podem te ajudar com isso.

Não Misture as Finanças Pessoais Com as do Consultório

Esse talvez seja o item que mais faz jus à frase “por último mas não menos importante” porque, de fato, esse é o ponto mais importante para todos que têm um consultório.

Não confundir e misturar os gastos, lucros e despesas pessoais com os do consultório é de extrema importância. Costuma ser nesse momento que muitos dos profissionais começam a se enrolar, financeiramente falando.

Normalmente, todo o controle financeiro ou pelo menos boa parte dele, fica concentrado no dono do negócio.

E é por isso que as contas acabam se misturando, ficando impossível separar o que é pessoal e o que pertence à empresa.

Esse é o maior erro ao fazer uma gestão financeira do consultório.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!