Fases da vida exigem mudança nos cuidados com a saúde oral

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Entenda quais são os cuidados especiais que devem ser tomados em cada parte de nossa vida

Todos nós passamos por diversas fases da vida. Em cada uma delas, nos modificamos. Tanto externamente, quando pensamos em nossa aparência, como internamente, uma vez que adquirimos novos sonhos e comportamentos.

Assim, é possível dizer que cada uma das fases da vida possui sua importância, uma vez que elas nos fazem evoluir. Entretanto, nem tudo são flores, e com o passar do tempo adquirimos também uma série de responsabilidades.

Fases da vida representam uma transformação geral. Elas implicam em novos deveres, inclusive relacionados à saúde. Desse modo, elas influenciam nos cuidados bucais que realizamos no decorrer de nossas vidas.

Fases da Vida e Higiene Oral

É necessário compreender como realizar a higiene oral desde pequenos até a terceira idade. É dessa forma que vamos lidar com os tipos de intercorrência que ocorrem em diferentes momentos.

Então, que tal entendermos um pouco mais sobre o assunto em cada uma dessas fases?

Infância

A saúde bucal infantil deve ser uma preocupação desde o nosso nascimento.

Inicialmente, é dever dos pais, com o auxílio de recomendações de um dentista, efetuar a higienização da cavidade bucal das crianças, ainda que os dentes de leite não tenham nascido.

Com o passar do tempo e o desenvolvimento dos dentes e das funções motoras, os responsáveis devem começar a ensinar as técnicas de higiene aos seus filhos.

Trata-se de uma questão de extrema importância, pois ajuda as crianças na prevenção de possíveis problemas.

Além disso, é durante a infância que assimilamos e guardamos as informações com mais facilidade e adquirimos conhecimentos.

Portanto, hábitos construídos durante esta faixa etária serão conduzidos pelo resto de nossas vidas. Ensinar bons hábitos aos seus filhos é uma espécie de investimento que tende unicamente à trazer benefícios.

Qual é o momento certo de levar a criança ao dentista?

O recomendado é levar os filhos ao dentista a partir do nascimento do primeiro dente de leite, o que acontece por volta dos 6 ou 7 meses de idade.

Dessa maneira, mesmo que não haja nenhuma anomalia aparente na boca da criança, o dentista pode passar recomendações aos pais e principalmente ajudar a prevenir problemas que possam se desenvolver no futuro.

Depois da primeira consulta, o recomendado é que a criança visite o seu dentista de 6 em 6 meses, para realizar exames de rotina.

Com isso, o profissional pode acompanhar o nascimento dos demais dentes de leite e prevenir cáries.

Quais cuidados devo tomar com a higiene bucal de meu filho?

A limpeza da cavidade bucal dos pequenos deve ser iniciada antes mesmo do primeiro dente nascer. Ou seja, antes da criança ir ao dentista pela primeira vez.

Dessa maneira, além de manter a sua saúde bucal, eles já vão se acostumando com o processo de higiene. É recomendado realizar a limpeza utilizando uma gaze ou um paninho molhado em água filtrada.

A partir do nascimento do primeiro dente, assim como a ida ao dentista, é possível iniciar a escovação. Geralmente é utilizada uma dedeira. O acessório costuma possuir uma ponta de silicone com cerdas bem macias.

Mais uma vez é importante fazer com que a criança vá se acostumando ao processo de escovação, por mais que não seja ela quem esteja, de fato, escovando os seus próprios dentes.

Mais para frente, ao completar dois anos de idade, o bebê deve ter a escovação acompanhada do uso do fio dental.

Segundo especialistas, passar o fio é tão importante quanto escovar os dentes. Os dois atuam como complementos um ao outro.

Saúde Bucal de Adolescentes e Adultos

Este período exige uma higienização adequada, assim como a saúde bucal para todas as fases da vida. Trata-se de uma época bastante gostosa, mas também muito delicada e que pode apresentar complicações.

Na adolescência, pode ser recorrente a questão da vaidade. Assim, devemos explicitar aquele velho ditado: “De que vale ser bonito por fora se você não é bonito por dentro?”

E, não, não estamos falando do comportamento ou personalidade dos adolescentes, e sim da saúde de seus dentes!

Ao negligenciar os cuidados, o seu sorriso pode ficar mais feio e também pode surgir a halitose, um problema extremamente incômodo para qualquer um.

Já na fase adulta, podemos inferir que existe uma diferenciação quanto a saúde bucal dos homens e das mulheres.

Enquanto os homens estão mais sujeitos a dentes sensíveis e bruxismo, as mulheres tendem a desenvolver problemas gengivais.

Isso porque durante esse período, elas estão sujeitas a uma série de alterações hormonais, causadas pela gravidez e até mesmo pela menopausa.

Assim, ficam mais suscetíveis ao desenvolvimento de uma gengivite hormonal, que pode evoluir para uma periodontite e atacar de maneira extremamente agressiva a boca da paciente.

E Quanto Aos Idosos?

A odontologia na terceira idade é um assunto extremamente delicado. Isso porque, manter a saúde bucal do idoso não consiste apenas na preservação dos dentes em seu estado natural.

A modalidade também se refere à constante manutenção da saúde da boca em busca de uma maior qualidade de vida. Portanto, existem alguns cuidados com os dentes dos idosos que podem ser tomados.

Além de realizar a escovação adequada, eles devem se manter sempre hidratados. A falta de saliva pode dificultar a ingestão e digestão de alimentos, além de favorecer o surgimento de anomalias orais.

E, para cuidar da saúde oral de pessoas da terceira idade, existe uma especialidade na odontologia.

Trata-se da Odontogeriatria. Seu objetivo é promover a saúde bucal do idoso, reforçando os hábitos de higiene oral e controlando os riscos de doenças.

Além disso, a Odontogeriatria ainda está a cargo de alguns tratamentos odontológicos para idosos, inclusive aqueles que pretendem gerar mais conforto e bem-estar, como instalação de implantes.

Geralmente, o profissional especializado em Odontogeriatria atua aliado à profissionais de outras especialidades médicas, promovendo a saúde completa do idoso.

O foco do dentista especializado em odontogeriatria é a manutenção e cuidado com os dentes dos idosos, uma vez que esta é uma das fases da vida onde estamos mais sujeitos ao desenvolvimento de problemas.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!