Como cuidar dos dentes do bebê

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Os dentes do bebê não nascem ao mesmo e não são os mesmos que os permanentes

Os primeiros dentinhos são muito aguardados pelos pais. Adultos se derretem ao ver os pequenos dentes do bebê. O primeiro dente forma um dos sorrisos mais bonitos e adoráveis. Apesar da fofura, muitos pais se preocupam com essa fase.

Essa fase é conhecida por causar dor e atrapalhar a alimentação, mas poucos realmente sabem todos os sintomas e cuidados. Como funciona esse processo? O que é normal do bebê sentir? Qual a idade certa para os dentes do bebê nascerem? Como cuidar desses dentinhos?

Os dentes do bebê são a primeira dentição. Ou seja, os dentes de leite. Os primeiros dentinhos costumam aparecer aos 6 meses, mas em algumas crianças eles só aparecem aos 12 meses.

Eles exigem cuidado deste antes de aparecerem, pois causam dor ao romper a gengiva. A seguir, vamos explicar cada fase, cuidados e as melhores formas de lidar com essa fase.

Como funciona a primeira dentição?

Para você entender cada momento dos primeiros dentes do bebê, dividimos esse tópico em dois: como é a primeira dentição e quando nasce cada dente.

Lembre-se: as idades são uma média. Se você acredita que seu filho está com algum problema de dentição, procure um odontopediatra.

Como é a primeira dentição: o bebê, até os cinco anos, terá 20 dentes de leite. Dez na parte superior e mais dez na inferior.

Os primeiros dentes do bebê causam mais dor e desconforto. O processo vai ficando mais fácil a cada dente porque a família se acostuma e adapta aos problemas. Os dentes do bebê não nascem ao mesmo tempo e não são iguais aos dentes permanentes.

Quando nasce cada dente: os primeiros dentes nascem por volta dos 6 meses e até os 30 meses todos os dentes já devem ter nascido. A alimentação do bebê pode influenciar em qual dente nascerá primeiro.

Normalmente, o processo acontece nessa ordem:

  • 6-12 meses – Dentes incisivos inferiores;
  • 7-10 meses – Dentes incisivos superiores;
  • 9-12 meses – Dentes laterais superiores e inferiores;
  • 12-18 meses – Primeiros molares superiores e inferiores;
  • 18-24 meses – Caninos superiores e inferiores;
  • 24-30 meses – Segundos molares inferiores e superiores.

Quais os sintomas dos primeiros dentes?

Infelizmente, a dor é o maior sintoma de dente nascendo em um bebê. As gengivas incham e ficam esbranquiçadas na área do dente. Isso pode atrapalhar a alimentação e higienização.

Entenda que isso fará com que ele não coma ou durma da mesma forma por alguns dias. O humor dos pequenos também muda, ficando mais irritados e chorões.

Os dentes do bebê também podem causar:

  • Baba: os bebês salivam mais do que o normal nessa fase. Carregue sempre panos de boca, porque é algo incontrolável e eles vão babar o tempo todo.
  • Dedos na boca: dedos e objetos se tornam os “coçadores” oficiais dos pequenos. Eles tentam aliviar a dor coçando a gengiva. Existem brinquedos feitos para isso, procure usá-los!
  • Febre: é um dos sinais que mais assusta os pais. Mantenha o controle da temperatura e use a medicação recomendada pelo pediatra.
  • Diarreia: a maioria das mudanças na rotina do bebê pode causar diarreia. Nesses casos, é importante manter o bebê hidratado. Veja se ele reage bem a água ou sucos mais gelados, isso pode ajudar também na dor.

Os três últimos sintomas também pode ser uma consequência da mudança da alimentação.

A partir dos 6 meses, os bebês passam a comer coisas novas e isso causa reações. Fique esperto aos sinais e, em caso de dúvida, procure o pediatra.

Como aliviar a dor do nascimento dos dentes?

Existem diversos recursos para ajudar, desde produtos farmacêuticos até modos caseiros. O frio é um excelente aliado contra a dor e o inchaço. Existem brinquedos frios feitos para que o bebê possa morder a aliviar os sintomas.

Dar frutas e vegetais frios também é uma boa saída, porque acaba ajudando na alimentação dessa fase.

Pedaços grandes, para a criança segurar e ir mordendo, são os ideais – não se esqueça de observar essa atividade para prevenir engasgos!

Os dentes do bebê também são foco de diversos produtos farmacêuticos. Há uma infinidade de pomadas que anestesiam a gengiva. Aplique e massageie levemente a região, respeitando as reações do bebê.

Converse com o pediatra ou com o odontopediatra sobre a melhor pomada para o seu caso.

Cuidados com os dentes do bebê

Nós já falamos aqui sobre a higiene bucal do bebê, onde você pode aprender o processo em detalhes.

É importante que a higienização aconteça desde antes do nascimento dos dentinhos, mas ela deve ser intensificada após o nascimento do primeiro dente. O primeiro passo é marcar uma consulta com um odontopediatra.

Ele é quem vai checar como está a boca do seu filho e dar as instruções específicas para o seu caso.

A maior dica é: não deixe que seu pequeno durma sem escovar os dentinhos ou limpar a gengiva. A cárie infantil é um problema grave e muito comum.

Deixar que os bebês durmam com a boca suja é um dos principais causadores dessa doença. Fique atento! Os dentes do bebê, ou dentes de leite, podem ser temporários, mas são extremamente importantes.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.