Contra-ângulo odontológico é acessório essencial para o dentista

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Projetado para oferecer um bom rendimento em procedimentos clínicos complicados, apresenta diversos benefícios

Utilizado principalmente em acessos cirúrgicos, seu uso é restrito exclusivamente à área da odontologia. Por isso, o contra-ângulo odontológico deve ser manuseado somente por profissionais regulamentados da área.

Devido ao seu sistema de transmissão apoiado em rolamentos de alta precisão, o contra-ângulo odontológico proporciona poucos ruídos e alta durabilidade. Logo, permite que seja feito um trabalho sem perda de potência.

O contra-ângulo odontológico é uma peça de mão compacta, revestida principalmente por um corpo metálico com tratamento superficial, regularmente utilizado em processos cirúrgicos envolvendo perfuração e desgaste ósseo.

Tipos de contra-ângulo odontológico e seus procedimentos

Existem variados tipos de contra-ângulo disponíveis no mercado. Dessa forma, cada um deles é destinado a diferentes funções e devem ser usados em tratamento específicos.

Assim, alguns exemplos do que encontramos são:

  • Contra-ângulo 1:1 PB – indicado para acesso cirúrgico mais restrito em função do ângulo para procedimentos de corte, perfuração e desgaste ósseo em pequenas cirurgias. É um material leve e silencioso, que atinge ainda baixas velocidades, auxiliando na fixação de brocas odontológicas;
  • Contra-ângulo 16:1 TR – é o ideal contra-ângulo para implante dentário, perfuração e desgastes ósseos, contendo principalmente diferentes níveis de torque;
  • Contra-ângulo 1:5 LED – são recomendados para procedimentos que necessitam de desgaste de esmalte, dentina resina, metal e porcelana em alta velocidade.
  • Contra-ângulo redutor 16:1 PB – foi desenvolvido para atender principalmente procedimentos de desgaste ósseo, perfuração, colocação de implantes e aperto de próteses.

A maioria dos preços fica na casa dos R$600,00. Porém, existem marcas que podem chegar a mais de R$1.500,00.

Existem ainda os kits que vêm com, por exemplo, micromotor e contra-ângulo, além de outros acessórios utilizados simultaneamente nos procedimentos.

Diferentes tamanhos e funcionalidades estão disponíveis. A escolha vai depender de cada profissional que fará seu uso para analisar qual acessório atende melhor sua necessidade.

Transporte e armazenamento do contra-ângulo odontológico

Por não ser um dos equipamentos mais baratos presentes em um consultório odontológico, tomar alguns cuidados evitando a perda do material é interessante:

  1. Armazenado e transportado com cuidado, para não sofrer quedas e nem receber impactos;
  2. Deve haver proteção de umidade, não ficar exposto a chuvas, respingos d’água ou superfícies umedecidas;
  3. Mantido em local protegido de sol direto e em sua embalagem original;
  4. A faixa de temperatura no transporte ou armazenamento deve ser de -12ºC a 55ºC.
  5. A faixa de umidade relativa de transporte ou armazenamento 0% a 90% (não condensante);
  6.  A faixa de pressão atmosférica 500hPa a 1060 hPa.

É importante ainda ressaltar que, caso o aparelho sofra qualquer tipo de dano, não é aconselhável tentar fazer o reparo. O ideal é levá-lo até uma assistência autorizada que resolva o problema.

Limpeza do contra-ângulo odontológico

Manter a higienização e desinfecção de aparelhos odontológicos é de extrema importância para evitar a proliferação de bactérias. No caso do contra-ângulo, é indicado:

  • Desacoplar a peça do terminal de encaixe ao término do uso;
  • Retirar a broca ou ponta diamantada;
  • Limpar a parte externa com álcool 70% ou outros desinfetantes que não possuam bases ácidas,
    amônia ou cloro;
  • Nunca submergir o aparelho;
  • Não utilizar palhas de aço ou outros materiais abrasivos na sua limpeza;
  • Fugir dos produtos ácidos, pois estes são corrosivos;
  • Lubrificar com óleos específicos.

Algumas medidas de esterilização também são importantes.

Dessa forma, esterilizá-lo antes do primeiro uso, respeitar as temperaturas na autoclave e principalmente, seguir as instruções recomendadas na embalagem, evitará possíveis danos ao contra-ângulo odontológico.

Rodrigo Venticinque

Rodrigo Venticinque

Graduado pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e especialista em Prótese e Reabilitação Oral Integrativa, Biofísica Quântica, Biorressonância Aplicada e Ortomolecular. Pós-graduado em Estética Dental e Reabilitação Oral, com certificação em Remoção Segura da Amálgama e Odontologia Biológica pela Academia Internacional de Medicina Oral e Toxicologia. Professor da pós-graduação em Biofísica e Ortobiomolecular da QuantumBio. Também atua nas áreas de Ozonioterapia, Odontologia Sistêmica, Sedação Consciente com Óxido Nitroso e Hipnose. Diretor da clínica Venticinque Odontologia.

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!