Contato prematuro traz consequências na oclusão

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O contato prematuro também é conhecido como interferência oclusal

Dentro da área de endodontia e de implantodontia, os profissionais lidam com diferentes alterações dos elementos bucais que comprometem a saúde da região. O contato prematuro é um exemplo de alteração.

Ele pode ter origem patogênica ou fisiológica. E, na maioria dos quadros clínicos, há manifestação de complicações oclusais. Mas, afinal, o que é o contato prematuro?

O contato prematuro também é conhecido como interferência oclusal. Ele representa o contato de dois dentes antes dos demais. Ou seja, na hora da oclusão, um dente superior e um dente inferior se tocam antes de todos os outros dentes se tocarem, o que é considerado ideal.

Se você ficou interessado neste tema, fique ligado neste artigo! Assim você consegue tirar todas as suas dúvidas e descobrir curiosidades sobre o contato prematuro. Vamos começar?

Quais são os sintomas da interferência oclusal?

Como o contato prematuro é nítido e influencia diretamente na nossa saúde bucal, é comum que os pacientes manifestem alguns sintomas. Os principais sintomas do contato prematuro são:

  • Má oclusão;
  • Alteração na função mastigatória;
  • Alteração na função fonética;
  • Sobrecarga sobre o dente;
  • Desalinhamento dos dentes.

Consequências do Contato Prematuro

A interferência oclusal, como já vimos, pode trazer consequências sérias para a saúde bucal. Por isso, fizemos uma lista com os principais efeitos do contato prematuro. Confira:

Lesão no periodonto

O trauma oclusal, causado pela interferência oclusal, atinge o periodonto de sustentação. Esse periodonto é formado pelo cemento, ligamento periodontal e osso alveolar. As suas principais funções são:

  • Funções mecânicas durante a mastigação;
  • Funções sensoriais na recepção, como dores, pressões e tato.

As lesões no periodonto são causadas pelo excesso de força dos dentes durante a mastigação. E essa alteração na função mastigatória é determinada pela interferência oclusal.

Mobilidade dental

O ponto de contato prematuro, que é exatamente o local onde o dente superior se encontra com o dente inferior antes dos outros, pode provocar a sobrecarga funcional desses dentes. Por essa razão, as cargas de força são desiguais e, consequentemente, geram a mobilidade dental.

A mobilidade dental acontece quando o dente consegue se deslocar em várias posições e sentidos. Sem uma consulta odontológica com o especialista, o paciente pode sofrer efeitos graves. Dentre as principais consequências dos dentes moles estão:

  • Perda do dente;
  • Doenças periodontais: gengivite, periodontite e periodontite avançada;
  • Falta de articulação na mastigação;
  • Deslocamento do dente;

Disfunção temporomandibular

A DTM, também chamada de disfunção temporomandibular, é uma doença crônica. Ela é o resultado de problemas na ATM. Mas o que é a ATM?

A ATM, articulação temporomandibular, é a articulação que liga a mandíbula ao crânio. Além disso, ela é responsável por toda a movimentação da mandíbula. Esse é um dos deslocamentos mais complexos do corpo humano. A DTM indica alterações nessa articulação e, por isso, é importante o acompanhamento médico

A disfunção pode impedir movimentos mastigatórios e fonéticos. Os sintomas mais frequentes da DTM são:

  • Dor de cabeça crônica;
  • Dor de ouvido;
  • Zumbidos;
  • Dificuldades na hora de abrir a boca por completo;
  • Inchaço na face;
  • Pressão atrás dos olhos;
  • Maxilar travado ao abrir ou fechar a boca;
  • Deslocamento da mandíbula;
  • Dificuldade na hora de mastigar;
  • Sensação de que os dentes superiores e inferiores não encaixam.

Como é realizado o tratamento?

O planejamento do tratamento depende do quadro clínico do paciente. No entanto, os profissionais, na maioria dos casos, procuram distribuir a carga e a força sobre todos os dentes. Então, uma alternativa é o tratamento ortodôntico.

Desse modo, para garantir a saúde bucal, visite o profissional da odontologia de confiança. Ele irá indicar o melhor tratamento para o contato prematuro.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.