Como escovar os dentes do idoso corretamente?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Entender como escovar os dentes do idoso corretamente é um ponto importante para evitar problemas bucais

Manter uma boa saúde bucal é algo altamente recomendado pelos dentistas, independentemente da idade do paciente. Porém, é possível que algumas pessoas se perguntem como escovar os dentes do idoso.

Às vezes, os pacientes pensam que a higienização bucal altera-se com o tempo. Então, é importante explicar como escovar os dentes do idoso.

No entanto, a pergunta de como escovar os dentes do idoso é simples de ser respondida, já que não existem diferenças nos hábitos de limpeza da primeira, segunda ou terceira idade.

A exceção é a escovação das crianças até os seis anos de idade, pois a arcada dentária ainda é composta majoritariamente por dentes de leite. A quantidade de pasta de dente utilizada e sua concentração de flúor devem ser menores.

Pode ser que o idoso tenha alguma limitação, impedindo-o de efetuar precisamente a escovação. Por isso, é essencial que alguém o ajude, mas, antes, é preciso saber escovar os dentes corretamente.

Qual é a melhor escova para idosos?

Imagine um idoso escovando os dentes. É necessário que ele possua os instrumentos corretos para isso, levando em consideração que pode se machucar.

Também é válido ressaltar que a pasta de dente deve conter flúor e o fio dental e o enxaguante precisam ser utilizados pelo menos uma vez por dia.

Agora, quando falamos sobre escova de dentes para idosos é preciso entender que existe um produto recomendado para essa faixa etária. As considerações a serem levadas em conta são:

  1. As cerdas mais duras não são tão efetivas quanto as macias para remover a placa bacteriana e ainda podem machucar a gengiva;
  2. A cabeça da escova deve ser pequena para limpar todos os dentes da boca.

Por outro lado, os dentistas apontam que não existe nenhuma vantagem fora do comum das escovas elétricas.

O paciente é quem deve decidir se prefere as manuais ou as elétricas. O essencial é que a limpeza da cavidade bucal seja adequada.

Como escovar os dentes do idoso corretamente?

A saúde bucal é um ponto importante durante todas as fases da vida, mas a higiene bucal na terceira idade merece atenção redobrada por conta dos pacientes serem mais propensos a disfunções.

Separamos algumas dicas para ajudar você a escovar os dentes corretamente:

  • O primeiro ponto é possuir uma boa escova de dentes, de cabeça pequena e cerdas macias;
  • Comece pelas superfícies voltadas para a bochecha dos dentes superiores;
  • Quando finalizar a parte de cima, vá para a arcada inferior;
  • Faça movimentos circulares, como se estivesse varrendo os dentes, de baixo para cima na arcada superior e de cima para baixo na inferior;
  • Lembre-se de realizar o procedimento com sutileza e cuidado, evitando aplicar muita força e escovando um dente por vez;
  • Para finalizar a parte de escovação, escove a língua com movimentos suaves, varrendo-a também;
  • Feito isso, o próximo passo é passar o fio dental nos espaços interdentais com cuidado para não machucar.

Quando falamos sobre o enxaguante bucal, existe uma divergência de opiniões entre profissionais. Alguns dizem que o certo é usar produtos sem álcool na composição, para não agredir as mucosas. Mas outros dentistas dizem que é melhor fazer bochecho com o que sobrou de pasta na boca.

Por isso, nossa recomendação é que o paciente consulte seu dentista de confiança e pergunte o que é mais indicado para sua saúde bucal.

E quando o idoso faz uso de dentadura?

Todas as recomendações até aqui servem para pacientes que não usam próteses dentárias. Para pessoas que usam as chamadas dentaduras, as indicações são:

  • Após cada refeição, retirar a prótese e realizar a limpeza com uma escova macia e pasta de dente;
  • Antes de dormir, o aconselhado é retirar a prótese e colocá-la num copo com água filtrada e uma colher de água sanitária.

O paciente não deve usar água quente para não a prejudicar.

Independente se o idoso usar dentadura, o aconselhado é visitar frequentemente o dentista para ver como anda a saúde bucal.

Quais são os problemas bucais mais comuns em idosos?

Por fim, mesmo sabendo que é de alta importância manter a saúde bucal dos idosos, existem pacientes que não cuidam da higiene da boca como deveriam.

Assim, a pessoa pode desenvolver os seguintes problemas:

  1. Boca seca;
  2. Cárie radicular, a cárie em idosos mais incidente;
  3. Doenças na gengiva, como a gengivite em idosos;
  4. Redução da sensibilidade gustativa;
  5. Retração gengival;
  6. Lesões bucais;
  7. Perda de elementos dentários;
  8. Problemas causados por próteses velhas ou mal adaptadas;
  9. Inflamações ou infecções.

A melhor forma de preveni-los é mantendo a saúde bucal em dia.

Agora que você sabe como escovar o dente do idoso, não esqueça que isso deve ser feito sempre ao acordar, antes de dormir e após as refeições.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!