Arranquei um dente e não para de sangrar, o que devo fazer?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O que fazer quando um dente extraído não para de sangrar?

Extrair um dente pode provocar medo e ansiedade. Além disso, muitas pessoas se assustam com a ideia de sangramentos após o procedimento e podem pensar: “arranquei um dente e não para de sangrar, e agora?”

Quer saber o que fazer quando se deparar com a questão “arranquei um dente e não para de sangrar“?

“Arranquei um dente e não para de sangrar”. Esse pensamento e problema pode atingir as pessoas que passaram por algum procedimento de extração dentária e ainda estão no período de recuperação.

Mas fique tranquilo, pois neste artigo vamos elucidar todas ad dúvidas de dar as principais dicas para lidar com a questão.

O que fazer em casos de sangramento após extração?

O sangramento é um dos sintomas mais comuns após a retirada de um dente. Em geral, ele pode durar alguns minutos ou até horas para cessar.

Dessa maneira, o paciente pode tomar algumas atitudes visando interromper o problema do dente sangrando:

  • Morder um pedaço de gaze limpa durante cerca de 1 hora, exercendo um pressão constante;
  • Manter a cabeça erguida, reduzindo o fluxo de sangue que vai em direção à cabeça;
  • Aplicar um sachê de chá preto por cerca de 45 minutos. Isso porque o ácido tânico presente no chá pode ajudar a promover o processo de coagulação;
  • Evitar fazer enxagues na boca com água e sal. Normalmente, o procedimento é indicado para manter a boca limpa. Contudo, durante um sangramento, o método pode dificultar a formação dos coágulos necessários, aumentando a pequena hemorragia no dente.

Não é normal que um sangramento ininterrupto ocorra após uma extração de dente.

Desse modo, caso o sangramento não cesse após um tempo, a primeira atitude a tomar quando você pensa: “arranquei o dente e não para de sangrar” é procurar o profissional da odontologia que realizou o procedimento.

Assim, o dentista poderá avaliar o caso e realizar novas suturas

Quando preciso extrair um dente?

Uma extração de dente pode ser necessárias em casos como:

  • Cáries profundas ou radiculares que não permitem o tratamento endodôntico (canal);
  • Inflamações na área da boca, como periodontite ou grande mobilidade dental;
  • Após traumas e acidentes onde ocorre a perda de parte do dente;
  • Pacientes com dentes que nasceram mal posicionados ou mal encaixados ou extranuméricos.

Por que ocorre o sangramento?

Você pode se perguntar: “agora que arranquei o dente, por que acontece esse sangramento?”

O sangramento após uma retirada de dentes ocorre porque é cortado o canal de comunicação com os nervos localizados na raiz do dente, responsáveis por conectar o dente ao sistema sanguíneo.

Dessa maneira, o sangue corre em direção à parte interna da boca.

Cuidados antes da extração de dente

Antes de realizar a extração de um dente no consultório odontológico, alguns cuidados podem ser tomados pelo médico dentista.

Esses cuidados incluem o uso de medicamentos, como analgésicos, anti-inflamatórios ou antibióticos.

Cuidados após a extração de dente

Por ser um procedimento invasivo, a cirurgia que extrai dentes também requer alguns cuidados após a sua realização. Eles incluem:

  • Manter o repouso absoluto nas 24 horas após o procedimento e parcial nos 2 ou 3 dias seguintes;
  • Usar compressas de gelo na região. Isso porque a técnica promove a contração dos vasos sanguíneos, diminuindo inchaços;
  • Evitar a ingestão de alimentos sólidos ou com temperatura elevada nas 24 horas imediatas após a cirurgia;
  • Higienizar a boca minuciosamente, visando evitar o desenvolvimento de infecções orais causadas pela ação de bactérias;
  • Evitar aplicas muita força durante a escovação;
  • Não é recomendado que se escove o local de onde o dente foi retirado, evitando feridas e machucados. Além disso, é preciso usar escovas macias e fios dentais para realizar a higienização.

Desse modo, são diminuídas as chances de preocupações causadas pelo pensamento: “arranquei um dente e não para de sangrar“.

Rodrigo Venticinque

Rodrigo Venticinque

Graduado pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e especialista em Prótese e Reabilitação Oral Integrativa, Biofísica Quântica, Biorressonância Aplicada e Ortomolecular. Pós-graduado em Estética Dental e Reabilitação Oral, com certificação em Remoção Segura da Amálgama e Odontologia Biológica pela Academia Internacional de Medicina Oral e Toxicologia. Professor da pós-graduação em Biofísica e Ortobiomolecular da QuantumBio. Também atua nas áreas de Ozonioterapia, Odontologia Sistêmica, Sedação Consciente com Óxido Nitroso e Hipnose. Diretor da clínica Venticinque Odontologia.

One Reply to “Arranquei um dente e não para de sangrar, o que devo fazer?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.