Ansiedade altera a saúde e causa problemas bucais

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Entenda como os transtornos de ansiedade podem prejudicar sua saúde bucal

O nosso organismo sente quando não estamos bem. Um exemplo é quando sofremos com ansiedade. O nosso corpo reflete os sinais do transtorno.

Quando temos ansiedade, o nosso sistema imunológico tende a ficar desequilibrado. Por isso, ficamos mais expostos a doenças e infecções, inclusive na nossa cavidade bucal. Mas, o que é esse transtorno?

A ansiedade é sentimento comum que causa desconforto emocional. No entanto, em alguns casos, a ansiedade se torna patológica e pode atrapalhar a rotina.

Normalmente, a ansiedade e estresse andam juntos. Além disso, esse distúrbio pode ser causada por fatores genéticos e também pelo ambiente que o paciente vive.

Sintomas da ansiedade

Os pacientes podem mostrar os seguintes sintomas da ansiedade:

  • Nervosismo;
  • Problemas em se concentrar;
  • Sensação constante de medo;
  • Preocupações exageradas;
  • Pensar excessivamente sobre algum assunto;
  • Irritação;
  • Agitação dos membros;
  • Alterações gastrointestinais;
  • Aumento dos batimentos cardíacos; e
  • Tonturas;

Problemas bucais causados pela ansiedade

Como já vimos, a ansiedade afeta a saúde bucal. Entre os problemas causados pela doença, estão:

  • Bruxismo: ato inconsciente de apertar ou ranger os dentes constantemente de forma rítmica.
    A)Sintomas: ranger ou apertar os dentes, dentes achatados, fraturados, lascados ou soltos, esmalte dentário desgastado- expondo camadas mais profundas do dente-, sensibilidade dentária, dor orofacial, dor de cabeça, dor de ouvido e recuos de língua.
    B)Tratamentos: não tem cura, mas o tratamento é feito para aliviar as dores e diminuir o ranger. O paciente precisa usar uma placa de proteção dentária durante a noite para evitar o atrito entre os dentes, e alguns medicamentos como relaxantes musculares, antidepressivos e calmantes
  • Alterações na ATM: é o problema na movimentação do maxilar inferior.
    A)Sintomas: dor de cabeça, dor de ouvido, dificuldade para abrir a boca, inchaço na face, maxilar pode travar, deslocamento da mandíbula e dificuldade para mastigar.
    B)Tratamentos: aplicação de bolsas de água quente onde o paciente sente dores. O uso de relaxante muscular, aspirina, anti-inflamatório e analgésicos também podem ser recomendados após diagnósticos médicos. Aparelhos de mordida podem reduzir os efeitos prejudiciais do rangimento. Além disso, é importante o paciente também aprender exercícios de relaxamento e controle da tensão muscular na mandíbula. Em casos mais extremos, a cirurgia é feita na articulação para recompor partes afetadas da mandíbula.

Quais cuidados bucais devo tomar?

Quando falamos de ansiedade e saúde bucal, precisamos estar atentos com os cuidados diários.

O seu dentista de confiança pode sugerir que você comece a visitar um psicólogo. Isso pode diminuir os sintomas e evitar futuros problemas bucais.

No entanto, você também deve prestar atenção na hora da higiene oral! Por isso, escove os dentes depois de acordar, depois das refeições e antes de ir dormir. Faça movimentos suaves e circulares em torno de todos os dentes.

Lembre de sempre escovar a língua também, porque ela também tem bactérias bucais que podem fazer mal a saúde. É importante tentar não passar a escova bruscamente.

O uso do fio dental pelo menos uma vez ao dia é recomendado pelos dentistas. Não precisa passar o fio de forma bruta, mas é preciso que você limpe toda a área ao redor do dente e perto da gengiva.

O seu dentista também pode passar algum enxaguante bucal ideal para você manter e completar a limpeza bucal todos os dias.

Na hora da alimentação, também é preciso ter uma dieta regulada. Por isso, consuma bastante vitaminas e nutrientes. Não esqueça de se manter hidratado sempre que puder.

A ansiedade altera a saúde bucal. Assim, você deve prestar atenção na hora da higienização. Seja cuidadoso e tenha um sorriso perfeito!

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.