Conheça os riscos ocupacionais da área odontológica

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui os riscos ocupacionais mais comuns na área da odontologia

No ambiente de trabalho, os profissionais realizam tarefas rotineiras que podem parecer seguras. Mas, é preciso lembrar que a rotina apresenta riscos ocupacionais.

Eles são divididos em 5 grupos: físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e acidentes. Mas, afinal, o que são riscos ocupacionais?

Os riscos ocupacionais são as situações que colocam em risco a saúde e bem-estar dos profissionais no ambiente de trabalho.

Na área da odontologia, os profissionais também enfrentam diariamente os riscos ocupacionais.

Por isso, nesse artigo vamos tirar todas as suas dúvidas sobre os riscos ocupacionais em odontologia. Vamos começar?

Principais riscos ocupacionais

Como já vimos, existem 5 grupos de risco ocupacional. Eles são: físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e acidentes.

O Ministério do Trabalho classifica cada um dos grupos em uma tabela. Inclusive, cada risco tem uma cor específica.

Para você entender mais sobre as características de cada um dos riscos ocupacionais na odontologia, fizemos uma lista.

Riscos físicos

Os riscos físicos estão associados aos seguintes fatores:

  • Temperaturas exageradas;
  • Ruídos;
  • Radiações ionizantes; e
  • Pressões inadequadas

Na tabela, esses riscos são representados pela cor verde.

Riscos químicos

Os fatores químicos estão associados a qualquer substância exalada pelo ar. Assim, as principais substâncias são:

  • Gases tóxicos;
  • Produtos químicos;
  • Poeira; e
  • Vapores.

Na tabela, esses riscos são representados pela cor vermelha.

Riscos biológicos

Os riscos biológicos são indicativos da presença de organismos que podem ser nocivos para a saúde dos profissionais no ambiente de trabalho.

Os principais microrganismos que podem comprometer a segurança no trabalho são:

  • Bactérias;
  • Fungos;
  • Vírus; e
  • Parasitas.

Na tabela, esses riscos são representados pela cor marrom.

Riscos ergonômicos

Os riscos ergonômicos estão associados aos hábitos inadequados do trabalhador na jornada de trabalho. Eles são:

  • Não fazer pausas;
  • Fazer movimentos repetidos sem nenhum exercício; e
  • Postura inadequada.

Na tabela, são representados pela cor amarela.

Riscos de acidentes

Os riscos de acidentes estão associados aos seguintes fatores:

  • Uso de equipamentos sem proteção;
  • Iluminação inadequada;
  • Manuseio incorretos dos instrumentos; e
  • Fios expostos.

Na tabela, estão representados com a cor azul.

Problemas para a saúde

Alguns dos principais problemas e doenças ocupacionais na odontologia são:

  • Problemas de audição;
  • Desordens musculoesqueléticas;
  • Contaminação por mercúrio;
  • Dermatoses;
  • Hepatites;
  • Doenças por microrganismos;
  • Dores nas costas;
  • Torcicolo;
  • Bursites;
  • Lesões por esforço repetitivo (LER);
  • Tendinite;
  • Parestesia;
  • Estresse;
  • Fadiga; e
  • Dores nos braços.

Como evitar acidentes no trabalho?

Para evitar acidentes, algumas medidas básicas que os profissionais devem tomar são:

  • Vacinação: o cirurgião-dentista e toda a equipe devem estar com as vacinas em dia. Assim, algumas doenças são evitadas e os profissionais ficam imunes;
  • Aplicação dos equipamentos de proteção individual (EPI): esses equipamentos estão no “kit básico” de todos os cirurgiões-dentistas. É preciso desses equipamentos para o profissional fazer qualquer procedimento odontológico.
    Os equipamentos são: jaleco, máscara, óculos de proteção, gorro e luvas de procedimento;
  • Assepsia: esse método evita a contaminação de algum local. Por isso, os profissionais precisam lavar as mãos com frequências, descartar luvas e qualquer material no local adequado e desinfectar e esterilizar todos os materiais do ambiente de trabalho;
  • Anti-sepsia: método usado para esterilizar uma área que já foi infectada. Os profissionais usam substâncias químicas específicas para eliminar os germes;
  • Limpeza: é importante para evitar contaminações e doenças. Assim, todo o local do trabalho, as roupas de trabalho e os materiais odontológicos devem estar limpos; e
  • Ergonomia: método para otimizar as condições de trabalho.

Com essas medidas você evita os riscos ocupacionais e garante a segurança no trabalho.

Rodrigo Venticinque

Rodrigo Venticinque

Graduado pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e especialista em Prótese e Reabilitação Oral Integrativa, Biofísica Quântica, Biorressonância Aplicada e Ortomolecular. Pós-graduado em Estética Dental e Reabilitação Oral, com certificação em Remoção Segura da Amálgama e Odontologia Biológica pela Academia Internacional de Medicina Oral e Toxicologia. Professor da pós-graduação em Biofísica e Ortobiomolecular da QuantumBio. Também atua nas áreas de Ozonioterapia, Odontologia Sistêmica, Sedação Consciente com Óxido Nitroso e Hipnose. Diretor da clínica Venticinque Odontologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.