O que é paralisia facial? Descubra os sintomas e como tratar

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A Paralisia de Bell pode acontecer com qualquer pessoa

Imagine acordar um dia sem conseguir mexer um lado do seu rosto, a famosa paralisia facial. Esse é um problema que pode acontecer com qualquer um e em qualquer idade.

A paralisia facial, ou paralisia de Bell, pode ser apenas um sintoma de uma doença ou a patologia em si e possui tratamento.

A paralisia facial (de Bell ou facial periférica) é uma fraqueza nos músculos faciais. Isso faz com que metade do rosto fique “caído” ou “inclinado”, formando uma feição pouco natural e incontrolável pelo paciente. Na maioria dos casos, pode ser revertida.

O que causa paralisia facial?

É importante lembrarmos que várias doenças e anomalias têm como sintoma a paralisia facial. No entanto, trataremos aqui apenas da paralisia de Bell, uma doença que não está ligada a complicações maiores como o AVC.

Não há uma causa definida para a paralisia facial periférica. Os profissionais acreditam que o fator principal seja um inchaço ou inflamação de um nervo.

Esse nervo é o responsável pela movimentação de todo um lado do rosto, por isso a paralisação. A inflamação no nervo costuma ser causada por vírus. Essa lista contém os principais vírus associados a paralisia de Bell:

  • Gripe;
  • Herpes (labial e genital);
  • Doenças respiratórias (causadas por adenovírus);
  • Mononucleose (conhecida como doença do beijo);
  • Síndrome mão-pé-boca;
  • Infecções por citomegalovírus;
  • Rubéola.

Mesmo sem ser causado por AVC, você deve procurar um médico ou dentista ao sentir os primeiros sintomas. Apenas um profissional poderá identificar se a sua paralisia é a de Bell ou não.

Sintomas da paralisia facial

A paralisia facial periférica apresenta mais de um sintoma, então fique atento. Há sintomas mais comuns e outros mais raros, por isso preparamos duas listas.

Os mais comuns aparecem apenas no lado afetado pela paralisia facial. Desconfie se:

  • Você não consegue enrugar a testa (o músculo não responde ao comando);
  • Há dificuldade ou você não consegue fazer movimentos simples, como assobiar e soprar;
  • Quando você sorri, um dos lados da boca fica “caído” ou não se mexe;
  • Você não consegue ou tem muita dificuldade para mastigar no lado afetado;
  • É impossível fechar um dos olhos, que passa a ficar muito seco ou com produção excessiva de lágrimas;
  • Você passa a ter dificuldade na fala.

Outros sintomas menos comuns:

  • Perda do paladar;
  • Dormência ou inchaço no lado do rosto afetado;
  • Hipersensibilidade auditiva;
  • Dores no ouvido ou nessa região;
  • Dores de cabeça.

Qual o tratamento?

A paralisia de Bell costuma durar cerca de 6 meses com tratamento. Poucas pessoas sentem algum sintoma para o resto da vida. É ainda mais raro que a doença se manifeste duas vezes na mesma pessoa.

Como a paralisia facial não tem uma causa definida, os tratamentos variam. Eles podem ser feitos com medicamentos e acompanhamentos com fonoaudiólogos e fisioterapeutas.

É importante que o paciente procure tratamento ainda no início dos sintomas. A paralisia de Bell pode ser uma doença simples, mas a falta de tratamento pode gerar prejuízos ao indivíduo.

Quais profissionais devo procurar?

Ao sentir os sintomas, você pode procurar seu dentista ou um médico de confiança. Caso eles não consigam lidar com o caso, você será encaminhado para um profissional especializado.

Não se esqueça de exigir todos os exames para confirmar a origem da sua paralisia facial. Como já dissemos aqui, há mais de um tipo de paralisia e algumas são sinais de doenças graves. Fique atento!

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!