Odontologia do Trabalho: detalhes da especialidade

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui como funciona a odontologia do trabalho

No ambiente de trabalho, é importante cuidar da saúde dos empregados. Mas, além dos cuidados médicos, há também os cuidados com a saúde bucal. Por isso, na área odontológica, existe a odontologia do trabalho.

Essa especialidade tem como finalidade evitar doenças ocupacionais. Mas, afinal, o que é a odontologia do trabalho?

A odontologia do trabalho é um ramo odontológico que tem como objetivo evitar que os funcionários de um local tenham problemas bucais. Assim, ele preza pela manutenção da higiene oral de todos os funcionários.

Desde 2007, a obrigatoriedade da presença de um profissional dessa especialidade odontológica nas empresas é discutida no Congresso Nacional.

Quais são as funções de um dentista do trabalho?

Entre as atividades dos profissionais da especialidade odontológica estão:

  • Preservação da saúde bucal do trabalhador;
  • Avaliar e monitorar fatores dentro do ambiente de trabalho que podem representar riscos à saúde bucal do trabalhador;
  • Planejar campanhas de educação da saúde bucal para os funcionários da empresa;
  • Administrar e avaliar serviços odontológicos que se adaptem à rotina do local de trabalho;
  • Fazer exames odontológicos;
  • Detectar sinais de doenças bucais nos empregados;
  • Preparar os instrumentos a serem usados durante os exames;
  • Organizar projetos que previnem a acidentes de trabalho que envolvam a área de Odontologia;
  • Planejar estratégias que envolvem higiene, economia e segurança no ambiente de trabalho;
  • Estar preparado para trabalhar com patologias bucais e sistêmicas que envolvem riscos no trabalho; e
  • Entender da parte de perícia trabalhista e legislação que envolve a odontologia do trabalho.

O profissional não precisa atuar em todas essas funções, ele pode ter prioridades dentro da empresa e trabalhar apenas com alguns segmentos.

A importância do profissional é extrema. Ele garante a produtividade e a saúde de todos os que trabalham no ambiente.

Exames odontológicos

Dentre os exames odontológicos que os dentistas do trabalho precisam realizar, estão:

  • Admissionais: são realizados antes da contratação do empregado. São avaliadas a saúde bucal e como o ambiente de trabalho pode afetar a higiene.
  • Periódicos: são realizados em momentos determinados para todos os empregados da empresa. Têm como objetivo analisar se a saúde bucal de algum colaborador mudou;
  • Mudança de função: é realizado sempre que o empregado mudar de posição na empresa. Isso para entender se a nova ocupação trará consequências para a higiene oral;
  • Exame de retorno ao trabalho: é realizado quando o empregado estava afastado do trabalho por um período superior ou igual a 30 dias. Isso por motivo de doença ou acidente ocupacional; e
  • Demissional: é realizado para avaliar possíveis consequências na saúde bucal do empregado enquanto ele trabalhava na empresa.

Formação profissional

Dentro da faculdade de odontologia, o futuro profissional estuda estruturas bucais, como os dentes, a boca e os ossos da face.

No ambiente universitário, é ensinado como fazer prevenção, diagnósticos e tratamentos de doenças orais. Ainda, o estudo pode ser focado em questões estéticas.

A duração do curso de odontologia é de 5 anos, com todos os cursos presenciais. As aulas práticas são iniciadas no segundo ano da faculdade.

Em todas as instituições, o estágio é obrigatório para a formação. E, no final de todo o curso, é preciso que o estudante faça um TCC, também conhecido como trabalho de conclusão de curso.

Caso você opte por fazer o curso em uma instituição privada, a maioria delas custa em média R$1700,00 por mês. Mas, fique atento para as bolsas universitárias e programas de financiamento.

Quando você finalizar a faculdade e já estar com seu diplomas, você pode atuar como um dentista generalista. Assim, atendimentos clínicos e tratamentos que são básicos serão a sua área de atuação.

Mas, e a odontologia do trabalho? Pois é, mesmo com o diploma, você não poderá atuar como um profissional desse ramo. É preciso que você faça uma especialização em odontologia do trabalho. Uma pós-graduação é ideal.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.