Importância da higienização das mãos na odontologia

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Lavar as mãos é uma prática simples que evita a contaminação de doenças

Consultórios e clínicas odontológicas estão expostas à diversos tipos de bactérias. Por isso, a biossegurança é tão importante. Uma das ações básicas, que não pode ser esquecida, é a higienização das mãos.

Ela é tão essencial, que até mesmo a Organização Mundial da Saúde (OMS) determinou que 05 de maio será o Dia de Conscientização da Higienização das Mãos.

A higienização das mãos é uma das medidas mais eficientes no controle e redução de infecções nos serviços de saúde. Entre as doenças com maior risco de transmissão durante uma consulta odontológica estão: sífilis, gonorréia, HIV, H1N1, herpes e hepatite B.

Existe o mito de que o ambiente hospitalar oferece mais riscos à contaminação do que o ambiente odontológico. Os procedimentos realizados pelos profissionais podem até ser diferentes, mas a chance de transmissão é a mesma.

O contágio pode acontecer de duas maneiras através das mãos.

De forma direta, quando membros contaminados tocam diretamente o paciente, ou de forma indireta, quando as mãos contaminadas tocam algum superfície ou objeto.

Na odontologia, quase todos os procedimentos são realizados com o uso de luvas. Apesar disso, a higienização das mãos deve ser feita regularmente. Luvas são barreiras eficientes, mas não infalíveis.

Para lavar as mãos de maneira correta no consultório, é necessário um local adequado e limpo, além de um sabonete que não cause irritações na pele. Use sempre papel toalha de qualidade para secá-las.

Produtos alcoólicos para a lavagem das mãos também são eficazes na redução dos microrganismos e esta prática é muito estimulada nos hospitais para controle de infecções.

No caso da odontologia, essa ação só não é recomendada na retirada das luvas. As mãos transpiram durante os procedimentos, e se as luvas utilizadas contêm talco, o uso do álcool gel não é recomendado.

Quando realizar a higiene das mãos?

Higienizar as mãos

  • Antes de contato com um paciente;
  • Antes da realização de procedimentos assépticos;
  • Após risco de exposição a fluidos corporais;
  • Após contato com um paciente;
  • Após contato com as áreas próximas ao paciente.

Conheça os tipos de Higienização

Lavar as mãos

Higienização simples – remoção de microrganismos que colonizam as camadas superficiais da pele (suor, oleosidade e células mortas), com sabão líquido e água, secando com papel toalha. Duração: de 40 a 60 segundos.

Higienização antisséptica – higiene das mãos que remove a sujidade e microrganismos e reduz a carga microbiana, com auxílio de antisséptico, secando com papel toalha. Duração: de 40 a 60 segundos.

Fricção antisséptica – esse tipo de higienização reduz a carga microbiana das mãos, quando não estão visivelmente sujas. É recomendado o uso do álcool gel 70%, deixando que sequem completamente, sem uso do papel toalha.

Antissepsia cirúrgica – elimina a microbióta transitória da pele e reduz a microbióta residente, e proporciona efeito residual. As escovas utilizadas nesse tipo de higienização devem ser descartáveis e de cerdas macias. Duração de 3 a cinco minutos.

É importante ressaltar que a eficácia da higienização das mãos vai depender da técnica bem empregada. Também é essencial retirar anéis, pulseiras e relógios antes de iniciar a ação.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.