Como agir diante de uma emergência odontológica

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Procurar um dentista é essencial em casos de urgências ou emergências

O primeiro passo para saber como agir diante de uma emergência odontológica, é entender a diferença entre emergência e urgência. Apesar de parecidas, essas duas palavras tem significados e conceitos diferentes.

A urgência é uma situação que deve ser resolvida de imediato e não pode ser adiada, mas que não oferece risco à vida. Diferente da emergência odontológica, a urgência é mais comuns na odontologia. Elas podem ser  provocadas, por exemplo, por doenças que afetam a polpa dos dentes e que causam uma dor aguda difícil de suportar.

Já a emergência odontológica é uma situação crítica ou um perigo iminente onde o paciente ocorre risco de vida. Independente de qual situação o paciente se encontra, emergência ou urgência, é preciso encontrar rapidamente um profissional que possa realizar uma diagnóstico preciso e prescrever um tratamento.

Emergências Odontológicas

Emergências odontológicas estão relacionadas à ansiedade, quadro de desmaio, hipertensão e hipoglicemia.

Também podem acontecer com pacientes que estão tomando medicação para circulação ou doenças do coração e  precisam fazer uma ou mais extrações. Nestes caso, podem ocorrer hemorragias difíceis de controlar.

Outros casos de emergência em odontologia podem ser os traumatismos pós acidentes com quadros hemorrágicos ou complicações pós-cirúrgicas com origem na cavidade oral. Nestas situações, o profissional deve estar preparado para diagnosticar e tratar estas complicações rapidamente.

Urgências Odontológicas

  • Dor de dente intensa de início súbito;
  • Mordida ou trauma nos lábios, na língua ou nas bochechas;
  • Descolamento de coroa;
  • Dor na gengiva;
  • Abscessos dentários;
  • Objetos presos entre os dentes;
  • Fratura de dentes;
  • Perda de dentes;
  • Qualquer trauma na região da boca.

Como agir diante de urgências odontológicas

O primeiro passo e o mais importante em casos de emergências ou urgências odontológicas é manter a calma. Não seja precipitado e não faça nada sem a orientação de um cirurgião-dentista.

Confira algumas dicas de ações que podem ser realizadas antes de chegar ao local de atendimento, caso sejam extremamente necessárias:

  • Enxágue a boca com água morna;
  • Remova qualquer objeto preso entre os dentes com o fio dental, delicadamente. Se isso não resolver o problema ou não for possível, não tente usar objetos pontiagudos, de corte ou force o local;
  • Em caso de fraturas ou queda de dentes, enxague o dente com água morna para retirar sujeiras, mas não esfregue a região da raiz do dente;
  • Na queda de um dente de leite, armazene-o em um pote com leite, soro fisiológico ou saliva da pessoa que se acidentou. Leve-o para o local de atendimento. Nunca tente encaixar o dente de leite de volta na gengiva. Isso pode danificar o dente permanente que se encontra logo embaixo;
  • Se a queda foi de um dente permanente, procure atendimento imediatamente;
  • Aplique pressão direta sobre qualquer sangramento com um pano limpo;
  • Faça compressas frias na face para reduzir a dor e o inchaço;
  • Não faça compressas quentes ou frias diretamente na gengiva ou nos dentes;
  • não aplique qualquer medicamento ou pomada nos dentes e nas gengivas;
  • Evite qualquer tratamento caseiro;
  • Procure um atendimento odontológico imediatamente.

Como é o atendimento em urgências e emergências odontológicas?

A primeira ação do cirurgião-dentista em uma consulta emergencial é observar o local da lesão. Após esse primeiro exame, é preciso criar um plano de atendimento e realizar exames radiográficos.

As possíveis soluções em atendimentos emergenciais são: extrações de dentes, reimplantes dentários, drenagem de infecções, controle de sangramentos, sutura de cortes, retirada de objetos presos entre os dentes, substituição de coroas e outros.

Locais de atendimento

É fundamental procurar atendimento em um local com um pronto-socorro odontológico. Você pode encontrar esse tipo de estrutura em hospitais tradicionais ou clínicas especializados em atendimentos odontológicos.

Se a emergência ocorrer fora do horário comercial, existem dentistas e clínicas que possuem atendimento 24 horas.

Em caso de plano de saúde dentário, entre em contato com a central de atendimento para receber orientações de primeiros cuidados e endereços dos locais de atendimento de urgência ou emergência odontológica. 

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.