Conheça os estágios da dentição e seus detalhes

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Saiba tudo sobre as dentições permanente e temporária

Para ter total controle sobre a sua saúde bucal, é fundamental que você conheça a origem e todos os estágios da sua dentição.

A dentição desenvolve-se em duas fases diferentes. Primeiro aparecem os dentes de leite, que caem, dando lugar aos dentes permanentes.

Atribuímos o termo dentição ao processo de formação, crescimento e erupção de todos os nossos órgãos dentários. Em algumas situações a expressão também é usada para definir o conjunto de dentes presentes em nossa arcada.

Apesar de existirem algumas exceções, o comum é que todos os bebês nasçam desdentados. Isso é extremamente compreensível uma vez que observamos que nessa faixa etária a alimentação se apoia basicamente na amamentação.

De qualquer maneira, a estrutura dentária começa a se formar geralmente no final do segundo mês de gravidez. Durante esse período, os dentes de leite começam a germinar nos ossos maxilares.

Os dentes definitivos realizam um processo semelhante, mas que só têm início próximo ao quarto mês de vida intra-uterina.

Assim, podemos dizer que, apesar de não evidenciar nenhum dente quando nasce, a maioria dos dentes já está presente no interior dos ossos maxilares da criança.

Agora que já sabemos todas essas informações, vamos acompanhar mais detalhadamente as fases da dentição nos seres humanos.

Dentição temporária

A primeira dentição costuma ser formada por 20 dentes

A primeira dentição geralmente é formada por um total de 20 dentes, popularmente chamados de dentes de leite.

A erupção desses elementos ocorre de forma progressiva e possui uma ordem cronológica bem definida, que costuma entre 6 meses e 2 anos de idade.

Entretanto, o período em que os primeiros dentes começam a se evidenciar variam bastante. Ao mesmo tempo que algumas crianças já nascem com dentes na boca, outras podem completar 1 ano de idade ainda desdentadas.

Mas estudos constataram que, em média, é por volta dos seis meses que os primeiros elementos dentários costumam dar as caras, quando os incisivos centrais superiores erupcionam.

Em seguida, é possível observarmos a seguinte cronologia de erupção dentária decídua:

  • Incisivos centrais superiores: 8 a 12 meses;
  • Incisivos laterais superiores: 9 a 13 meses;
  • Incisivos laterais inferiores: 10 a 16 meses;
  • Primeiros molares superiores: 1 ano a 1 ano e 7 meses;
  • Primeiros molares inferiores: 1 ano e 2 meses a 1 ano e 6 meses;
  • Caninos superiores: 1 ano e 4 meses a 1 ano e 10 meses;
  • Caninos inferiores: 1 ano e 5 meses a 2 anos;
  • Segundos molares inferiores: 2 anos a 2 anos e 5 meses;
  • Segundos molares superiores: 2 anos a 2 anos e 9 meses.

Quando a criança alcança os 6 anos de idade, os dentes decíduos começam a cair espontaneamente, sendo substituídos pela dentição permanente.

Dentição permanente

Dentição permanente também é chamada de dentição definitiva

Também conhecida como dentição definitiva ou segunda dentição, é constituída por 32 dentes que começam a aparecer por volta dos 6 ou 7 anos de idade, quando os dentes decíduos começam a cair.

O rompimento da dentição permanente ocorre na seguinte ordem:

  • Incisivos centrais inferiores: 6 a 7 anos;
  • Incisivos centrais superiores: 7 a 8 anos;
  • Incisivos laterais superiores: 8 a 9 anos;
  • Incisivos laterais inferiores: 7 a 8 anos;
  • Primeiros molares superiores: 10 a 11 anos;
  • Primeiros molares inferiores: 9 a 11 anos;
  • Caninos superiores: 11 a 12 anos;
  • Caninos inferiores: 9 a 11 anos;
  • Segundos molares inferiores: 11 a 12 anos;
  • Segundos molares superiores: 10 a 12 anos;
  • Terceiros molares superiores: 17 a 21 anos;
  • Terceiros molares inferiores: 17 a 21 anos.

É sempre bom lembrar que as idades citadas acima são apenas estimadas. Assim, podemos dizer que existe uma grande variabilidade, de pessoa para pessoa, no tempo de erupção de nossos diferentes órgãos dentários.

Como proceder durante a erupção dentária do bebê

Nascimento da dentição do bebê pode causar incômodo para a criança

A erupção das primeiras estruturas pode ser um momento bastante incômodo na vida do bebê. Em alguns casos a criança pode até sentir uma dor intensa, chegando até mesmo a atrapalhar o sono dela.

Assim, é legal que você entenda algumas técnicas necessárias para acalmar o seu filho. Uma opção bastante válida e oferecer um mordedor ao pequeno.

Quando é época de calor, você pode deixar o brinquedo dentro de uma geladeira durante alguns minutos. Isso irá deixá-lo gelado, podendo amenizar a inquietude da criança,

Os pais também podem ajudar utilizando uma dedeira de borracha para higienizar a dentição do bebê e massagear a região da gengiva.

Vale lembrar que apesar de existirem diversos medicamentos nas drogarias que prometem aliviar os sintomas do aparecimento dessa dentição, nenhum deles deve ser utilizado sem uma prévia prescrição médica.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.