Condiloma acuminado oral é causado pelo HPV

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Apesar do nome, a doença pode ser mais comum do que se imagina, sendo parte das ISTs

As Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) podem afetar a saúde bucal. Essa é uma das áreas de transmissão e onde alguns dos primeiros sintomas aparecem. Em alguns casos, como o condiloma acuminado oral, a boca é o foco da infecção.

Quando pensamos em infecções e doenças sexualmente transmissíveis, a boca costuma não entrar no nosso cenário mental. É como se essas doenças fossem exclusivas das genitais – e não são. Por isso, vamos conversar em detalhes sobre o condiloma acuminado oral e te dar todas as dicas de prevenção!

O condiloma acuminado oral é uma doença sexualmente transmissível causada pelo HPV. O HPV é um vírus que possui mais de 100 tipos, dos quais 24 tem sintomas ou foco na boca. A doença pode ser localizada em uma área específica (há maior incidência na língua) ou em toda a cavidade oral.

Como identificar o condiloma acuminado oral?

As feridas causadas pelo condiloma acuminado são fáceis de serem identificadas. O paciente pode identificar um ou mais nódulos, que podem variar de 1 a 3 centímetros, com aparência de verruga, firmes, indolores e róseos.

Qualquer lesão na boca que surgir já é sinal de que algo está errado. Portanto, mesmo se você não conseguir distinguir cor ou aparência, sua ação será a mesma: ir a um cirurgião-dentista com urgência para diagnóstico.

Apenas o cirurgião dentista pode afirmar se o paciente está com condiloma acuminado oral. O diagnóstico é feito com base em exames clínicos.

É importante ressaltar que as lesões podem aparecer até meses depois da transmissão. Por isso, ela pode ou não estar relacionada com a sua última relação sexual.

Quais os tratamentos para essa HPV?

Em primeiro lugar, antes de se iniciar o tratamento, é essencial que o paciente faça um exame de sangue para detectar qualquer outra IST em seu corpo. As ISTs podem ser transmitidas “em conjunto” e é importante saber quais outros cuidados o paciente pode vir a precisar ou se há alguma restrição no tratamento.

O tratamento costuma ser feito com excisão cirúrgica conservadora. Também há o uso do laser, mas este tratamento tem sido questionado pela sua capacidade de espalhar o HPV, que seria transportado pelo ar através de microgotas aerossolizadas, criadas pela vaporização do tecido lesionado.

Não importa qual método seja escolhido, desde que envolva a remoção dos condilomas. Essas feridas são contagiosas e podem se espalhar para outros lugares da boca ou serem transmitidas para outras pessoas através do contato direto (como beijo e sexo oral).

Há prevenção?

Como toda IST, existe prevenção. Em primeiro lugar, o sexo seguro. O uso da camisinha é importante inclusive no sexo oral, como conversamos. Para abolir o uso da camisinha, é importante que você e seu parceiro façam exames regulares e previnam-se de outras formas, como manter a saúde em dia e tomar a vacina do HPV.

Em segundo lugar, algo mais difícil de controlar, é tomar cuidado com o beijo. Algumas lesões ficam aparentes dos lábios ou na língua e podem ser facilmente vistas. Não beije nessas condições! Outras doenças também podem ser transmitidas dessa forma, como a herpes.

Em terceiro lugar, mas não menos importante, vem os exames periódicos assim como a ida ao dentista. Fazer exames para checar sua saúde é a melhor forma de prevenção e de tratar com eficácia as ISTs! O acompanhamento com seu dentista pode garantir a identificação de outras doenças ou de ISTs que se manifestam pela boca.

O condiloma acuminado oral é um problema sério, que pode e deve ser tratado. Não hesite em procurar por ajuda!

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.